Não podemos negar que o ser humano está cercado de novos hábitos alimentares, que ainda não sabemos quais podem ser suas consequências; comidas sintéticas, conservantes, agrotóxicos, hormônios, remédios, shakes, gorduras malignas, refrigerantes, entre outros. É tanta novidade para acompanhar a pressa do mundo capitalista, que alguns estudiosos afirmam que a má alimentação condicionada com o estresse e outros fatores, poderia acarretar em doenças como o câncer, por exemplo.

E parece que os americanos tentaram arrumar uma solução para o problema; Você já ouviu falar em Master Cleanse? Pois bem, trata-se de um jejum criado na década de 70 para limpar as toxinas do corpo e melhorar os hábitos alimentares. Essa dieta promete limpar o corpo, removendo as toxinas associadas às drogas, álcool, tabaco, fast-foods ou alimentos industrializados como refrigerantes, café e chás.
A dieta criada por Stanley Burroughs foi publicada em seu primeiro livro em 1976. Já na introdução da obra, o autor descreve; “Para os novatos e também para os estudantes avançados, a purificação serve para eliminar qualquer doença. A proposta deste livro é simplificar a causa e a correção de todas as desordens do corpo, não importando o nome que se dê a elas”.
Na dieta ingere-se única e exclusivamente uma limonada feita com limões sicilianos frescos, Maple Syrup Canadense (chá com folha típica do Canadá), água mineral e pimenta caiena (vermelha), além de uma lavagem matinal de água morna com sal marinho. Não é permitido ingerir nenhum tipo de alimento sólido nesse período, que poderá durar de 10 a 40 dias. Segundo o livro, a Master Cleanse não agride o corpo porque contém algumas vitaminas e minerais essenciais.

 

Para os corajosos que se aventurar nesta ideia, o ideal é aguentar no mínimo dez dias. Após o seu término, algumas pessoas retornam aos seus hábitos alimentares normalmente logo no dia seguinte, mas não é recomendado, principalmente nas primeiras vezes. Na verdade o objetivo dela não é a perda de peso, mas uma desintoxicação completa do organismo, você irá emagrecer apenas como consequência. A dieta ficou mundialmente conhecida após a cantora e atriz Beyoncé Knolwes ter confirmado no programa “The Oprah Show” que a seguiu por 10 dias eliminando 9kg. Vamos a dieta!
DIETA MASTER CLEANSE
PRIMEIRA FASE – começo da dieta (3 DIAS)

 

DIA 1: você só se alimenta de “comidas vivas” [ou raw food, em inglês]: frutas, verduras e legumes. Nada de carnes, laticínios e alimentos processados e industrializados.
DIA 2: igual ao 1º dia, só que na forma de líquidos. Ou seja, você vai consumir os mesmos alimentos na forma de sucos e sopas pra preparar seu corpo pra vários dias seguidos de uma dieta “monolíquida”.
DIA 3: apenas suco de laranja. À noite beber 1 xícara de chá de Senne [laxante natural].
SEGUNDA FASE – limonada [10 à 40 dias]

 

➜ Manhã: Salt Water Flush
Lavagem Estomacal – 500 ml de água morna com 1 colher de chá de sal marinho [de preferência o NÃO iodado. Caso não encontre pode ser o sal marinho iodado mesmo. Esta lavagem faz você ir ao banheiro – limpa o intestino mesmo – cerca de meia hora depois].

 

➜ Durante todo o dia: Limonada
* 2 L de água mineral
* 195mL de suco de limão [cerca de 5 limões]
* 195mL de Xarope de Maple [maple syrup]. Como é difícil de encontrar pode ser substituído pelo Melado Puro.
* 1/2 colher de chá de Pimenta Cayena [É um preparado de pimenta em pó encontrada em lojas de condimentos.➜ Noite: Laxante [Apenas na noite anterior ao 1º dia e na 2º noite]
* 1 xícara de chá de Senne [laxante natural]

TERCEIRA FASE – saída da dieta [3 dias]

Igual à fase de entrada, revertendo os dias, começando pelo final. Inicia com o suco de laranja e termina na raw food. Obs: Você poderá adotar a “Master Cleanse” apenas 1 dia na semana.
“O corpo guarda a maioria das toxinas nas células de gordura, e o jejum é necessário para que essas células possam ser quebradas e as toxinas eliminadas”, afirma o designer Peter Glickman, autor do livro Lose Weight, Have More Energy & Be Happier in 10 Days (Perca Peso, Tenha Mais Energia e Seja Mais Feliz em Dez Dias), lançado há dois anos nos Estados Unidos. Glickman aderiu ao Master Cleanse em 2003. De lá para cá, afirma recorrer ao jejum de dez dias uma vez a cada três meses. Ele não é médico nem nutricionista. Diz ter acompanhado a desintoxicação de mais de mil pessoas. “O limão e o bordo dão energia. A pimenta é para ajudar a dilatar os vasos. Já a água com sal é para facilitar o trabalho do sangue”, afirma. “As pessoas se sentem muito bem durante a dieta.” (criticas retirada da revista Época de 10/09/2008)
Os interessados são seduzidos pela perda de peso rápida. Só que o jejum ativa um estado de alerta no organismo. Quando a pessoa volta a comer, as calorias são estocadas com maior eficiência. Isso faz com que o incauto recupere rapidamente todo o peso perdido. Muitas vezes, a pessoa fica mais gorda que antes da dieta, em um efeito conhecido como “sanfona”. De acordo com Marcio Mancini, supervisor do laboratório de obesidade do Hospital das Clínicas, em São Paulo, o corpo reage a essas dietas como se estivesse sendo agredido. “O organismo tenta economizar o máximo de calorias e, quando a pessoa volta a comer, ele continua fazendo isso. Por isso, o ganho de peso é bem rápido”, diz Mancini.
Os médicos especializados em emagrecimento encaram a Master Cleanse com aquele ar de quem já está vacinado contra essa história de milagres que queimam calorias. Embora os dois livros de Burroughs não tenham sido lançados no Brasil, eles continuam a vender bem nos Estados Unidos. Lembrando que ainda não existe relato de morte ou queixas graves de pessoas que embarcaram na Master Cleanse. Nos relatos da internet, porém, há indícios de que ela é inofensiva e benéfica. Bem, agora cabe a você encarar mais essa e descobrir os benefícios (ou não).
Acompanhe a MENSCH
também pelo : @RevMensch