E já dizia o sábio poeta português Fernando Pessoa, navegar é preciso. E de tão preciso, encanta aos que estão no mar em navegação e aos que estão na terra em contemplação. E essas são as sensações de quem pode experimentar velejar no Black & White da Hugo Boss ou simplesmente contemplar as performances do veleiro imponente e charmoso como a marca e das estripulias de sua tripulação comandada por Alex Thomson.

O TOUR

Em 6 de fevereiro aportou no Rio de Janeiro o veleiro da Hugo Boss e no dia 29 em Recife. Estas duas cidades foram contempladas para viver um Sailling Day a bordo do veleiro Black & White da Hugo Boss. O tour leva os convidados para viverem horas de adrenalina a bordo de um veleiro monocascos “Open” de 60 pés. E o que isso significa? Rapidez e modernidade para enfrentar corridas no mundo inteiro. E como a proposta da Hugo Boss é proporcionar uma experiência inesquecível, nada de ficar só curtindo o mar, os convidados se tornam parte da tripulação e ajudam a içar as velas e até mesmo darem uma de capitão da embarcação, tudo isso com muita segurança e total apoio da tripulação de alto nível, é claro.

O BARCO

HUGO BOSS AG e Alex Thomson Racing batizaram o “Veleiro Preto & Branco” em maio de 2010 durante uma cerimônia em Londres na presença de celebridades como Diane Kruger e o piloto de F1, David Coulthard. O veleiro foi projetado pelo argentino Juan Kouyoumdjian e montado na Nova Zelândia. O “Preto & Branco” – veleiro de corrida de 60 pés – é um dos barcos mais poderosos da categoria IMOCA 60. A categoria IMOCA é “open”, o que significa que mesmo tendo uma série de restrições à respeito da construção básica do barco, qualquer design é permitido.

O barco pesa cerca de 10½ toneladas. O mastro tem uma altura de aproximadamente 30 metros e a kilha possui 4½ de metros de profundidade e pesa 4 toneladas. O veleiro “HUGO BOSS” já navegou em volta ao mundo duas vezes. Primeiro em corrida solo e depois em dupla, no Barcelona World Race 2010/11. Em dezembro de 2011, a HUGO BOSS terminou em quinto lugar na famosa competição Rolex de Sydney a Hobart, desta vez com 6 tripulantes a bordo. Em 2010 e 2011, o HUGO BOSS Sailing Tour visitou os seguintes destinos: Mônaco, Nice, Nova Iorque, Ibiza, Mallorca e Barcelona, Sicilia, Malta, Turquia, Sylt, Kiel, Copenhagen e Sydney.

 

ALEX THOMSON RACING

O capitão britânico Alex Thomson é um grande talento do iatismo internacional. Competidor da categoria de alta velocidade extrema IMOCA 60, Alex é patrocinado pela HUGO BOSS desde 2003, tornando-se um dos relacionamentos mais longos e cobiçados da história do iatismo e dos patrocíonios esportivos.

 

Desde o dia 10 de Novembro de 2012, Alex está competindo na Vendee Globe, a volta ao mundo em corrida solo e sem escalas. No momento ocupa o quarto lugar, atrás dos franceses que há anos lideram a corrida. Alex ainda tem até Fevereiro, quando a prova completa 3 meses, para tentar alcançar uma posição no pódio. O Alex Thomson Racing foi formado em 2003 por Alex Thomson e Sir Keith Mills, um empreendedor britânico que conheceu Alex em 1999 durante o Clipper Round the World Yacht Race.

A sede da empresa está localizada em Gosport em Hampshire, na costa sul da Inglaterra. É neste local também que o veleiro fica ancorado quando Alex não está competindo. A equipe é constituída de 18 membros permanentes de áreas diferentes: equipe de vela, gerenciamento, administrativo, finanças, marketing e RP, equipe técnica e a tripulação do HUGO BOSS Tour.

 

ALEX THOMSON E HUGO BOSS

O envolvimento da HUGO BOSS com o esporte de vela existe desde o dia em que a marca decidiu patrocinar o Alex Thomson Racing (ATR) para a legendária corrida solo, Rolex Fastnet, na costa britânica em 2003. A parceria deu certo e em 2004 a HUGO BOSS se tornou patrocinadora oficial da equipe de corrida do Alex Thomson.

A parceria que completa 10 anos em 2013 entre ATR e HUGO BOSS é um dos mais longos patrocínios da história do iatismo. Atualmente dois barcos velejam sob a logomarca da HUGO BOSS. O barco de corrida com o qual Alex Thomson compete e o veleiro de mesmo porte que carrega o título de “embaixador da marca” e visita diferentes localidades do mundo (Ásia em 2012, América do Sul e Norte em 2013).

Para Alex Thomson 2013 começou em alto-mar, competindo no “Vendée Globe”, a volta ao mundo em corrida solo e sem escalas que tem uma duração de três meses e acontece a cada quatro anos. Conhecida como o “Everest” do iatismo, a competição é um verdadeiro desafio esportivo. Até hoje a competição é dominada pelos velejadores franceses. Alex é considerado como um dos poucos profissionais a ter a experiência e foco necessário para ganhar uma corrida desse porte.

THE KEEL WALK
E como era de se esperar, um aventureiro do tipo do Alex Thomson não se contenta somente em velejar, ele quer mais, faz mais. Com o suporte da HUGO BOSS, Alex ultrapassa os limites do iatismo para desenvolver formas criativas e inovadoras de retratar sua relação com o seu patrocinador – por exemplo, o “Keel Walk” e o HUGO BOSS Boat Tour para convidados da marca.
O “Keel Walk” é um ótimo exemplo de como a equipe de vela da HUGO BOSS gosta de inovar e surpreender. O vídeo, que mostra Alex vestindo um terno HUGO BOSS se equilibrando sobre a quilha do veleiro em um barco em movimento a 9 nós, teve mais de 1 milhão de visualizações no canal Youtube após apenas um mês online. Mas melhor que falar é mostrar:

A MENSCH no Hugo Boss Sailling Day
À convite da Hugo Boss e da Dona Santa, a MENSCH foi convidada a participar desse disputado passeio. Confira as fotos da equipe MENSCH velejando no Black & White e entenda quando Fernando Pessoa diz: Deus ao mar o perigo e o abismo deu, mas nele é que espelhou o céu.

 

 

+ FOTOS NA NOSSA FANPAGE: RevMensch

Acompanhe a MENSCH também pelo Twitter e nossa FanPage: @RevMensch e baixe gratuitamente pelo iPad na App Store.