Foi no final de 2010, mais especificamente na Intermot Motocycle Show na cidade alemã de Colônia, um dos maiores eventos sobre motocicletas do mundo, que o mundo conheceu a nova Kawasaki Ninja ZX10R. O mais novo lançamento veio para contra-atacar a tecnologia alemã na S1000RR, considerada a top em tecnologia e inovação em duas rodas. A Kawasaki Ninja ZX 10R 2011 chegou com visual renovado, com linhas retas, mais modernas e agressivas. O visual encanta logo de cara por conta do desenho de seus faróis com um formato inédito e a enorme entrada de ar ao centro da dianteira, e nas laterais o novo escapamento com formas futuristas, até então inédito.

O novo modelo foi totalmente redesenhado e vem com vários componentes especiais além das mudanças visuais. Com um controle de tração inteligente, que percebe as condições de tração da pista e se ajusta a curva de toque e potência para manter o motor na trajetória, sem perder a performance. Por sinal o motor é totalmente novo, um potente quatro cilindros 999 cc com refrigeração líquida, despejando sobre a roda traseira a potência total de 200.1 cv e incríveis 13 mil rpm. O motor é o responsável por deixar a nova Kawasaki Ninja 2011 uma das motor de série mais rápida do mundo. Tudo isso leva a crer que a ZX-10R será considerada um míssil capaz de passar dos 300 km/h e que leva cerca de 3 segundos para passar dos 100 km/h. Um sonho para quem curte velocidade em duas rodas.

Na ZX-10R os modos de pilotagem são três. o sistema mede e controla o rpm do motor, a posição do acelerador, impedindo que a roda traseira perca contato com o solo girando em falso ou que muita potência seja despejada de uma só vez. Além do “Full”, com toda potência liberada, existe o “low” onde a entrega é feita de forma mais dosada, e por fim, o modo médio variável, em que até 50% do curso do acelerador você tem potência total, mas após isso ela pode ser selecionada em mais dois modos: total ou variável. Para ajudar ao piloto controlar toda a potência do motor. Nesse caso, corresponde a mais ou menos 60% do modo “full”, mas que varia proporcionalmente com a posição do acelerador.
Dentre as novidades trazidas nesse novo modelo, destaca-se uma enorme barra de leds no painel eletrônico, algo inédito, que indica troca de marcha quando os leds começam a piscar. Além de uma iluminação ajustada automaticamente e fornecer informações para cada tipo de piloto em dois modos: “Standard” e Race”. O quadro de suspensão e o garfo dianteiro são outras novidades que terminaram deixando a Ninja 2011 10 kg mais leve, com essa nova
solução com garfo telescópico invertido, que vem sendo adotada nas novas motos superesportivas, ele tem 43mm. E por fim, os discos duplo de 310 mm na dianteira e simples de 220 mm na traisera com quatro pistões na dianteira.A Kawasaki Ninja ZX10R marca uma nova era das super motos onde o destaque são os microprocessadores que administram as motocicletas. Um novo passo ao futuro em duas rodas. A ZX10R já chegou no mercado internacional, porém ainda não tem data certa para o lançamento aqui no Brasil. Mas só por curiosidade, o valor médio dela deve girar em torno de R$ 54.900,00. É o preço de se ter uma máquina de última geração como essa.

Fotos e vídeo: Divulgação 2010 Kawasaki Heavy Industries, Ltd
Fonte: Moto Sport, G1