Partindo do princípio que em musculação é importante saber que objetivos se quer alcançar, o treino intervalado é uma forma de atrelar os exercícios de musculação de forma mais eficiente juntamente com exercícios aeróbicos nos intervalos. Esses “intervalos” referem-se à variação de momentos intensos e leves durante o exercício. Ou seja, consiste em alternar a intensidade do exercício, intercalando picos de esforço (em um ritmo moderado ou forte), com pausas de recuperação (em ritmo leve).

Essa forma de treino é indicada principalmente para quem quer iniciar um treino para uma competição (por exemplo) e ideal para quem quer perder peso. Por conta da atividade aeróbica de alta intensidade por curtos períodos de tempo são muito mais eficientes, pois aumentam a resistência física, conduzem à melhora cardiorrespiratória e reduzem a gordura corporal acumulada. Isso faz com que essa modalidade de exercícios seja mais eficiente para emagrecer.O treino intervalado surgiu na Alemanha, por volta de 1939, comumente aplicado em atletas para futuras competições olímpicas. Porém, diante de benefícios como a melhora do condicionamento cardiorrespiratório e uma maior queima de calorias em comparado à exercício feito no mesmo ritmo e o incremento de atividades repetitivas. Sendo assim esse tipo de treino se tornou cada vez mais popular e é aplicado com sucesso nas academias e por Personal Trainers.

 

Este é sem dúvida, um grande estímulo para pessoas que consideram que o seu treino está chato, monótono ou fácil de ser executado. Porém é recomendável de início uma avaliação física que inclua teste ergoespirométrico, avaliando o desenvolvimento cárdio-respiratório. Durante o treino é importante, pelo menos no início, acompanhar os batimentos cardíacos, o que induz a praticar esse tipo de treino sempre acompanhado. De início é imprescindível seguir o treino montado pelo professor (ou personal) baseado no seu condicionamento físico e com alternância de intensidades proporcionais a esforço e recuperação (quanto maior o esforço, maior deve ser a recuperação).
O alongamento é outro fator primordial, já que será trabalhada a parte aeróbica com corrida e/ou bicicleta, além dos exercícios localizados. O alongamento deve ser feito antes e depois do treino. Treino esse que pode ser feito em dias alternados, de 3x a 4x por semana, dependendo do objetivo e disposição de cada um. O treino pode ser feito na seguinte seqüência: 10 min. de esteira ou bicicleta, um exercício muscular (você deve escolher que grupo irá trabalhar) de 15 repetições e uma série de abdominal, pausa para descanso; e volta a repetir a sequencia.

 

Sendo assim, cai o mito de que só atividade aeróbica é o indicado para perda de peso. Pois a musculação é um excelente meio de se reduzir o percentual de gordura, proporcionando ainda mais benefícios. Com o treino com pesos, intervalados com aeróbicos, irá estimular a síntese de proteínas musculares resultando numa melhora estética tais como  funções do aparelho locomotor. Os benefícios desse tipo de treino são mais duradouros devido à manutenção e elevação do metabolismo de repouso, que está relacionado com a massa muscular.Fonte:
O Mundo da Corrida – www.omundodacorrida.com.br
Revista Boa Forma
Revista Mens Health

 

Acompanhe a MENSCH
também pelo Twitter: @RevMensch e baixe gratuitamente pelo iPad
na App Store.