Não tem pra ninguém, só dá James Franco na lista de queridinhos de Hollywood nessa temporada. James é a nova-velha aposta da indústria do cinema atual. Digo “nova-velha” por que não é de hoje que conhecemos James Franco e muito menos que ele está na batalha por um reconhecimento maduro de que de fato ele é um grande ator. Atualmente James tem colecionado capas de revistas e indicações a prêmios graças ao badalado filme (com o qual ele concorre ao Oscar), “127 Horas”. Um thriller que é baseado numa história verídica que tem se destacado entre os grandes filmes da safra 2010/2011.

O astro de “127 Horas” declarou ter ficado ancioso com a cena em que seu personagem corta o próprio braço na luta pela sobrevivência. “Nós sabíamos que esta seria a cena que todos estariam ansiosos para ver”, disse Franco. “Precisávamos equilibrar [a cena]. Achar um meio termo entre mostrar demais e não mostrar o suficiente para não banalizar a história e a experiência“. Disse ainda: “Aquele ato foi como um portal para que Aron (o personagem no filme) fosse adiante, e o espectador, para ter toda a experiência dele, precisa passar por este portal com ele“. Aron ficou com o braço preso sob uma rocha em um canyon de Utah, nos EUA, por seis dias, com pouca água e comida. Durante os dias de aflição, usou uma câmera de vídeo para gravar mensagens para a própria família, que foram usadas para recriar o filme. “O que é mais poderoso sobre estas mensagens é a dignidade com que ele achou forças. Ele achou que iria morrer e estas seriam as últimas coisas que sua família e sua mãe iriam ver. Então ele deixou mensagens edificantes, ao invés de mensagens de auto-comiseração“, opinou o astro.

Mas a carreira desse californiano de 32 anos nem sempre foi assim. Franco se formou na Palo Alto High School em 1996, ano em que começou a atuar nos palcos teatrais de sua cidade. Logo após, Franco foi estudar na University of California (UCLA), porém interrompeu os estudos para se dedicar a carreira de ator. E foi lá por Los Angeles que surgiu sua primeira oportunidade em 1999 numa série de televisão de sucesso. Em 2000 viria sua estréia no cinema, mas só em 2003 foi que James Franco se tornou conhecido do grande público ao estrear no filme Homem-Aranha, no papel de Harry Osborn, o filho do vilão Duende-Verde (Willem Defoe).

O filme foi um sucesso de crítica e comercialmente falando, arrecadando 114 milhões de dólares em sua estréia na América do Norte e 822 milhões em todo o mundo. Em decorrência dessa projeção que o filme deu, Franco fechou ótimos contratos e pôde estrelas grandes filmes ao lado de grandes astros. Em 2010 Franco chegou a participar de cinco grandes filmes, dentre eles “127 Horas” com o qual concorre ao Oscar de melhor ator. Se James Franco vai ganhar ou não, não sabemos, porém não será por isso que ele vai deixar de brilhar na calçada da fama esse ano. Em 2011 Franco já tem nada menos que quatro grandes produções para filmar, dentre elas o ramake de “Planeta dos Macacos”. Vida longa e próspera ao novo queridinho de Hollywood.

A revista americana Entertraiment Weekly de janeiro coloca o astro no pódio.

Texto: André Porto
Tratamento de imagem: Jorge Souza Filho
Fotos: Reprodução e Divulgação