O ritmo alucinante que os profissionais da saúde estão ultimamente por conta da pandemia do Coronavirus leva médicos e enfermeiros a grande estafa e estresse emocional. Isso não é diferente com o médico carioca Alessandro Martins, 41 anos, formado pelo Instituto Nacional do Câncer (INCA), no Rio de Janeiro. Dedicado à cirurgia plástica, estética e reparadora, com experiência em reconstrução das mamas pós mastectomia, hoje em dia está na linha de frente como intensivista (CTI), no Hospital São Francisco de Assis, no Rio, para o tratamento de pacientes com a COVID-19. Para manter-se disciplinado com seus treinos físicos, não só para manter a boa forma, mas principalmente para relaxar ele procura cumprir uma rotina de treino. Essa rotina era diária e sempre no primeiro horário da manhã. Agora isso mudou e são poucos os horários livres. Mas quando o “tempo” permite, Alessandro com a ajuda do personal trainer Bruno Rodrigues, opta por fazer seu treino ao ar livre e longe de aglomerações como recomenda o Ministério da Saúde.

“Essa é a maneira que encontro para esvaziar a minha mente. A rotina de um hospital exige muito de um médico. Sou apaixonado pela minha profissão, mas permito-me algumas horas na semana treinar para recarregar a minha energia”, declara Alessandro. Pensando nisso fomos acompanhar como tem sido esse treino para que sirva de inspiração para muita gente nesse momento de isolamento social.

Supino reto com elástico em pé (foto acima): Esse exercício atinge todas as áreas dos peitorais, mas mais significativamente as fibras externais – aquelas que se ligam diretamente ao esterno. O crescimento nesta área específica cria a aparência definida de “separação do peito”. Nessa posição podemos ter uma maior contração do grupamento.

Flexão de braço com apoio na pegada pronada: O exercício trabalha tríceps, peitoral e deltoides e quando realizado da forma correta, também fortalece a lombar e core. Flexões são versáteis e poderão ser usadas em praticamente qualquer lugar e não requerem equipamento extra.

Abdução de ombro + flexão de ombro em isometria: Isometria refere-se a um treinamento estático, em que o músculo ou um grupo fica em contração, ou seja, sustentando a posição por um tempo determinado. Esse tipo de exercício ajuda a melhorar a resistência física e fortalecer a musculatura. Associado ao movimento de abdução com elástico para potencializar força e resistência.

Abdominal infra na prancha inclinada: Em aspectos gerais, os abdominais são importantes para reduzir o índice de gordura no organismo, principalmente as localizadas na barriga. Além disso, com o fortalecimento dos músculos do abdômen, o equilíbrio corporal é aprimorado e as suas atividades físicas são melhores executadas. O abdominal infra trabalha a maior parte dos músculos do abdômen e também pode ser executado deitado. Com a coluna bem apoiada no solo, as mãos precisam estar retas e bem posicionadas.

Desenvolvimento em pé com halter + isometria com resistência: O movimento tem uma característica extremamente funcional por exercitar a mobilidade das articulações e fortalecer músculos, tendões e ligamentos, o que proporciona equilíbrio dessas estruturas.

Tríceps pegada neutra: o objetivo como o nome já diz é dar ênfase no grupamento envolvido “tríceps cabeça lateral”, para maior estabilidade e força na extensão do cotovelo.