Mesclando visual clássico com recursos tecnológicos de ponta, a BMW apresentou virtualmente (devido ao coronavirus) nos Estados Unidos uma nova motocicleta. A cruiser R18, que foi inspirada em um modelo alemão da década de 30 e manteve as características apresentadas ainda no conceito homônimo e, claro, o maior motor boxer bicilíndrico já construído pela empresa alemã para motos em série. Ela chega com o objetivo de conquistar os clientes da Harley-Davidson e Indian. A BMW R18 possui motor 1.800 cc com torque máximo de 16 kgfm, onde seus 92 cavalos ficam disponíveis a 4.750 rpm.

Refrigerado a ar e, protegido por um chassi tubular de aço, ele poder ir de 0 a 100 km/h em 4,8 segundos e atingir os 180 km/h, segundo a fabricante. Sua suspensão é formada por um garfo telescópico com 120 mm de curso e a traseira utiliza um braço oscilante com amortecedor central de 88 mm de curso. O chassi de berço de aço, semelhante às máquinas clássicas, abriga na traseira a suspensão com sistema cantilever com ajuste de pré-carga da mola.

Haverá duas versões disponíveis, a R18 vai ser vendida por U$ 17.495 (aproximadamente R$ 92 mil) e a sua cor será preta metálica Storm. A outra é R18 First Edition, que possui a cor preta também mas são adicionadas faixas brancas duplas além de detalhes cromados. Seu preço é U$ 19.870 (quase R$ 105 mil). Seu peso é de 345 kg e seu tanque de combustível tem a capacidade de 16 litros. Por enquanto só há confirmação da a BMW R18 para o mercado americano e europeu, onde as vendas já tiveram início e a previsão de entrega seria para outubro. Por enquanto sem expectativa de que o modelo seja comercializado no Brasil, caso isso venha acontecer a marca já possui o desenho patenteado por aqui. Vamos aguardar as novidades.