Uma estrela em ascensão, é o que se pode dizer da trajetória da jovem atriz Laryssa Ayres, carioca de 21 anos. De estreia na TV ela já emplacou duas temporadas de “Malhação” e diante do desempenho da garota já foi escalada para a próxima novela das 21h, “Sétimo Guardião”, de Aguinaldo Silva. Nesse ensaio Laryssa aparece ruiva, o que nos deixou na dúvida de como ela fica mais bela. De um jeito ou de outro ela nos encanta. Sem falar do sucesso absoluto que tem feito nas redes sociais, “O bacana disso é não fazer da rede social um jogo, e sim ser transparente. Talvez esse seja o segredo do porquê muitos se identificam, e também a explicação de tanto carinho que recebo”, comenta Laryssa. 

Como você iniciou a carreira artística? Sempre teve vontade? Aos 6 anos, comecei a fazer publicidade. Sempre tive vontade e apoio da minha mãe. Com 1 ano e meio fiz meu primeiro comercial de TV, mas logicamente não tinha a menor noção do que viria a ser, e minha mãe nunca me forçou a nada, pelo contrário, estava ali pra apoiar o que eu decidisse. Aos 12 anos comecei a fazer teatro, já me apresentei em 6 peças, amo o palco! Aos 16 anos fiz o filme “Mate-me Por Favor”, da diretora Anita Rocha da Silveira, minha personagem se chamou Amanda. Aos 18 entrei em “Malhação Seu Lugar no Mundo” e fiquei até os meus 20 na segunda temporada “Malhação Pro Dia Nascer Feliz”, com a personagem Jéssica. 

Como surgiu o convite para a “Malhação”? Fui até os Estúdios Globo para fazer os testes, passei por três para o mesmo produto e enfim o tão esperado “SIM”! 

Não é normal uma personagem pequena crescer tanto, e ficar em mais de uma temporada de “Malhação”. A que você atribui o sucesso da Jéssica? Qual foi o seu ‘pulo do gato’? Responder essa pergunta me faz sorrir, agora mesmo estou fazendo isso em frente à tela. A gente sempre espera quando vai fazer um trabalho que façamos bem feito, pra gente, para o autor, para os diretores e público. E dá medo, são muitas expectativas em cima de você e uma responsabilidade muito grande, a Jéssica foi a minha primeira personagem na TV de fato, antes dela eu havia feito uma participação em “Flor do Caribe” e nem tive fala (risos). A frase “um degrau de cada vez” se atribui bem a essa personagem. Ela foi conquistando seu lugar aos pouquinhos, foi ganhando mais cenas, história, público, e começou a contracenar com todo o elenco da novela. Ter ficado na segunda temporada foi a maior felicidade porque pude explorar ainda mais a história da Jéssica, o Emanuel Jacobina que foi o autor, me deu muita coisa pra contar e deu muito certo. Acho que o sucesso da Jéssica se deu as pessoas se identificarem muito com ela em relação a confusão amorosa, a trabalhar desde cedo pra conseguir sua independência, a ser amiga verdadeira e para todas as horas, a ter uma relação de tapas e beijos com a irmã Martinha, uma menina de personalidade admirável. Carismática!

Você é um fenômeno entre o público jovem e nas redes sociais. Como lida com isso? É você mesmo que comanda? Recebo muito carinho dos meus seguidores, isso é certo! Eu comando minhas redes sociais, acho importante ter essa conexão com eles sendo eu mesma sempre, expondo minha personalidade, gostos, estilo, comidas favoritas, situações engraçadas e até mesmo não muito legais que acontecem comigo assim como na vida de qualquer pessoa. O bacana disso é não fazer da rede social um jogo, e sim ser transparente. Talvez esse seja o segredo do porquê muitos se identificam, e também a explicação de tanto carinho que recebo. 

Você se vê como um exemplo para os jovens? Não procuro pensar dessa maneira, sinto lisonjeada sabendo que sou referência pra algumas, mas não é algo que eu penso.

Já deixou de postar algo por achar que seria muita exposição ou que poderia pegar mal por ter milhões de seguidores? Independentemente do meu trabalho e dos meus seguidores, eu sou muito consciente do que expor nas redes sociais. Todo mundo está muito exposto no Facebook, Instagram, Twitter… Não precisar ser famoso para isso. Então para mim, independentemente de ser uma pessoa que tem uma profissão publica, sei separar as coisas que quero mostrar para as pessoas no geral e o que eu quero guardar pra mim. 

Apesar de nova, você é muito politizada. Como acha que pode ajudar aos jovens a refletirem pelo momento do país? Eu não costumo levantar bandeiras, procuro me manter informada, e tento influenciar meus seguidores a fazerem o mesmo independente da opinião e diferença de cada um. Hoje a internet não está aí só pra você perder o dia no Tinder, no Instagram dando like, no twitter falando que vai tomar banho, no facebook fazendo vários nada… A internet é mais que isso, é informação, agregar isso no dia a dia é essencial.

Em “Malhação”, você era loiríssima e logo depois ficou morena e agora ruiva com os fios curtos. O que achou da mudança? Na verdade eu não fiquei morena, a cor natural do meu cabelo é loiro escuro. E é bom estar respondendo essa pergunta porque muitas pessoas acham que quando saí de Malhação eu pintei o cabelo, mas não! Meu cabelo da primeira para a segunda temporada cresceu e o loiro claro foi indo para as pontas, quando terminou a novela eu cortei ele bem curtinho, e então o loiro mais claro que era pintado foi embora, ficando só a cor natural. Eu sempre tive curiosidade sobre o ruivo, mas não me via sendo uma ruiva (risos), mas não é que deu certo?! Estou AMANDO a cor! Cada novo ciclo da nossa vida exige uma diferente versão da gente. Temos que desfrutar sem medo da mudança!

Você é muito bonita. Acha que isso ajuda ou prejudica na sua profissão? Agradeço o elogio! Acho que nenhum tipo de beleza sustenta uma carreira, de repente pode ajudar em um primeiro instante, mas depois o que sustenta de fato é o talento e empenho.

O horário nobre é um lugar muito desejado entre os atores. Como conquistou sua personagem? Fiz testes para todos os horários das novas produções da Globo e passei para “O Sétimo Guardião”. Fiquei muito feliz por ser mega fã do autor e da direção.

Já pode adiantar alguma coisa? O que posso adiantar é que já temos uma coisa em comum, andamos de skate! Tenho certeza que todos vão curtir!

Já conhecia a fundo o trabalho do Aguinaldo Silva e do Rogério Gomes? Como está sendo o processo? Claro! Aguinaldo é ícone das novelas, já acompanhei diversas novelas que ele escreveu. Minha mãe vive falando de “Roque Santeiro” que foi um dos clássicos do Aguinaldo. Igualmente com o Rogério Gomes, admiro muito o trabalho que ele faz. Acompanhei vários trabalhos dele também, como “Laços de família”, “Mulheres Apaixonadas” (eu era muito criancinha), “Império” e a “Força do Querer”.

 Vai fazer algum tipo de laboratório para a novela? Sim!! As preparações já começam agora em Junho.

Fotos Vinicius Mochizuki

Produção de moda Samantha Szczerb

Laryssa veste: Look 1: body preto Labellamafia; Look 2: Vestido DTA, sutien Duloren; Look 3: blusa rede Forever 21