Além de dominar o guarda-roupa de várias mulheres fashionistas durante a pandemia, a moda oversized caiu no gosto masculino. Com cortes mais volumosos e exagerados, a tendência é marcada por peças mais largas, que são super confortáveis e práticas. É uma trend que combina com qualquer estação do ano, mas, no inverno, ela ganha ainda mais destaque. O stylist e influencer Kelvin Albuquerque aponta como usar roupas do estilo oversized no dia a dia.
 
“Jaquetas, blusas e moletons são as peças que mais combinam com esse estilo e conseguem compor um look aconchegante em dias mais frios. Por isso, estão tão em alta nessa época”, explica Kelvin.
 
Com uma referência forte dos anos 90, o visual oversized tem como referência elementos do street style, com aquela pegada urbana e casual. Não à toa, os looks costumam ser descontraídos e ideais para o dia a dia. Além disso, para usá-lo, não existem regrinhas: mesmo tendo uma silhueta mais baixa ou mais avantajada, é possível aproveitar as diversas nuances dessa trend.
 
“Quando brinco com as camadas no look, esse visual oversized fica bem bacana e dá um contraste muito legal para a produção”, aponta. “O mais importante é utilizar peças que favoreçam seu corpo e traduzam sua personalidade.”
 
Algo que muitas pessoas costumam confundir é a peça longline e a oversized. Kelvin explica a diferença entre elas:
 
“Um erro muito comum é achar que qualquer peça que esteja grande já se enquadra na moda oversized. Isso não necessariamente é verdade. Uma peça oversized apresenta detalhes amplos, como ombros e comprimento de mangas, que neste estilo são maiores que o convencional, ao mesmo tempo que a medida do tronco e das pernas deve continuar seguindo a modelagem padrão”, explica.

COMO USAR PEÇAS OVERSIZED

Para apostar em outfit oversized, comece pela parte de cima “Jaquetas são ótimas para entrar nesse universo, principalmente modelo jeans ou uma versão mais estruturada. As puffer jackets, aquelas com tecido acolchoado, também se tornaram febre nas últimas coleções e ainda há certas variações com comprimento similar a de sobretudos”, indica. “Se quiser ousar, dá para investir em calças over, combinando-as com camisas e blusas em números convencionais”, acrescenta.

Outra dica do influencer é caprichar na sobreposição na hora de montar o look, mas vale se atentar à combinação. “Tente escolher cores da mesma tonalidade e peças que possuam harmonia visual juntas. Também defendo a ideia de evitar usar várias peças desse estilo em uma só produção, pois mesclar duas peças muito largas pode transmitir uma imagem desleixada e sei que não é esta proposta que muitos homens buscam”, pontua.

As camisas são um dos principais itens dessa moda. “Geralmente, elas podem ser encontradas no mercado em três tamanhos. Um que chega quase até o final do quadril, outro que cobre completamente seu quadril e o terceiro chega à metade da coxa”, descreve Kelvin.

Os moletons também são coringa no que se refere à tendência over. “Eles podem ser observados principalmente nos suéteres básicos, aqueles de gola careca, e nos hoodies, que são os casacos com capuz. Quem não abre mão dessa peça é o rapper Kanye West, aliando conforto e estilo.”

No fim das contas, o que importa é testar diferentes looks e saber como entrar nessa trend sem deixar de lado a sua identidade visual. “A moda não faz distinção, mas é interessante entender quais efeitos essas peças maiores oferecem para cada um, já que diferentes tipos de altura podem influenciar, por exemplo. Mas foque sempre no seu bem-estar e em como você se sente usando aquela peça”, completa.