Isla Holbox é uma pequena ilha no México no encontro do mar do Caribe e Golfo do México que muitos ainda não descobriram, mas que, com certeza, será destino de quem procura um paraíso natural com charme e exclusividade “onde o céu abraça o mar”.

Por ser uma reserva natural protegida, não é permitida a entrada de carros na ilha e o transporte é feito em carrinhos de golf, onde já começa toda a experiência de se estar em um lugar único na terra. Asfalto, esqueça, ficou no continente. Todas as ruas de Holbox são de terra, o centrinho da cidade parece cenográfico.

Para chegar à ilha que fica mais ou menos a uma hora e meia de Cancun, é necessário pegar um ferryboat na cidade de Chiquila. A viagem dura mais ou menos 25 minutos e é bem confortável, mas até ai, nada demais. Chegamos no pequeno porto, na parte de trás da ilha que é cumprida e repleta de mangue protegido. Nesse momento, você ainda pode se questionar sobre a real beleza do lugar que parece comum. Esperando, no porto, tem vários carrinhos de golf para te levar ao hotel escolhido e depois, de cruzar para o outro lado de Holbox quando acontece a mágica. O encantamento é imediato, areias brancas e um mar com vários tons de verde com azul para deixar qualquer um sem palavras.

A maioria dos hotéis fica nessa faixa de areia, existem opções simples e charmosas onde o grande luxo é a experiência de estar em um local exclusivo, lindo, ao natural, e cheio de charme. Nos hospedamos no hotel Las Nubes de Holbox, um hotel com conceito eco-butique, o último hotel da faixa de areia e que definitivamente é o lugar mais privilegiado da ilha, o que tornou a experiência em Holbox inesquecível.

O HOTEL É UM PARAÍSO À PARTE

O Hotel que tem apenas 28 habitações e fica debruçado ao mar de Holbox. E literalmente, nos sentimos dentro do mar. Fomos recebidos com a toda cordialidade local e toalhas de rosto úmidas geladinhas para nos refrescar enquanto éramos encaminhados ao bangalow. Em Las Nubes, tudo é detalhe. Desde os materiais em sua construção, que são locais, até o shampoo e sabonetes biodegradáveis e orgânicos feitos com ingredientes das comunidades próximas. Tudo pensando para fornecer o que eles chamam de luxo sustentável.

O mar em frente ao hotel é um espetáculo à parte que se abre em um banco de areias brancas que faz um caminho natural para caminhadas com água nos dois lados, que se estende paralelo à ilha. Pelicanos rasgam o céu sob nossas cabeças em direção à água cristalina para se alimentar. Nesses momentos, você não se lembra mais de whatsapp ou de internet. Não tem bom sinal na ilha, ideal para desconectar do mundo e se conectar com a natureza em sua plenitude. Não é à toa que a ilha era utilizada pelo MAYAS para rituais de purificação.

Para os amantes de esporte tem stand up paddle, caiaques e kitesurf em um mar plano e com brisa constante. Com certeza, é uma ótima pedida. Também tem bicicletas para explorar a ilha. Certamente depois de experiência tão intensa, virá aquela vontade de comer e, nesse quesito. O hotel Las Nubes não decepciona. Uma cozinha deliciosa ideal para saborear ceviches e coquetel de camarão, entre outras delicias, com a constante vista do mar do deck do hotel ou na praia privativa. O Hotel tem três piscinas super convidativas, mas quem quer ficar na piscina diante de um dos mares mais lindos do planeta.

À noite, uma pedida é dar uma volta no centrinho a cinco minutos de carro de golf.  Bares, restaurantes, no clima caribenho rústico, com música ao vivo, vale uma rápida caminhada para escolher onde sentar para comer e ver o tempo passar. A maioria dos turistas, são europeus. Fácil encontrar alemães, franceses – alguns vão a turismo e acabam ficando na ilha. E de sobremesa, comer uma marquesita, um tipo de crepe de massa crocante recheado com Nutella, uma delícia local. Depois, voltar para o hotel e quem sabe, tomar um drink sob a luz das estrelas que dão outro espetáculo em Holbox.

Na alta temporada, que vai de junho a setembro, é possível ver os tubarões baleia que se tornam atração em Holbox, onde se pode não só observar, mas nadar próximo ao maior peixe do mundo. Como era abril, não foi possível ter essa experiência. E também os flamingos rosa que vão para a ilha no verão para se reproduzir. Iguanas e guaxinins foram, por diversas vezes, nossos companheiros na ilha. Curiosos, estão sempre por perto. O The New York Times listou a Isla Holbox como um dos 50 lugares para se conhecer no mundo, e com total razão, para quem busca natureza exuberante, paz e exclusividade.