Previamente apresentada no museu Victoria & Albert durante o London Design Festival, a Candela está em exibição no Trienalle de Milano até 22 de abril e é parte da instalação da Officine Panerai: “Light in the Darkness”, que mostra uma nova visão do conceito de tempo e luz, resumindo os valores que estão intrínsecos à Panerai: o design como vocação e como elemento de pesquisa e inovação; o tempo e seu fluxo contínuo; a luminescência, que é uma das características da manufatura desde a sua origem, ao atender esta necessidade da Marinha Real Italiana em seus instrumentos de trabalho.

A instalação consiste em uma estrutura circular suspensa girando lentamente que com a passagem do tempo, o disco passa por uma descarga concentrada de luz que faz com que ele emita um brilho que desaparece pouco a pouco. Isso é possível graças a junção de tecnologias analógicas e digitais usando materiais com propriedades de criação de luz.

Como parte da instalação também estão os relógios Submersible com suas características técnicas e design que complementam esta exibição. Sólidos, fortes e com visibilidade inigualável mesmo em grandes profundidades, os relógios de mergulho da Panerai são inspirados em um passado cujas as raízes estão no mar mas sempre olhando para o futuro com soluções técnicas e inovações.

Exemplos disso são o Luminor Submersible 1950 Carbotech TM 3 3 Days Automatic com caixa em carbotech, material composto de fibra de carbono e o Luminor Submersible 1950 Amagnetic 3 Days Automatic Titanio cuja caixa inovadora que evita que campos magnéticos cheguem ao interior do relógio.