Uma nova era se inicia próximo ano para a Maserati que depois de mais de 15 anos, está de volta ao segmento dos carros superesportivos. A fabricante italiana apresentou o incrível MC20. O modelo traz o conhecido design italiano, com linhas cheias de estilo, incluindo portas com abertura para cima. Segundo a própria Maserati, o início de uma nova era para a empresa. O símbolo dessa nova era da marca do tridente também estará disponível em uma versão totalmente elétrica a partir de 2022 e agora surgem os primeiros dados que farão os fãs ficarem de olhos abertos.

O MC20 será oferecido como um coupé de dois lugares ou conversível com uma cabine minimalista voltada para o motorista. Uma colaboração com a empresa de engenharia do automobilismo Dallara resultou em uma estrutura de fibra de carbono com chassis auxiliares de alumínio para a suspensão e o trem de força. Essa construção minimiza o peso, o que define o MC20 para o sucesso relacionado ao desempenho. A Maserati está executando um protótipo em torno de sua cidade natal, Modena, Itália, desde março, então ainda esperamos que o MC20 esteja à venda na Europa até o final de 2020 e chegue às concessionárias dos Estados Unidos em 2021.

O MC20 é um modelo totalmente novo para a linha Maserati, e o “MC” em seu nome se refere a Maserati Corse – um sinal de que a marca em breve retornará aos eventos de corrida com uma variante do carro somente para pista.

MOTOR, TRANSMISSÃO E DESEMPENHO

A Maserati está usando o MC20 como uma oportunidade para lançar um novo motor V-6 bimotor com potência de 630 hp. Chamado de Nettuno, o novo motor utiliza um novo sistema de dupla combustão emprestado dos carros de corrida de Fórmula 1 e é combinado com uma transmissão automática de oito velocidades. Maserati afirma um tempo de 0 a 100 km/h em apenas 2,8 segundos e em 8,4 segundos atinge os 200 km/h. Os números, especialmente os últimos, são impressionantes. A versão a gasolina cumpre a tarefa em 2,9 s e 8,8 s, respectivamente. Quanto à velocidade máxima, porém, é o MC20 com motor térmico quem leva a melhor. Ele chega a 325 km/h, enquanto o elétrico irá parar (por assim dizer) a 310 km/h. Sabe-se também que o elétrico poderá rodar até 380 km com a bateria cheia. Diferenças pequenas, pode-se dizer, mas é preciso levar em conta o fato de que o peso maior devido à bateria é compensado por uma montanha de torque e potência. Porém a empresa ainda não divulgou nenhum detalhe sobre a bateria ou motores elétricos, mas esperamos ouvir mais sobre o modelo EV em breve. Todos os modelos vêm com suspensão ajustável e quatro modos de direção, incluindo um dedicado à direção em piso molhado.

INTERIOR, CONFORTO E CARGA

Uma cabine de dois lugares é acessada através de portas ‘borboleta’ que se abrem para cima. O design interior do MC20 é limpo e minimalista, com apenas os controles essenciais pontilhando o console central. A cabine parece oferecer materiais de luxo com uma inclinação decididamente esportiva, incluindo bancos de couro preto com costura contrastante em azul escuro, pedais de alumínio e acabamento em fibra de carbono. Para ajudar a resolver o problema de visibilidade traseira, o MC20 possui um espelho retrovisor digital que usa uma câmera traseira para alimentar uma imagem do que está atrás do carro para um espelho retrovisor interno sem moldura montado no para-brisa no local tradicional. Vários veículos de produção atual já oferecem um sistema semelhante.

Assista o vídeo de lançamento: