Para quem viveu o auge dos anos 80, regado a muito rock, looks coloridos e musas que eram descobertas nas praias e baladas da época, sabe que Claudia Egito marcou essa época. Dona de um corpo escultural, que desfilava por Ipanema com seu biquininho de lacinho e sorriso largo. Para consagra-la ainda mais veio a capa da edição de verão da revista Playboy (dezembro de 85). Daí em diante ela não saiu mais do imaginário masculino. Hoje descobrimos Claudia morando em Portugal, cheia de novos projetos mas o mesmo jeito de menina que nos encantou lá trás. Nessas fotos produzidas por lá percebemos a mesma energia de sempre. E foi nesse clima que batemos um papo com ela. O resultado você confere aqui.

Cláudia você foi musa nos anos 80, mesmo com o passar do tempo você continua linda e em forma. Qual o segredo? Segredo nenhum. Tenho uma alimentação balanceada. Não como carne vermelha à cerca de 30 anos, exercícios físicos regularmente sem exagero e um bom vinho tinto no almoço e no jantar.

Atualmente você mora na cidade do Porto, como foi que surgiu a ideia de se mudar para Portugal? Conheci uma pessoa que morava no Porto e resolvi aceitar essa mudança de vida.

Você seguiu o caminho das artes plásticas e design, quais são seus atuais projetos no segmento? Os meus projetos são dentro de um estilo muito pessoal que imprime sempre a atração que tive e mantenho pelas artes plásticas. Não tenho neste momento nenhuma exposição programada, porém elas surgem a qualquer momento.

Você fez algum curso para aprimorar sua técnica nas artes ou é tudo dom natural? É um dom natural. Aprendo nos livros que compro e com artistas que vejo e acompanho.

Do que você sente saudades do Brasil, o que não tem em Portugal? O clima, a água quente do mar com a areia fina e o misticismo que o Rio de Janeiro tem. Bem como muita saudade da minha família e dos amigos.

Você pretende mesclar sua atividade de artista plástica e interior designer com projetos de construção civil, como vai funcionar? Sim, por ventura se me deparar com uma oportunidade em que possa misturar conhecimentos de design com o restante da construção civil.

Deixe uma mensagem para os leitores da MENSCH… Sendo brasileira, embora residir fora do país, desejo para o bem de todos os leitores de MENSCH, bem como para todos os brasileiros, que este país que é um continente, tome finalmente o rumo da honestidade, da seriedade, da competência. Afim de que o futuro de todos os brasileiros seja cada dia melhor, com mais qualidade de vida, melhor saúde, melhor ensino, enfim, um país moderno e de sucesso, onde vale a pena viver.

Fotos Matheus Koelho

Beleza Fatima Sueli

Produção Executiva Marcia Dornelles

Agradecimentos – Carla Rocha