Trazendo o clima da época áurea dos cassinos dos anos 30/40, convidamos a atriz Evelyn Montesano, que atualmente está vivendo a jogadora de pôquer Celeste, na novela ‘Além da Ilusão’ (Rede Globo), trama que vem fazendo sucesso no horário das 18h. A inspiração deste delicioso ensaio ficou por conta das noites animadas dos cassinos, com assíduos jogadores que não perdem uma noite sequer de rodadas de pôquer até o sol raiar.

Para esse ensaio Evelyn Montesano posou ao lado dos atores Flavio Siqueira, Thiago Gaspary, Fabio Gozzi e Romeo D’Ângelo, que se divertiram reproduzindo cenas incríveis no melhor estilo “Façam suas apostas!” Os looks glamourosos dos atores ajudaram a reproduzir o clima de sedução e glamour dignos   de uma noite em Las Vegas. Afinal, os cassinos sempre inspiraram escritores e roteiristas a criarem histórias que se tornaram sucesso ao longo dos anos, garantindo bilheteria certa em filmes, musicais e até novelas que atraem um público fascinado pelo proibido. Aproveitamos a ocasião para um bate-papo com Evelyn que nos contou um pouco da sua trajetória!  

Evelyn, como foi que você decidiu dar início à carreira de atriz? Minha primeira experiência como atriz foi aos 13 anos, ainda na escola. A professora de História, da sétima série, pediu para que a turma fizesse uma peça sobre Napoleão Bonaparte e eu fiz a Josefina, primeira esposa dele. Adorei aquela experiência de lidar com o público, de receber aplausos e estar ali naquele palco foi algo bem marcante para mim, inesquecível! A partir dali comecei a fazer curso de teatro e aos 16 anos de interpretação para TV. Depois parei com os cursos para fazer a faculdade de Cinema e Vídeo na UFF (Universidade Federal Fluminense) e aos 24 anos, já formada, comecei a me focar totalmente nos trabalhos na TV. Meu primeiro trabalho nesse veículo foi como repórter e apresentadora em um programa local na minha cidade, Niterói – RJ, e aos 28 anos tive minha primeira oportunidade como atriz na televisão. Foi na série de humor ‘Open Bar’, do canal fechado Multishow.

A novela ‘Além da Ilusão’ é seu quinto trabalho na TV Globo, como está sendo viver a jogadora Celeste na trama? Cada trabalho novo é como um presente para mim. Toda vez que entro na Rede Globo para trabalhar é como se estivesse realizando um sonho. Sou meio parecida com o Marcos Mion nisso, (risos). Sempre quis trabalhar ali e sou grata por cada oportunidade. Atuar em ‘Além da Ilusão’ tem sido maravilhoso! O clima no estúdio é uma delícia! O cenário do cassino Oásis é deslumbrante, o mais bonito que já vi na vida. A cenografia assinada por Cris Bisaglia, a direção de arte da Moa Batsow e a produção de arte da Didi Maakaroun são fantásticas. Elas e suas equipes estão de parabéns pelo trabalho. O cenário do cassino, em especial, é espetacular em cada detalhe. Os figurinos da Paula Carneiro também são belíssimos. Fora que poder contracenar com atores tão talentosos quanto a Alexandra Richter, o Paulo Betti e o Marcello Escorel é um grande privilégio para mim, uma verdadeira honra. Vê-los em cena, atuando, é uma grande escola. A novela está linda! A autora Alessandra Poggi fez uma escolha arriscada, mas certeira, em matar a mocinha Elisa (Larissa Manoela) logo nos primeiros capítulos. ‘Além da Ilusão’ está sendo um grande sucesso, tendo uma ótima e merecida audiência.

Você precisou fazer laboratório para entender o universo de pessoas viciadas em jogo? Converso com pessoas viciadas em jogos, principalmente em bingo. Não tive muito tempo de fazer laboratório antes, pois recebi o convite para fazer a novela em uma sexta-feira e na segunda já estava nos estúdios gravando. Mas, durante o final de semana anterior a essa primeira gravação, li muito sobre o tema e vi muitos vídeos, além de filmes. Também já vi muita coisa sobre o jogo e sobre os cassinos no Brasil antes mesmo de ter recebido o convite para a novela, pois sou muito fã da Carmen Miranda e ela se apresentava nos cassinos, então não foi difícil de encontrar material e me aprofundar ainda mais sobre o tema. Gosto muito de pesquisar e estudar na hora de criar uma personagem!          

Você teve uma experiência real em um Cassino em Las Vegas. Como foi? Sim, na verdade, tive mais de uma experiência, mas a primeira vez que fui a um cassino foi muito marcante. Joguei US$ 10,00 e ganhei US$ 300,00 de forma totalmente despretensiosa. Sorte de principiante mesmo e um pouco de prudência também, já que dinheiro não aceita desaforo. Quando vi que já havia ganhado US$ 300,00 parei de jogar e fui aproveitar o que ganhei. Me lembro que comprei um par de ingressos para um espetáculo do Cirque Du Soleil que estava em cartaz lá em Las Vegas e ainda sobrou bastante dinheiro. 

Além da carreira artística, você investe em outras fontes de renda? Sim. Tenho imóveis alugados e aplicações no banco, costumo ser bem “pé no chão” quando o assunto é dinheiro. Pesquiso antes de comprar ou investir em algo e odeio ver que alguém está tentando superfaturar algo porque sabe que tenho investimentos. Nesse meio tem muita gente aproveitadora, tentando cobrar caro por coisas que não valem aquele preço. É bom ser prudente e avaliar bem a necessidade e o custo benefício de algo antes de investir, principalmente quando se trata do meio artístico. Tem muito golpista espalhado por aí querendo se aproveitar dos sonhos e do sucesso dos outros. Quando era mais nova, por exemplo, novata na profissão, já paguei caro por coisas que vi depois serem desnecessárias ou que não valiam aquele preço e aprendi rapidamente com esses erros. Existem muitos artistas que tiveram de tudo, uma carreira bem promissora e hoje em dia estão falidos por serem deslumbrados, imprudentes e também enganados por gente gananciosa e mau-caráter. O histórico de casos assim é gigante!

Recentemente você recebeu um prêmio de Destaque Personalidade no cenário artístico, conte o que significa este reconhecimento? Ter recebido o prêmio de Destaque Personalidade em uma profissão tão difícil e batalhei tanto, por anos, para conseguir o meu espaço foi uma grande honra. Sou muito grata à Tatiane Berlitz e à EP Produções e Eventos por esse reconhecimento. Deixo aqui registrado todo o meu carinho e gratidão. 

O que é preciso para conquistar Evelyn Montesano? Ser honesto, verdadeiro, um bom amigo, ter caráter, ser ético e dar valor à família. Ser inteligente, educado, comunicativo, ter bom papo e senso de humor. Se tiver (apenas) essas qualidades você já me ganhou (risos).

O que você gosta de fazer nas horas de lazer? Estar com meu marido, família, cachorros e amigos. Ir a cafeterias, restaurantes, passear ao ar livre, viajar, ver reality shows, séries, filmes, documentários e ainda vídeos no YouTube e podcasts. Basicamente isso, (risos).  

Quais são seus projetos após o término da novela? Ainda estou analisando, mas certamente vocês me verão em projetos ligados à teledramaturgia, comunicação, streaming e redes sociais. 

Deixe uma mensagem para os leitores da MENSCH. É um grande prazer ser entrevistada por uma revista tão conceituada quanto a MENSCH e pela qual já passaram artistas e musas os quais eu tanto admiro. Espero que gostem do ensaio temático, onde mostramos um pouco do Poker, sendo um jogo legalizado no Brasil e o qual a minha personagem na novela ‘Além da Ilusão’ aparece sempre jogando. 

E convido todos os leitores da MENSCH a me seguirem no perfil @evelynmontesano no Instagram e a acompanharem um pouco mais da minha vida e do meu trabalho. Todos vocês são muito bem-vindos! Muito obrigada por lerem até aqui e vejo vocês por lá!

FICHA TÉCNICA

ATORES CONVIDADOS:

FLÁVIO SIQUEIRA @flavioator

ROMEO D’ ANGELO
@romeodangelooficial

THIAGO GASPARY @thiagogaspary

FABIO GOZZI @fabiogozzi

FOTOS ALEX CURTY
@ensaiosalexcurty

BELEZA ALCIANE BITENCOURT
@alcianebitencourt

STYLING MARCIA DORNELLES @marcia_dornelles

LOOKS MASCULINOS MAN A RIGOR
@menarigor

EVELYN MONTESANO VESTE SLY e ELEGANCE

ACESSORIOS MASCULINOS JILÓ JOIAS
@jilojoias

CABELOS @studiojakbell

AGRADECIMENTOS:

CLUBE DO POKER @riopokerclube

HOTEL BOSSA NOVA IPANEMA
@bossanovaipanema