Qual é a primeira coisa que vem a sua mente quando falamos a palavra Milão? Milão é moda, design, arquitetura, cultura, arte, economia, metrópole, é futuro, mas também é verde! Uma cidade que está sempre inovando, construído e ditando moda! Capital da economia italiana de olho no passado, projetando o futuro. E, por falar em futuro, em 2005, a cidade iniciou a construção do complexo Porta Nuova e sua execução durou cerca de uma década. Um investimento no valor superior a mais de 2 bilhões de euros, com 2.000 pessoas trabalhando e a assinatura de vinte arquitetos. 

O Complexo Porta Nuova é uma vasta intervenção de regeneração urbanística e arquitetônica de 3 áreas vizinhas – Porta Nuova (incluindo a área Varesine), Porta Garibaldi e Isola localizados dentro do Centro Direzionale de Milão, o bairro de caráter terciário que se estende desde a estação ferroviária de Milão, Porta Garibaldi à Piazza da Repubblica, da Porta Nuova ao Palazzo da Lombardia, passando pela rua Melchiorre Gioia.

Com os seus 340.000 m² o complexo tem como baricentro um parque público, denominado Parco Biblioteca Degli Alberi (90.000 metros quadrados com várias plantas de diversas espécies) onde, ao seu redor, estão distribuídos, prédios luxuosos residenciais, arranha-céus (mais de 20), prédios comerciais, lojas, área de lazer e recreação, espaços culturais, ciclovias, restaurantes e uma média de 4.000 estacionamentos, na grande maioria, subterrâneos. 

Dentre os arranha-céus com forte impacto arquitetônico se destacam a Unicredit Tower, o mais alto arranha-céu italiano com seus 231 metros de altura localizada na Piazza Gae Aulenti, com bares, lojas, escritórios, etc; a Torre Diamante, com sua forma quadrada característica; a Torre Solaria, o maior arranha-céu residencial da Itália e o Bosco Verticale, dois edifícios residenciais, onde cada andar é circundado por jardins suspensos. Uma inovação arquitetônica que rendeu vários prêmios, inclusive o reconhecimento de Council on Tall Buildings and Urban Habitat como os edifícios residenciais mais belos do mundo! 

Nas região limítrofes ao Complexo se destacam outros arranha-céus e prédios famosos, como por exemplo Palazzo Lombardia, Torre Galfa,  Torri Garibaldi, Palazzo AXA, Torre Gioia 22, etc., além da famosa Corso Como, uma das ruas mais famosas de Milão com suas lojas, bares, restaurantes e galerias d’arte. Imperdível uma ida à loja 10 Corso Como, fundada pela ex-diretora da Vogue italia Franca Sozzani, um endereço super chique de Milão. Dentro podemos encontrar, um bar, restaurante, livraria, galeria d’arte e obviamente muita moda!  A região é facilmente acessível pela linhas M2, M3 e M5 do metro, das estações de trem Milano Porta Garibaldi di Milano Centrale (em média 15 minutos de caminhada), além de linhas de ônibus, taxis etc. Que tal conhecer essa região na sua próxima ida a Milão?

Texto / fotos Simone Amorim (@simoamorim)