Um dos lugares mais badalados de Lisboa, o Palácio do Chiado reúne nada menos que sete espaços onde é possível viver uma experiência gustativa num cenário de tirar o fôlego. Depois de longos dois anos dedicados à restauração, para uma perfeita preservação da estrutura e herança artística do edifício, o Palácio do Chiado, antigo palácio Quintela, da família do Marquês de Pombal, erguido em meados de 1781, abre suas portas. Com nada menos que 1.200 m² dedicados à gastronomia, cultura e entretenimento, onde passado e presente convivem como se nunca tivesse sido de outra forma. O lugar está predestinado a virar a nova febre do coração de Lisboa, independentemente de modismos, e fazer parte da cidade a longo prazo.

O passeio pelo local, por si só, já é uma experiência à parte. Logo na entrada há um bar e uma gigantesca sala de estar que permite observar, ao fundo, uma cozinha onde antes foram preparadas as refeições do palácio original. O espaço agora abriga uma pequena praça de alimentação, com quatro propostas gastronômicas mais expressas. O Burgers&Feikes, do U-try, o Meat Bar, derivado do restaurante Atalho; o Local Chiado, pelo Local – Your Healthy Kitchen, criado pela blogger Maria Gray; e o Páteo no Palácio, do Páteo do Petisco, espaço dedicado aos petiscos tradicionais portugueses.

Subindo para o primeiro andar, através da imponente escadaria e com vista para o brasão do barão de Quintela, descobre-se uma outra proposta do projeto, sob um grande leão dourado que sobrevoa o Foyer e dá ainda mais personalidade ao local.  Ali convivem como espaços de alta restauração a Espumantaria do Mar by Espumantaria do Cais, a cargo do Chef Vítor Hugo que une a bebida a sabores do mar; o Delisbon by Charcutaria Lisboa, com menu do Chef Vítor Sobral com enchidos, queijos e tapas; e o Sushic Chiado by Sushic, comida japonesa e asiática, eleito o segundo melhor restaurante de sushi do mundo fora do Japão. Para outro segmento, há ainda uma sala particular, a Sala Quintela, que pode ser alugada para eventos privados, com capacidade para 16 a 25 pessoas.

FARROBODÓ (Vodka Stoli Elit, Bols Strawberry, Sumo de Limã e Framboesa) – Um cocktail dedicado a Joaquim Pedro de Quintela, 1º Conde de Farrobo, também conhecido como 2º Barão de Quintela. Uma figura que, apesar da sua relevância política, social e cultural para o país na altura, será também para sempre lembrado pela faceta de excessos e festins que deu origem à famosa expressão: “Farrobodó”.

MONTEIRO DOS MILHÕES (Brandy, Porto Ruby, Ovo, Café e Açúcar) – Francisco Augusto Mendes Monteiro, mais conhecido pela alcunha “Monteiro dos Milhões”, foi um excêntrico que, com a mesma chave, abriu os portões da Quinta da Regaleira, do Palácio Quintela e de Farrobo e do seu jazigo no cemitério dos Prazeres.

MARQUÊS DE POMBAL (Licor de Ginja, Kiwi, Gengibre, Sumo de Limão e Sumo de Laranja) – Marquês de Pombal foi primeiro-ministro de Portugal, ficou para a história da capital lisboeta devido ao pensamento vanguardista aquando da renovação arquitetônica da cidade, após o terremoto de 1755 a ter devastado. Anos mais tarde, em 1930, Manuel de Sebastião de Almeida de Carvalho Daun e Lorena, bisneto de António Carvalho Monteiro e futuro 9º Marquês de Pombal, nasce e é batizado no Palácio Quintela e de Farrobo.

630 CONTOS (Moscatel C.E.F. Gin, Sumo de Limão e Compota de Pêssego) – 630 contos era o valor da propriedade em 1923, quando, por partilha do patrimônio, passa a pertencer a Maria de Melo de Carvalho Monteiro, filha de António Augusto Carvalho Monteiro.

PALÁCIO CHIADO (Martin Millers Gin, Vinho Tinto, Poejo, Sumo de Lima) – Depois de séculos de história, este cocktail marca o início de uma nova página que irá perdurar para sempre. Uma extravagante fuga ao banal é a promessa do Palácio Chiado e deste drink.

SERVIÇO

PALÁCIO DO CHIADO – Endereço: Rua do Alecrim 70, 1200-018, Lisboa – Portugal / Fone: 351 21 010 1184 / Funcionamento: Domingo a quarta das 12h à 00h e de quinta a sábado das 12h às 02h. www.palaciochiado.pt