O ator Kayky Brito é um daqueles caras que não se intimidam em arriscar algo novo. E ao longo da sua carreira pudemos acompanhar bem isso, seja interpretando uma menina, em “Chocolate com Pimenta”, na Globo, ou recentemente um rei em “Rico e Lázaro”, na Record. Ou também ao saltar de uma prancha Há 10 m de altura no quadro Saltibum de Luciano Huck. Depois de uma temporada nos EUA, Kayky teve a experiência de participar de duas produções por lá, isso abriu ainda mais sua mente no que se refere a aprender e se desafiar. Falando em cinema para esse ano outras duas produções chegam às telonas. O segredo do nosso amigo aqui é não parar e se permitir novos aprendizados. “O que me surpreende é que morremos não sabendo tudo, mas isso não é uma desculpa para relaxar e se limitar ou seja a inquietação te levará aonde você quer que seja”, completa Kayky. Em sua segunda matéria de capa na MENSCH, com um tom mais fashion, Kayky vestiu looks casuais para um inverno com elegância e ao mesmo tempo descolado.

Kayky, começando pelo futuro… Durante o período nos EUA você passou no teste para os filmes “Karaoke Noir: the End of Fun” e “American Thief”. Já tem alguma previsão de quando estreiam? Estas produções foram rodadas em 2016, seria uma façanha eu dizer quando se finalizariam estes projetos pois ainda estão em edição final ambas produções, apenas o fato de poder estar vivendo um momento; mesmo que em circunstância imaginária no ato da cenas, em outro lugar fora do Brasil e dar vida a um personagem, de fato sinto que nascemos para o mundo afora e quanto mais pudermos expor a nossa raiz através da nossa arte não importa qual seja ela, é lisonjeaste. Aliás estou com dois filmes que irão estrear em breve, “Júlia é o cara” e “O Candidato Honesto 2”.

Você parece ser um cara inquieto e que não se deixa inibir diante de um novo desafio. É verdade essa impressão? Cada um nasce com sua sabedoria ou talento e se pudermos dar continuidade a este presente que Deus nos deu não tem gratificação melhor. Sinto que cada vez que nos impulsionamos para um novo passo de arriscar para o nosso bem o resultado de alguma forma acontece.

O que te desafia mais hoje em dia? A vontade de querer aprender. O que me surpreende é que morremos não sabendo tudo, mas isso não é uma desculpa para relaxar e se limitar ou seja a inquietação te levará aonde você quer que seja.

Ainda sobre desafios, saltar de uma plataforma de 7,5 m de altura no Saltibum do Huck foi um grande desafio? O de 7,5 deu um frio na barriga mas o de 10 metros foi mais gostosa ainda. O primeiro dia você tem certeza que foi uma escolha errado aceitar este desafio, já no último dia você tem certeza que levará pra sempre este esporte na sua vida. O Luciano Huck sempre foi parceiro à estes desafios radicais e não tem como dizer não, aliás me formei em Boituva e agora posso dizer que sou um PQD (paraquedista) este foi o meu mais novo desafio. Sou movido a endorfina.

Lá em “O Rico e Lázaro” você trabalhou junto com sua irmã. Foi a 1a vez? Como foi a experiência? Em 1999 ensaiávamos uma peça chamada “Marcelo Marmelo Martelo” da autora Ruth Rocha, a Sthefany foi chamada para fazer “Chiquititas” consequentemente se mudou pra Argentina. Este foi quase o primeiro trabalho juntos. Eu estreei a peça no ano seguinte fui morar na Argentina e passei no teste para fazer a novela aí sim trabalhamos juntos pela primeira vez. Logo após fazer teatro juntos, novelas e daí não parou. E não irá parar mais, ela é minha inspiração e me ensina a cada dia, ela nasceu camaleônica e sempre me surpreende a cada personagem que faz, orgulho.

Se fosse convidado para repetir um de seus personagens na TV novamente qual você escolheria? Adorei fazer o Sinval, em “Passione”, e também o Israel, em “Alto astral”, não posso deixar de citar a Bernadete, de “Chocolate com Pimenta” e o Zeca, de “O Beijo do Vampiro”. Amei também o Gumercindo, de “Alma Gêmea”, e no teatro a última peça que fiz “2 Pedidos é o Cara” foi um desafio pois fiz dois personalidades em dois tempos diferentes. Não consigo escolher um, sinceramente desculpem!

Ano passado você estava de cabelo longo, nessas fotos um novo visual e hoje em dia você já mudou novamente. Você é um cara vaidoso? Adoro ser camaleônico, ter no bolso visuais em apenas uma mesma cara.

O que você não faria por fama ou dinheiro algum? Não seria corrupto se tivesse o poder de ajudar fundações. Vejo grandes empreendedores Brasileiros gananciosos ou seja em vez de ajudar com a carta na manga que possuem, incentivar o estudo criando colégios e oportunidades para esta nova geração. Alguns poucos fazem isso mas já é o começo do futuro do nosso Brasil. A resposta foi em outra vertente pois fama e dinheiro impressiona quem sempre quis isso, agora um artista quer sim um mundo melhor e luta para isto e não fama e dinheiro, isto é apenas uma consequência e aliás cada um tem um tempo com devidamente com isto, mas o que você ajuda para o futuro, para o bem isto sem dúvida é eterno.

E o que o dinheiro compra que te dar um prazer danado? Poder pedir comida em casa, amo comer. Acho que isso é um prazer ‘danado’, agradeço todo dia a Deus pelo fato de ter alimento em minha vida, um combustível ‘danado’ que me motiva a viver.

O que você inveja nas mulheres (se é que existe algo) e o que te dá orgulho de ser homem? Agradeço por elas existirem né… Isto não será nunca uma inveja e sim gratidão!

Você gosta da pessoa que você é? Sou feliz com minha pessoa, me cobro bastante onde quero chegar, mas isto é sempre o botão de início para futuros grandes resultados.

Finalizando voltando a falar sobre futuro… O que falta acontecer para você se realizar como ator e homem? Quero carimbar muitos personagens na minha vida e simultaneamente tocar o coração desta minha família, no caso vocês.

Photos Marcelo Auge (@augem) e Allan Vaz (@fr4mefilms)

Executive production Ju Hirschmann (@juhirschmann)

Scene production Rodrigo Ludscher (@rod_lud)

Fashion Production Celso Ieiri (@celsoieiri)

Beauty Gil Darf (@gil_darf)

Special Thanks Fernando Abbud (@ferabbud)

Assista o making ok:

Kayky veste: Aramis (@aramismenswear), Ricardo Almeida (@ricardoalmeidaoficial), Track & Field (@trackfieldoficial), VR (@vrcollezioni), Ellus (@ellusjeansdeluxe), Birkenstock (@birkenstock), Youcom (@lojayoucom), Richards (@richards74), Lacoste (@lacoste), Guto Köech (@gutokoech), Alexandre Herchcovitch (@alexandreherchcovitch), Timex (@timex)