Todo início de ano, especialmente depois do Carnaval, representa a chegada dos nossos anseios para o ano que se inicia. Especialmente os que estão relacionados aos cuidados conosco, incluindo a prática de exercícios físicos. Esses desejos são o primeiro passo para uma mudança em sua vida, mas de nada adiantam caso você não tome uma atitude para mudar. Dê o primeiro passo, por menor que seja. Por vezes, acreditamos que temos que treinar todos os dias, ou mudar radicalmente nossa alimentação para mudarmos nosso estilo de vida. Para algumas pessoas isso pode funcionar, mas muitas vezes o resultado pode ser uma enorme frustração por não conseguir atingir o que você pré-estabeleceu como meta semanal ou mensal, fazendo com que você abandone seu propósito logo no início da jornada.

O nosso corpo está programado para preservar energia. Isso faz com que toda e qualquer tipo de mudança seja desconfortável fisicamente e mentalmente em um primeiro momento, até que nos habituemos ao novo estímulo, principalmente nos primeiros meses em que a mudança de rotina faz com que se sinta cansado, já que foi incluso mais um processo de tomada de decisão no seu dia. Outro ponto que costuma incomodar quem dá início aos treinos são as dores musculares após os treinos. Tenha em mente estas dores após os treinos que tendem a diminuir com o passar do tempo, aparecendo, eventualmente, quando existe um novo estímulo, que pode ser a troca de treino ou a prática de uma nova modalidade, por exemplo. É no período dos três primeiros meses em que a grande maioria das pessoas acaba desistindo. Por isso, encare os dias e horários do treino como um compromisso reservado na sua agenda, abrindo mão somente quando realmente necessitar, tenha disciplina. Permita-se experimentar a sensação de orgulhar-se de si mesmo ao finalizar o treino em um daqueles dias em que sua mente insistia em lhe sabotar. E ela vai fazer isso com frequência, esteja preparado.

Nesses primeiros passos, é importante ter um profissional que possa lhe auxiliar com os treinos, seja ele o professor de onde você treina ou o acompanhamento de um personal trainer, já que você pode se deparar com movimentos que talvez não estivesse habituado a realizar. Por mais básicos que sejam, é necessário atenção com posturas, regulagem de aparelhos, caso os utilize em seus treinos. Evite que o desespero na busca por resultados imediatos, lhe leve a cometer excessos.

Para consistência e frequência nos treinos, busque o real motivo por trás desse primeiro passo para os treinos. Emagrecimento, ganho de massa muscular e melhora na qualidade de vida são objetivos bem amplos e são consequências da escolha dos novos hábitos. O que faz você querer emagrecer? O que você faria de diferente do que faz hoje se estivesse 10kg mais magro, 5kg mais forte ou sem dores no joelho? As respostas podem ser várias, como usar uma roupa que não lhe serve mais, aumentar autoconfiança, se sentir à vontade na praia, voltar a jogar futebol com os amigos. A motivação é muito particular, olhe para si mesmo e responda com sinceridade o que realmente vem lhe incomodando.

Agora que você já sabe o que, verdadeiramente, lhe faz querer ser melhor, estipule metas tangíveis e deixe-as anotada. Escolha o cenário ideal para os seus resultados, e divida-o em micro metas, que podem ser mensais, semanais ou diárias, o que for viável para você. Uma opção é compartilhar suas metas com as pessoas em que mais confia, para que lhe incentivem e para que você, realmente, de fato, assuma este compromisso.

OUTROS PONTOS QUE PODEM LHE AJUDAR NA ADESÃO AOS TREINOS:

– Procure uma atividade que você goste – isso fará com que você queira ir aos treinos, e se você não tem noção do que gosta, simples, você só vai descobrir experimentando.

– Treine com um amigo – um companheiro de treino é uma ótima forma de manter a consistência nos treinos, além de ser um momento de descontração em meio ao nosso dia a dia conturbado.

– Deixe tudo pronto para o dia seguinte – isso faz com que você evite a preguiça de acordar e ter que tomar inúmeras decisões de qual roupa vestir e o que comer. Se você treina no final do dia, leve sua mochila para ir assim que sair do trabalho, não dando espaço para desistir do treino quando chega em casa, e ser vencido pelo dia cheio.

– Procure um personal trainer – o compromisso de horário, resultados e financeiros firmados com seu personal ajudam a alavancar sua frequência de treino.

– Faça um diário de treino – hoje em dia diversos aplicativos nos ajudam com essa ferramenta. Isto fará com que você perceba sua evolução.

Não espere a vontade chegar para dar o primeiro passo, este é o cenário para a procrastinação. Assuma o compromisso consigo mesmo e não deixe que outras pessoas lhe desmotivem, esteja blindado. Com o mínimo de disciplina, inicialmente, seus resultados virão, lhe incentivando cada vez mais a permanecer evoluindo. A mudança começa por você, por sua cabeça, faça acontecer.