O Salão do Automóvel de Genebra (Suíça), um dos mais bem conceituados do mundo, durou dez dias (que aconteceu esse ano de 03/03 a 13/03) e sempre traz grandes novidades dentre os lançamentos automobilísticos que a indústria está projetando. Dentre os destaques, temos os três mais recentes modelos da Porsche, um deles, o 918 Spyder, com acionamento híbrido. Enquanto não lança seu novo híbrido a Porsche anunciou uma série especial 911 Turbo S chamada “Edition 918 Spyder” em homenagem ao modelo que virá em 2013.
Altamente inovador o carro-conceito da Porsche, o 918 Spyder Porsche é inteligente e combina tecnologia, performance de alta tecnologia no automobilismo e design clássico. O Porsche 918 Spyder, com plug-in híbrido oferece o desempenho de um carro esportivo puro-sangue super no consumo de combustível de apenas três litros por 100 km no âmbito da Nova Driving Cycle. 

Com uma abertura de dois lugares equipado com um V8 de alta velocidade em desenvolvimento mais de 500 cv e funcionando com o motor em velocidade máxima de 9.200 rpm, bem como motores elétricos no eixo dianteiro e traseiro com saída de mecânica em geral de 218 cv (160 kW). O motor de combustão V8 é um desenvolvimento da unidade de energia de grande sucesso de 3,4 litros já constasse do carro de competição RS Spyder e meia não posicionada na frente do eixo traseiro, dando ao carro o direito de set-up para o excelente desempenho na pista de corrida através do seu bom equilíbrio.

A energia é guardada em uma bateria de íon lítio resfriada por líquido arrefecedor, posicionada atrás do banco do passageiro. A grande vantagem dos híbridos que podem ser ligados na tomada é que a bateria pode ser carregada em uma rede elétrica normal. Já a energia cinética do carro é convertida em energia elétrica por meio dos freios regenerativos. A partir do momento que o motorista aplica os freios, é gerado mais energia para uma aceleração rápida e dinâmica.

Um botão no volante permite ao motorista escolher entre quatro modos de direção diferentes. O E-Drive usa apenas força elétrica para operar o carro e percorre até 25 km. No modo híbrido, o 918 Spyder usa tanto o motor elétrico como o motor a combustão dependendo das condições e exigências de direção, oferecendo desde economia máxima de combustível até alta potência. Segundo a marca alemã, o modelo híbrido realiza uma volta completa no traçado de Nürburgring (pista alemã conhecida por exigir equilíbrio e desempenho dos automóveis) em 7min30s, 2s0 a menos que o Carrega GT.
Como normalmente acontece, será uma série limitada de 918 unidades e custará € 645.000 (o equivalente a R$ 1,52 milhão sem taxas de importação e impostos brasileiros), o 911 Turbo S começará a ser vendido em junho de 2011 e custará € 173.241 (R$ 409.000) euros na versão Coupé e € 184.546 (R$ 435.000) para a versão Cabriolet. A série limitada utiliza motor 3.8 6 cilindros boxer biturbo com 530 cavalos de potência e oferece como diferencial apliques da pintura “verde ácido” do 918 Spyder, novo painel de instrumentos, tela de LCD, além de revestimento em couro.
Veja como foi projetado o 918 Spyder:

Texto: André Porto
Fotos: Divulgação
Fonte: Web Motors, G1, Carro OnLine, Quatro Rodas