Um dos jovens talentos da nova geração, Gabriel Contente, 23 anos, segue sua promissora carreira depois de sua estreia nos cinemas com “Intimidade Entre Estranhos” e com o atual personagem Vicente na novela “Bom Sucesso”. Gabriel conta que é bem diferente do personagem que interpreta e diz que está aprendendo muito com as cenas que protagoniza, “vicente me dá a possibilidade de trabalhar meu ator de forma completa. Ele tem cenas, muito bem escrita pelos autores, de conflitos extremos”, comenta ele durante entrevista. Prestes a encerar mais esse trabalho, Gabriel já se prepara para uma Web Série super engraçada chamada “Vamo que Vamo”, que será lançada no YouTube e voltar aos palcos com a peça “Pão com Ovo”. E isso é só o começo! 

Gabriel, como tem sido interpretar o Vicente. Um filho de papai que aos poucos foi mudando e se tornando um cara melhor? Vicente me dá a possibilidade de trabalhar meu ator de forma completa. Ele tem cenas, muito bem escrita pelos autores, de conflitos extremos. Brigas com a Gabriela e com os pais por se sentir incompreendido, cenas apaixonado e de extrema descontração com a namorada, cenas de depressão profunda, como quando ele se sentiu sozinho. Muito bom trabalhar um personagem que muda tanto durante o perdido da novela.

Como é pra você a criação de um personagem? Para mim o trabalho sempre começa de dentro pra fora. Construo primeiro a forma como o personagem vê o mundo, ética e moralmente. Depois vou entendendo seus objetivos, seus hábitos, o que ele acha de cada um que se relaciona. Isso por si só já me dá toda uma fisicalidade diferente. O Vicente por exemplo acabou ficando com muitas tensões, principalmente na boca, o que lhe causa certos tiques, o que é o oposto do Kavaco que era bem relaxado. Até a forma de falar fica diferente.

Algo em comum com Vicente? Como você enxerga essa mudança de perfil dele? Todos os personagens que eu fizer na vida vão ter muito de mim. Acho que o trabalho sempre é sobre si mesmo. É sempre sobre você com uma visão de mundo diferente da sua. Se eu fosse rico, se eu fosse pobre, se eu não me importasse emocionalmente com ninguém (no caso de um psicopata), se meu sonho fosse jogar basquete ao invés de fazer teatro, se eu tivesse um irmão deficiente, etc. Vejo a mudança do Vicente necessária até como uma forma de mostrar para o público que as pessoas mudam. A verdade de alguém pode ser é geralmente é mutável. Isso não tem a ver com abrir mãos de princípios, tem a ver com o fato de estarmos. Constantemente mudando de ideia.

Você acha que o amor realmente modifica as pessoas? Não é só papo de novela não? Muda! Com certeza. Às vezes melhor, as vezes para pior… (risos). O amor e a paixão tiram a gente do eixo.

Aos 13 anos você já estava pisando nos palcos. Como foi isso? Sempre soube que queria ser ator? Sempre tive alma de artista. Mas sim, desde os 13 que tenho certeza absoluta. Nunca me questionei sobre isso. No palco eu me sinto mais vivo que na minha própria vida. Atuar é a gasolina do meu carro. Que no caso sou eu. Ok, péssima essa analogia, mas vocês entenderam.

Você é um cara romântico? Até que ponto? Qual a maior prova disso? Eu sou muito. Quando estou solteiro confesso que gosto de aproveitar. Mas sempre sou fofo. Está no meu signo, Canceriano, não consigo fugir. Quando namoro, fico mais no clima de romântico como num filme. Gosto de fazer surpresas, compor canções, escrever poemas, levar no cinema e no teatro, passear à noite para ver a lua…essas coisas.

O que faz uma pessoa interessante ao seus olhos? Gosto de pessoas inteligentes e talentosas. Pessoas que saibam escutar, mas que gostem de falar. Cheiro bom é algo que me atrai muito! Um beijo gostoso… Gosto de me relacionar com quem pensa no outro e tem empatia. Não adianta a pessoa ser linda, cheirosa, inteligente e talentosa e ser uma escrota.

Quando sai do estúdio de gravação o que faz para relaxar? Onde recarrega as baterias? Principalmente na praia! Amo recarregar na praia. A água do mar é minha maior fonte de energia. Gosto de comer bem e de estar com pessoas que me tragam boas energias. Encontrar amigos é a melhor forma de recarregar.

Com o destaque em “Bom Sucesso” como tem sido o assédio? Como lida com tudo isso? O sucesso da novela é maravilhoso. Eu e meu trabalho tem sido muito reconhecido pelas pessoas. Amo esse carinho. Viajei pra Bahia e achei muito engraçado por que lá você anda e a cada três pessoas alguém pede foto. Aqui no Rio as pessoas tão mais acostumadas eu acho. Eu adoro quando pedem foto, adoro quando vem abraçar. Vejo tudo como carinho e nunca como assédio. Lógico que tem pessoas sem noção, mas eu tenho muita sorte é só encontro amor.

Você é um cara muito vaidoso? Como cuida da aparência? E como cuida do corpo e da mente? Eu gosto muito de mim. Mas não sei se sou exatamente vaidoso. Sou muito narcisista! Adoro um espelho! É um vício. Mas não é exatamente por que quero estar bonito. Gosto de reparar em mim e saber como estou. Ajuda na minha coincidência de artista. Quando comecei adorava ver minhas caras no espelho. Mas sou até bem relaxado com minha forma de vestir. Vou de chinelo trabalhar e sempre me visto como estou à vontade. Às vezes acabo pegando muito o estilo do personagem, isso me ajuda e ver o mundo como ele. Viciei em boné e regatas por conta do Vicente. Emagreci bastante entrei na academia para fazer o personagem também. Gosto de mudar sempre. Hoje eu faço bastante exercício, além da academia passei a jogar basquete com frequência. Adoro andar de bike também, para todo lugar.

Jogar basquete faz parte da sua rotina ou aprendeu já pra novela? Aprendi pra novela mas hoje faz parte da minha rotina.

É mais da noite ou do dia, o que faz sua cabeça? Não sei dizer. Acho que sou meio dividido. Amo programas matinais, praia, passeios ao ar livre, mas também adoro um bar ou um luau. Quer me ganhar? Me dá comida, bebida e conforto.

Lá na frente, quando já tiver uns 10 anos de carreira, como quer ser reconhecido pelo público? Com muita felicidade eu digo que em 2019, completei 10 anos de carreira! Mas daqui a 10 anos, quando eu tiver 20, quero ter feito muita coisa para a arte. Quero que olhem para mim e digam: esse fez a diferença.

Esse mês acaba “Bom Sucesso” já tem planos para o futuro? Quais os próximos passos? Em março estreia uma Web Série super engraçada chamada “Vamo que Vamo”, que será lançada no YouTube. Estreio também um texto meu no teatro Cesgranrio, dia 3 de abril. Se chama “Primavera Cinzenta. Agora dia 5 de fevereiro vou para São Luiz fazer mais uma vez a peça “Pão com Ovo”! E isso é só o começo! Vem muita coisa por aí. Costumo dizer que todo ano que entra é o melhor ano da minha vida.

Fotos Pino Gomes

Beleza Diego Hassan e Keiviany Andrade (@Flashyoubeauty)

Moda Paulo Zelenka

Assistentes de fotografia Mauricio Ribeiro e Carlos Augusto

Agradecimento especial Adarlindo Lima