Caro leitor, cada ocasião da vida pede um dresscode próprio, isso implica em ter um guarda-roupa preparado para ir desde o churrasco da família da noiva até o jantar social da empresa, ou seja, é necessário ter de tudo um pouco no armário, sem claro, desrespeitar o seu estilo de ser e vestir. Até por que existe uma máxima que diz que o homem é aquilo que veste. Afinal, somos a vitrine mais eficiente de nós mesmos e, vale lembrar, a primeira impressão que causamos é fundamental para a construção de qualquer laço de confiança, respeito ou admiração entre aqueles com quem convivemos.

Portanto, a diferença entre um traje básico e um traje arrojado pode, sim, influenciar a imagem que construirão a seu respeito. Segundo os entendidos – sob respaldo dos olhares mais treinados para o assunto – o abismo entre um terno comum, por exemplo, e um terno de qualidade legítima é muito maior do que pensamos. No universo masculino, a alta costura também cumpre seu papel decisivo na hora de arrematar o título de um homem verdadeiramente elegante. Tenha sempre à mão um bom terno para um casamento ou evento de trabalho, por exemplo, ou alguma outra solenidade mais formal. Peças clássicas, modernosas ou básicas, cabe de tudo em um guarda-roupa preparado para o que der e vier.

A gravata é apontada como símbolo de masculinidade, e que mesmo tendo passado por variações ao longo do tempo, indo dos modelos borboleta ao modelo mais slim (em moda hoje em dia), ela continua revelando uma personalidade e sendo sinônimo de estilo.

COMO COMBINAR

Primeiro você precisa escolher por onde começar. Você pode partir do terno como peça principal ou da gravata como estrela maior da composição. Nesse caso, a camisa, mesmo sendo uma coadjuvante, é importante no todo. Lembre-se que a camisa deve ser mais clara que a gravata.

As gravatas lisas, escuras e sem estampa ou padrão são as mais formais. Outra bem popular é a de listras diagonais e com padrões repetidos como as de bolinhas ou texturas. Nesse caso, quanto menor o padrão, melhor. Listras podem ser combinadas as mais largas em oposição às mais finas, sempre dando destaque a uma das peças. E outros padrões como poás com listras e quadriculado com listras também ficam bem. Basta ficar atento às cores e eleger uma que seja destaque na composição. Na dúvida, combine primeiro com a cor do terno em tom sobre tom ou num contraste.

 

ACERTE NO SAPATO

Dizem os especialistas que um sapato mal escolhido ou sem qualidade chama mais atenção que a roupa toda. Isso por que em geral roupa de homem é algo muito básico, camisa + calça + sapato, e o sapato dá todo o “suporte” na combinação. Que muitas vezes pode ser desastrosa.  Quem nunca ficou em dúvida na hora de escolher qual o melhor modelo? Qual seria mais formal ou esportivo? O dedo do pé deve bater na ponta? Que cor combina com aquela determinada calça?

NA HORA DE COMPRAR

Modelo escolhido, ocasião agendada, chegou a hora de comprar o sapato. Independente do modelo ou marca, uma coisa é certa, sapato tem de ser confortável desde a hora que se experimenta na loja. Nada de comprar sapato apertado esperando que ele vá “ceder”, pois, no máximo, ele se adapta à largura do seu pé, nunca ao comprimento. Se o sapato é novo e você deseja usar muito o ideal é que se use ele em casa 1 hora por dia, três vezes por semana. Isso dará o ajuste necessário e você já terá uma ideia do quanto ele é confortável. Quanto maior o uso, mais macio o calçado ficará, mas atualmente isso não ocorre mais de forma tão significativa.

Por isso vale à pena prestar atenção em alguns detalhes… Por exemplo, o dedo nunca deve encostar na frente do sapato, pois isso vai ocasionar um desconforto futuro. O aconselhado é que se tenha uma distância mais ou menos da largura de um lápis do dedo até a frente do sapato. Sapatos de bico fino e forma mais alongada podem ficar com o bico um pouco levantado. Em outros tipos de sapato, quando o bico levanta, é sinal de que está muito grande. É importante também certificar-se de estar levando o número adequado para seu conforto e, principalmente, de provar o par. Algumas pessoas têm uma leve diferença de tamanho entre um pé e outro. É aconselhado provar os sapatos com meias.

FOTOS RODRIGO MARCONATTO / PRODUÇÃO EXECUTIVA CARLOS SAMPI / MODELO ALEX TREVELIN (AGENCIA WAY MODELS) / AGRADECIMENTO CAMARGO ALFAIATARIA (LOOKS)