marca Carvalheira é um dos maiores cases de sucesso em Pernambuco. Nascida no Recife, em 2004, a Agência Carvalheira conquistou o pioneirismo na produção de eventos com ativação de marcas, que envolve e convida os consumidores a participarem de uma forma natural a vivência com marcas parceiras, criando momentos inesquecíveis através das grandes festas produzidas.

Tomando conta de todo o Brasil, atraindo como formiguinha um público a nível nacional para suas grandes produções como o Reveillon em Noronha ou apostando na renovação do Carnaval de São Paulo, ao oferecer lá, produções como as que já são sucesso no Recife. Victor Carvalheira, o CEO da Carvalheira, entrega à Revista MENSCH o que pode ser a receita de todo esse sucesso. “É uma grande responsabilidade nossa batizar os eventos com nosso nome, há mais de 15 anos. Foi a forma que encontramos de criar um selo de qualidade. O grande sucesso da marca, tanto para os consumidores quanto para os parceiros, se dá pela experiência gerada a cada evento. Engajamos o público ativamente nas produções, desenvolvendo um relacionamento que conecta a marca com o consumidor”, afirma Victor.

A cabeça da equipe não para de borbulhar de ideias. Indo contra a crise que prejudicou tantos empresários no país, a Carvalheira investiu ainda mais em novos projetos. Foi nesse momento que nasceu o Réveillon de Fernando de Noronha, a Bikini Memories e o Carvalheira na Fogueira (durante o São João), entre outros. Dessa forma, foi alcançada a marca de 12 eventos para quem só administrava 4. “Tivemos que buscar mais novidades junto ao público para focar em nosso crescimento”, disse Victor Carvalheira. Em 2018, a agência foi uma das 15 empresas do Nordeste a serem selecionadas pelo programa Endeavor Scale Up, voltado para negócios com crescimento elevado nos últimos anos.

A Carvalheira, em apenas um ano, registrou o crescimento de mais de 100% tanto em contratos como faturamento e público. Em 2019, os planos de expansão incluíram Fortaleza e São Paulo. Não é à toa que basta dizer que a festa é da Carvalheira que o público pouco se importa quais são as atrações, porque a marca é selo de qualidade e diversão. Atualmente, são 18 labels próprios e um público de mais de 100 mil pessoas por ano. “Não é apenas um mercado de eventos. Saímos da categoria de produtora e passamos a ser uma agência de experiências. Focamos em cada detalhe, por mais que seja imperceptível para nosso público, não deixamos nada passar”, explica Victor Carvalheira.

Por trás de toda essa badalação a Carvalheira atua também na geração de emprego. Só durante o “Carvalheira na Ladeira”, no Carnaval, são gerados mais de mil empregos diretos e indiretos e ainda é responsável por atrair turistas para a cidade, já que metade da fatia do seu público é de turistas. O Réveillon de Fernando de Noronha, que este ano conta também com o Grupo Ecocharme, ganhará sua quarta edição 2020. Nos dois últimos anos, passeios de barco, jantares e até aulão na praia fizeram parte do pré, live e pós-evento. Na ilha, a relação com o público se perpetua por meio dos compartilhamentos nas redes sociais. Além disso, o relacionamento com a imprensa e celebridades presentes nas festas, rendem bastante conteúdo e, de quebra, divulgação para as marcas parceiras. “Este é o nosso projeto mais forte, institucionalmente falando. Temos muito apoio da comunidade da ilha e corremos muito para atravessar a maior barreira que é a questão logística”, explica Geraldo Bandeira. Além da mão de obra contratada lá, a agência ainda complementa levando mão de obra para a ilha, comenta.

Questionado sobre como lidar com tantas cabeças na administração da agência, já que são vários os sócios, Victor explica que se não fosse o seu pai, Eduardo Carvalheira, nada disso existiria. “A gente se conhece há muito tempo, somos sócios há mais de 10 anos e meu pai é o equilíbrio da nossa sociedade. Ainda nos considero muito imaturos, somos muito jovens para gerir um negócio desse porte, com tanta gente pensando diferente para tomar várias decisões”, conclui. A expectativa é de lançar mais três projetos, fora os que já estão no mercado, até o final de 2019. Afinal, a festa não pode parar nunca.

Veja vídeo com making of e entrevista: