O mundo dos esportes não reservaria grandes atrações para 2012 não fosse a mais aguardada competição do planeta: as Olimpíadas. Com os campeonatos mundiais de diversas modalidades tendo acontecido nos dois últimos anos, os Jogos Olímpicos são mais aguardados que nunca, uma vez que reúnem a nata dos atletas mundiais. Mas o ano traz outras grandes competições, que prometem badalar o calendário esportivo e atrair muita audiência.

Fórmula 1 – O tradicional campeonato da maior categoria do automobilismo mundial tem início em 18 de março, na Austrália. Vettel vem forte para lutar pelo tricampeonato, mas tem na sua cola Alonso, Webber, Button e Hamilton, que certamente farão boas brigas com Red Bulls, Ferraris e McLarens. Pelo Brasil, correrão Felipe Massa, pela Ferrari, tentando se recuperar de dois anos pífios na categoria, e Bruno Senna, que tomou o lugar de Rubinho na Williams. Barrichello deixa a categoria depois de 19 temporadas ininterruptas sem uma despedida à altura. A grande novidade é a volta do GP dos Estados Unidos, que acontecerá em Austin, no Texas. O fechamento, mas uma vez, será em Interlagos, no dia 25 de novembro. 

Brasileirão – De abril a novembro, teremos mais uma edição do Campeonato Brasileiro de Futebol. 2012 marca a décima edição do formato de pontos corridos, que premia as equipes mais regulares da competição, e não somente os que se destacam na reta final. Os times que ascenderam para a Série A este ano foram Portuguesa, Náutico, Ponte Preta e Sport, que se juntam aos demais 16 clubes pela luta por vagas na Taça Libertadores da América e da Copa Sul-Americana, além do tão cobiçado título. Agora, enquanto os times disputam os estaduais, aguardamos a tabela do Brasileirão ser divulgada pela CBF.
UEFA Euro 2012 – Passados quatro anos do seu título, a Espanha vai buscar mais um caneco, dessa vez como atual campeã do mundo, no tradicional campeonato europeu de seleções de futebol. A edição deste ano será disputada entre 8 de junho e 1 de julho, em duas sedes: Polônia e Ucrânia. Mais forte do que nunca, a competição conta com todas as potências futebolísticas do continente, como Itália, Inglaterra e França. O destaque é o grupo da morte, que tem Holanda, Dinamarca, Alemanha e Portugal. Infelizmente, uma seleção de peso será eliminada na primeira fase, talvez até duas. Depois da Copa do Mundo, a UEFA Euro é o campeonato de seleções mais importante, e com certeza todos os continentes pararão para acompanhar os jogos. 

Olimpíadas – Evento esportivo mais aguardado do ano, os Jogos Olímpicos voltam pela terceira vez na história para Londres. A capital do Reino Unido tem a difícil missão de superar a quase perfeição que foram os jogos de Pequim em 2008. Com uma cerimônia de abertura impecável, os chineses darão trabalho para ser superados, mas os britânicos também prometem fazer bonito e mostrar por que lutaram tanto para sediar os jogos.
Organização à parte, as competições prometem muita briga e surpresa. Michael Phelps, a grande atração dos dois últimos jogos, não está mais no auge, mas ainda tem fôlego para aumentar nas piscinas inglesas seu recorde de medalhas. O duelo esperado é entre Estados Unidos e China pela ponta do quadro de medalhas. Os chineses lideraram pela primeira vez em casa, mas os americanos querem dar o troco. Espera-se do Brasil um grande salto no quadro, uma vez que abriremos terreno para disputar muitos ouros em 2016 no Rio. Nossa delegação, aliás, segue com atletas classificados em 17 modalidades até agora, tendo como destaques Cesar Cielo, Diego Hipólito, Fabiana Murrer e os velejadores Robert Scheidt e Bruno Prada, que têm toda a possibilidade de conseguirem o lugar mais alto no pódio. No coletivo, vamos, como sempre, muito fortes no vôlei masculino e feminino, tanto nas quadras como na areia, além do futebol, que tentará mais uma vez o ouro que ainda não veio. No meio de tantos atletas e modalidades, o bom mesmo é acompanhar os jogos entre 27 de julho e 12 de agosto.
 

Mundial de Natação em Piscina Curta – Istambul recebe nadadores do mundo inteiro entre 12 e 16 de dezembro para o fechamento dos grandes eventos esportivo do ano. Passadas a Olimpíadas, nadadores de todo o mundo competem na piscina pequena por medalhas e premiações. Nosso especialista é Thiago Pereira, que detém o recorde de medalhas de ouro nas etapas da copa do mundo da categoria. Espera-se que grandes nomes da natação mundial também participem, como César Cielo e o americano Ryan Lotche.


Como se pode ver, o ano será bem agitado dentro das quadras, pistas, piscinas e na sala de TV. Prepare o coração que muitas emoções estarão em jogo nos próximos meses.

Acompanhe a MENSCH
também pelo Twitter: @RevMensch e baixe gratuitamente pelo iPad na App
Store.