O período de isolamento social para muita gente foi um momento de parada, redescobertas e novas inspirações. Que o diga o cantor que Paul McCartney, aos 78 anos de idade (mais de 60 deles na estrada da vida), preparou carinhosamente sozinho o álbum McCartney III, que foi disponibilizado por ele para os serviços de streaming nesta sexta-feira (18). Trata-se do terceiro álbum da série autointitulada e marca duas datas emblemáticas: o 50º aniversário do primeiro álbum solo do ex-Beatle e os 40 anos de sua continuação, o McCartney II. 

Assim como havia feito com os álbuns McCartney, de 1970, e McCartney II, de 1980, Paul se dedicou profundamente na criação desse novo trabalho. Em cada ano desses, ele se distanciou de algo (em 1970, dos Beatles, em 1980, dos Wings e em 2020, de todo o mundo, como todos tivemos que fazer). O novo disco marca o 18º trabalho solo de Paul McCartney e chega pouco mais de dois anos depois de seu LP anterior, Egypt Station.  

O disco é inspirado e traz todos os Pauls, o do violão, o do piano, o das canções de ninar e dos rocks de despertar. A canção “Seize The Day”, por exemplo, é um rock and roll desses vigorosos, mas dóceis, a porção de equilíbrio à aspereza de Lennon que Paul sacou logo, sofisticou e levou para a vida. Seu peso não precisou de revolta, algo que ele nunca teve, e seu rock and roll, por mais alto que sua voz chegou em Helter Skelter, não precisou da raiva.

“A cada dia eu começava gravando uma canção com o instrumento no qual eu a compus, e depois ia adicionando camadas. Foi muito divertido. Foi sobre fazer música para mim mesmo, em vez de ser um trabalho. Não fazia ideia que isso ia gerar um álbum inteiro”, declarou Paul.

Para celebrar a chegada desse novo álbum, que pode ser ouvido na íntegra abaixo, Paul Um bom exemplo do processo de criação pode ser visto no clipe do primeiro single, “Find My Way“, também lançado hoje em seu canal oficial no YouTube. O filme conta com a direção de Roman Coppola e apresenta o músico em seu estúdio em Sussex, Inglaterra, produzindo e tocando todos os instrumentos. 

Veja o clipe de “Find My Way”: