Confesso que já tinha acostumado a assistir Vettel vencer desde a temporada do ano passado, afinal, ele consegue percorrer um Grande Prêmio como se estivesse correndo sozinho, sem grandes ameaças. E este parecia ser mais uma vitória na hegemonia do alemão, sensação que durou pelo menos até a quinta volta, quando o campeão que vinha fazendo uma temporada perfeita foi ultrapassado por Hamilton da McLaren.

Logo na largada não se depositou muita confiança em Hamilton, pois o carro apresentou problemas no alinhamento logo no grid, o que gerou bastante correria nos boxes da McLaren, afinal, o carro vazava combustível minutos antes da largada. Apesar deste imprevisto, o piloto pareceu calmo e conseguiu sair 30 segundos antes, ainda com partes do carro desmontado.

Após sua primeira vitória do ano e superar o líder do campeonato, o inglês da McLaren não escondeu seu entusiasmo: “Estou absolutamente extasiado. Já fazia muito tempo que eu não subia aqui e estou orgulhos pelo nosso trabalho duro. Vou continuar a forçar e estou ansioso para ter mais momentos como este. Acho que nossa estratégia de economizar um jogo de pneus macios no treino classificatório nos ajudou. Eles duraram mais do que o normal e os pit stops foram fantásticos. Tentei cuidar dos pneus e andar em um ritmo bom”. Afirma Hamilton.

Já Vettel, que teve muita facilidade e sorte neste mundial, teve algumas controvérsias na China. O piloto, mesmo largando na pole position, foi logo no início ultrapassado por Hamilton e Button, o que garantiu uma emoção a mais; ele ainda teve dificuldades com Nico Rosemberg, da Mercedez. Assim, tendo que resistir a tantas investidas, acabou não tendo tempo de superar Hamilton, terminando a corrida no segundo lugar do pódio de Xangai. 

Talvez este segundo lugar seja merecido por ter exagerado no intermédio de tempo nos pit stops, nova estratégica adotada pela Red Bull, o piloto ainda confirmou que teve problemas com os Kers e a comunicação do carro. Apesar disto, mostrou-se satisfeito com o resultado: “Fiquei com o pneu duro e Lewis estava se aproximando cada vez mais. Não tinha motivos para lutar muito duro, mas tentei defender a posição ao máximo. Não dava para fazer sem perder muito tempo. Cometemos alguns erros e tivemos problemas, mas chegamos em segundo, fiquei feliz com o resultado. Parabéns a Lewis e à McLaren. Isto mostra que você pode cometer erros quando tenta algo diferente. É natural e existem outros pilotos para te superar”.

A Red Bull conseguiu também o terceiro lugar com o Webber, que se mostrou até contente por alguém ter superado o seu companheiro de equipe, defendendo a tese de que é importante Vettel ter adversários à altura e não se distancie muito nas pontuações, afinal, todos ali estão disputando um campeonato.

Já a Ferrari garantiu o sexto e sétimo lugar em Xangai. O brasileiro Felipe Massa terminou em sexto apesar de ter liderado a corrida e ficado em segundo durante boa parte dela, porém o piloto não resistiu por muito tempo devido a um desgaste demasiado nos pneus. Mas já ficamos satisfeitos por ele ter superado com folga o seu companheiro de Ferrari, Fernando Alonso, que mais uma vez reclamou do carro da escuderia Italiana. Alias já estamos acostumados com o Alonso, sempre “chorando” e reclamando de alguma coisa, talvez aguardando o momento  do tão esperado jogo de equipe para favorecê-lo.

Massa usou a mesma tática de duas paradas nos boxes que Vettel, e assim como o alemão admitiu que três paradas talvez fossem melhor, pois o ritmo com o pneu macio estava dando conta. Já Rubinho conseguiu pela primeira vez do ano terminar a prova, ficando com a 13° posição, o brasileiro não realizou grandes ultrapassagens e nem fez um bom tempo, ao final comentou que trabalhará duro para que a equipe melhore o desempenho.

Sem dúvida a China esquentou e muito este mundial, principalmente com a surpresa da McLaren que duelou friamente com a Red Bull nas ultimas voltas, para a torcida valeu a pena ficar acordado nesta última madrugada, agora é aguardar o GP da Turquia, pois a temporada 2011 está só começando.

Texto: André Lima
Fotos: Divulgação, Getty Images
Fonte: UOL ESPORTES, Globo.com