Com um estilo clássico nas cores, o tom sofisticado do estilo clean e uma marca de elegância Giorgio Armani, aos 76 anos, construiu não só uma marca de sucesso, mas um estilo reconhecido e cobiçado por todo o mundo. Com um faturamento anual de US$ 1,6 bilhões e uma fortuna pessoal de US$ 5,3 bilhões, esse italiano nascido na pequena cidade de Piacenza lançou sua grife em 1975 e em 2001 foi logo considerado o estilista italiano mais bem sucedido até então.
E imaginar que quando jovem Armani aspirava ser médico, chegando a estudar na Universidade de Bolonha e após dois anos de estudos teve que interromper os estudos por conta do Serviço Militar. Mas foi lá, trabalhando no hospital militar que Armani percebeu que não tinha vocação para tal. Ao voltar do serviço militar largou a medicina e foi trabalhar como vitrinista na loja de departamento La Rinascente, em Milão. Com a facilidade que tinha para lidar com moda foi contratado como responsável pelas compras das coleções da loja, anos depois largaria tudo e projetou a marca Nino Cerruti, de moda masculina, onde foi trabalhar. Até que no início dos anos 70 conheceria o desenhista arquitetônico Sergio Galeotti com quem teve um relacionamento profissional longo, e juntamente com Galeotti abriu um escritório de design em Milão, ao mesmo tempo que trabalhava como freelance para diversas casas de moda.
Mas foi em Florença, na semana de moda, que a imprensa descobriu e lançou Armani como o novo estilo da moda italiana. O que resultou na idéia de se dedicar a sua própria marca, lançando em 1975 a marca própria, junto com o amigo Galeotti. No mesmo ano lançou sua primeira coleção masculina e no verão seguinte a coleção verão já com marca própria. Resultando que no final dos anos 70 Armani já era uma referência na moda internacional e já tinha expandido sua linha de produtos para underwear, banho e acessórios (fora moda feminina). O início dos anos 80 foi marcado pelo lançamento de seus perfumes, como o Empório Armani, e logo em seguida as coleções de jeans, praia e uma linha de produtos com preços mais acessíveis.

 

Com a morte de Galeotti em 1985, Armani começou a conduzir a marca sozinho, e foi ampliando os negócio e em 1988 abriu primeira loja no Japão e lançou sua linha de óculos. Os anos 90 foram marcados pelas linhas de produtos esportivos, produtos para casa e novas e ousadas coleções. Época em que surgia a marca Armani Exchange voltada para o público feminino. E no final da década, Armani invade a China com sua primeira loja. Com a marca cada vez mais consolidada pelo mundo, no início dos anos 2000, o Museu Guggenheim fez uma homenagem com uma exposição inédita feita a um estilista. Em 2009 a marca Armani já marcava presença em 37 países, com quase 100 lojas espalhadas.

A mais recente loja, está sendo aberta esse mês em Nova York, na Quinta Avenida, e abrigará todas as coleções de Armani. A badalada loja terá todas as linhas de produtos espalhados por seus três andares. E ainda conta com um belo restaurante com vista privilegiada de Manhattan. Na ocasião da inauguração será lançada um coleção exclusiva de produtos de edição limitada com a inscrição “Armani/5th Avenue” para celebrar o seu lançamento.

 

Publicidade chamativa

Outra grande característica da marca Armani sempre foi suas campanhas publicitárias pouco convencionais e sempre ousadas tanto na concepção visual como no estilo adotado. Atrelado a isso, Armani começou a criar para o cinema, desenhando peças para filmes famosos como “Gigolô Americano” e os ternos impecáveis de “Os Intocáveis“. Com isso, a imagem Armani estava sempre atrelada a grandes astros de Hollywood, que muitas vezes viravam garotos-propaganda da marca. Em 2008 Armani foi o estilista escolhido para vestir Christian Bale que interpretou o personagem Bruce Wayne em “The Dark Knight” que vestia os ternos Armani e renderam uma bela campanha publicitária.

Com um estilo próprio bem consolidado pelo bom gosto e sofisticação, Armani procurou personalidades polêmicas para atrelar à imagem de determinadas linhas de produtos. Como foi o caso da campanha publicitária protagonizada pelo casal David Beckham e Victoria para a coleção de underwear em 2007, e como esperado deu muito o que falar. Assim como o novo casal contratado para figurar as novas campanhas de underwear e jeans, o jogador de futebol português Cristiano Ronaldo e a atriz Megan Fox.
Megan fotografou de lingerie, para a campanha de outono/inverno 2009/2010.  A atriz sex symbol é a substituta da cantora e fashionista Victoria Beckham, que estrelou as duas últimas campanhas da grife italiana. No primeiro semestre de 2009, a Armani anunciou que Victoria seria sua garota-propaganda até 2012. Megan Fox também será a modelo oficial para os anúncios de moda jeans da marca. Segundo o site PopCrunch, a Armani anunciou que a campanha outono/inverno de moda íntima foi fotografada por Mert Alas e Marcus Piggott em Los Angeles no último fim de semana. Os vídeos estrelados por Megan e Cristiano focam bem no corpo de ambos e provoca bem o público com closes e cenas intimas diante das câmeras. Em comum, além dos corpos bem trabalhados, muita personalidade, polêmica e ousadia.
No Brasil com o objetivo de globalizar a marca, a divulgar e o aumentar o potencial de vendas quando se fala de moda jovem no mundo, a marca Armani abriu sua primeira loja em São Paulo ano passado no Morumbi Shopping. Existe a expectativa ainda para outras lojas, uma no Shopping Pátio Higienópolis e outra no Shopping Leblon, no Rio.