A equipe da Mercedes-Benz revelou esta semana na CES 2022 seu VISION EQXX, celebrando seu veículo elétrico mais eficiente até agora, que sinaliza o futuro da marca. A notícia é um salto marcante em direção a um melhor alcance para a era dos elétricos – o carro é capaz de ultrapassar 1.000 km de autonomia com uma única carga da bateria, evitando a introdução de uma bateria maior e mais pesada. Isso significa que o veículo pode viajar ainda mais longe com menos. Para se ter ideia, o EQXX será capaz de ir de Berlim até Paris sem parar para recarregar a bateria.

Com suas formas fluidas e baixo consumo de energia elétrica, o VISION EQXX Mercedes-Benz tem como objetivo o impacto zero no planeta e um uso altamente responsável da energia verde. A equipe de engenheiros trabalhou arduamente para levar o alcance e a eficiência a um nível totalmente novo e para demonstrar os ganhos que são possíveis repensando os fundamentos desde o início. Isso inclui avanços em todos os elementos de seu sistema de transmissão elétrico, bem como o uso de engenharia leve e materiais sustentáveis. Porém, ainda não há previsão de lançamento comercial do modelo.

O Mercedes-Benz Vision EQXX é uma versão mais próxima da realidade do conceito Mercedes-Benz Concept IAA, apresentado no Salão de Frankfurt de 2019 e exibido no Salão de São Paulo de 2016. O modelo mantém as quatro portas, longo comprimento e o mesmo formato das janelas do primeiro conceito. As formas fluidas ajudam o três-volumes a alcançar o baixíssimo coeficiente de arrasto aerodinâmico, de apenas 0,17. O motor elétrico do Vision EQXX é capaz de produzir 204 cv de potência. Com 1.750 kg de peso em ordem de marcha, o conceito tem como foco a eficiência energética. Prova disso é que 95% da energia armazenada na bateria é transmitida às rodas. Em um carro a combustão de alta eficiência, esse percentual é de apenas 30%, segundo a Mercedes-Benz.

O consumo de energia deverá ficar abaixo dos 10 km/kWh, muito menos do que qualquer outro carro elétrico que temos hoje. “Este conceito revela o nosso pensamento em relação ao que serão os elétricos no futuro, com uma bateria que poderia caber num automóvel muito menor”, confirma Ola Kaellenius, CEO da empresa.

Na parte interna, o sedã elétrico tem como destaque uma enorme tela horizontal de 47,5 polegadas, que percorre todo o painel de uma coluna dianteira à outra. Com resolução 8K, a tela tátil traz sistemas avançados de conectividade e inteligência artificial. O couro dos Mercedes tradicionais foi substituído por materiais que não provêm de animais, como a fibra de bambu, no revestimento dos assentos, das superfícies dos painéis, das portas e nos tapetes. A altura é limitada pelas formas exteriores do Mercedes EQXX, mas só adultos acima de 1,90 metro de altura poderão sentir uma excessiva proximidade da nuca com o teto.

Veja vídeo de apresentação: