Ela ficou conhecida do grande público como uma das gatas do programa “Pânico na TV”. Metida em situações engraçadas e meio tensas, Nicole Bahls foi conquistando seu lugar ao sol. O belo corpo, biquininho e uma sensualidade natural fizeram os fãs caírem aos seus pés. Depois vieram as fotos para a Playboy, sua participação na “Fazenda” e aos poucos Nicole foi trilhando seu caminho e deixando um de lado a Panicat do imaginário coletivo. Hoje Nicole secou mais suas estonteantes curvas, pegou mais leve no treino, mais elegante soube se reinventar. Sua imagem de sucesso e beleza tem atraído novos públicos, suas redes sociais seguem cada vez com mais visibilidade e marcas de sucesso se juntaram à bela. Prestes a dar outra quinada em sua vida, com o casamento agora início de dezembro, Nicole segue conquistando seu espaço, seja como atriz, seja como apresentadora ou apenas nossa inesquecível musa de todos os tempos.

Da Nicole da época do “Pânico na TV” para a Nicole de hoje muita diferença? O que ficou daquela Nicole hoje em dia e o que continua a mesma coisa? A personagem Panicat e o biquíni que precisávamos usar na TV ficaram para trás, o que continua sempre a mesma coisa é a vontade de trabalhar com humor.

Dessa época do Pânico qual a situação mais marcante ou engraçada? Alguma saia justa? Mais marcante por ter me causado muito constrangimento foi a famosa matéria em que um escritor tentou colocar a mão embaixo do meu vestido, foi muito difícil ter que superar e continuar gravando. E a mais engraçada foi em uma praia de nudismo.

Por um bom tempo, até por conta do programa, você foi vista como a gostosa do Pânico. Esse rótulo em algum momento incomodou? Difícil se livrar dele quando se tem um corpão? Em nenhum momento me incomodou, pelo ao contrário foi através deste trabalho que alcancei a projeção artística que tenho hoje, não tenho problemas em relação a rótulos, mas claro que não posso ficar atrelada somente a isso. Sigo minha carreira e dou continuidade aos meus projetos, estou de casamento marcado e quero construir uma família e acredito que tudo tem o seu tempo, na vida a gente passa o que se permite passar.

Falando em corpão, você continua sendo perfeita, mas o visual ficou mais “clean”, digamos assim. O que mudou para ter uma silhueta mais enxuta? Eu diminui as aulas de musculação, passei a fazer mais aeróbico e mudei a dieta, hoje como muito pouco carboidrato e não costumo comer após as 20h.

A exposição no programa “A Fazenda” foi maior do que posar nua para Playboy? São trabalhos totalmente diferentes, “A Fazenda” foi um divisor de águas na minha vida, foi onde puderam me conhecer vida real, aquela que cuida de casa, que tem personalidade forte, que ama os animais, até hoje colho bons frutos graças a Fazenda.

Falando no ensaio para Playboy… como foi a experiência? Faria algo diferente? A experiência com a Playboy foi a melhor possível, graças a equipe e ao fotógrafo JR Duran que tem um trabalho artístico impecável e que preserva muito a modelo. Posei a primeira vez quando tinha 20 anos eu não tinha maturidade só pensei em mim e no cachê, depois que percebi que a exposição também afetou a minha família, não me arrependo, mas atualmente não voltaria fazer.

Qual a maior loucura que você já fez para ter o corpo perfeito? Eu nunca fiz loucuras sempre tive o acompanhamento médico nas dietas e exercícios, a minha saúde está sempre em primeiro lugar.

Por falar nisso qual sua rotina de exercícios e alimentação? O que você se permite? Voltei malhar todos os dias e minha alimentação não tem nada de carboidrato, ultimamente por conta casamento não estou me permitindo nada fora da dieta.

Até onde vai sua vaidade? Como lida com o espelho? Não sou vaidosa ao extremo, a vaidade vem naturalmente por conta do trabalho. Lido muito bem com espelho e minha preocupação maior é estar bem espiritualmente e com minha família.

Sabemos que você está prestes a casar, mas o que te atrai em um homem? O que seu noivo fez que te conquistou de vez? O que me atrai são o companheirismo e a fidelidade. O Marcelo me conquistou quando eu percebi que ele reunia essas duas qualidades além de todas as outras que fazem dele o homem da minha vida.

Algo infalível na conquista de uma mulher? O que não pode faltar? Cavalheirismo, respeito e bom humor.

Esse ano você encarou a sensual Herodíades na “Paixão de Cristo de Nova Jerusalém”. Como foi a experiência? O que ficou dessa experiência? Foi realização de um sonho, um teatro a céu aberto para um público de mais de 10 mil pessoas me senti mais próxima de Deus e atuei com atores que nunca imaginei chegar perto e que me trataram com muito carinho respeito.


É difícil para você que sempre foi vista com uma mulher bonita ser vista como atriz? Quais os maiores desafios? Mulher bonita recebe muitas cobranças relacionadas a beleza no caso das atrizes são cobradas também pelo lado intelectual. Eu sei que não tenho mais 20 anos e meus projetos estão voltados para o meu aperfeiçoamento como atriz e humorista. Esse caminho que quero seguir até hoje não sofri nenhum preconceito sei respeitar o espaço de cada um.

Nesse meio artístico é mais difícil a relação entre as mulheres ou entre os homens? Acho que entre mulheres sempre vai existir a questão do ego e da vaidade.

Você tem jeito que não leva desaforo pra casa. O que te tira do sério e o que você não deixa passar? O que me tira do sério são o preconceito, assédio moral com equipe e produção, maus tratos com animais, mas nada disso se compara a reação que eu teria se alguém ofendesse a minha mãe, aí eu viro uma fera.

Na época da paquera você era de correr atrás ou cabia ao homem vir até você? Acho que tem que ser recíproco.

Qual o maior pecado numa relação e o que não pode faltar? O maior pecado é a falta de lealdade e de respeito e o que não pode faltar sem dúvidas é amor e Deus.

Qual maior virtude e qual maior defeito que você pode nos revelar? Virtude ser amiga e defeito desconfiança.

Para conquistar Nicole basta…Ter bom humor, ser humilde e acreditar em Deus.

Foto @angelopastorelo
Beauty @heldermarucci @diego.ares
Stylist @caroldenyconsulting
Assistente @felipe.miguelle
Press & Mkt @ryckleonavicius / @rlassessoria