A Ducati, marca italiana de motos, apresentou a nova Panigale V4 R que chega no Brasil em outubro. A moto superesportiva chega custando R$ 250 mil, fazendo com que ela fique no topo da lista das motos mais caras vendidas no país.

A Panigale V4 R foi construída para disputar o Campeonato Mundial de Superbike, desenvolvida com base no modelo utilizada nas pistas da MotoGP. Seu motor foi todo preparado e entrega 221 cv de potência a 15.250 rpm. Ainda existe a possibilidade de aumentar a potência para 234 cv ao adquirir um kit de corrida. Os modos de condução podem ser Street, Sport e Race. Na parte mecânica, entra um de 998 cm³ no mesmo formato – um Desmocedici Stradale 90° V4 – para que a motocicleta se adeque ao regulamento do Mundial de Superbike. O sistema de suspensão foi otimizado para uso em pista comum, deixando de lado os ajustes eletrônicos das outras versões da Panigale. Tanto a suspensão Öhlins quanto o amortecedor de direção, utilizam componentes top de linha com ajuste mecânico. Sem falar do amortecedor traseiro TTX36 que completa o pacote.

“Detalhes” que fazem dela a moto de rua não-elétrica mais potente do planeta, possuindo três hp a mais do que Kawasaki H2, que precisa de um supercharger para chegar ao seu pico de 231 hp. Sem falar do seu peso que é de 172 kg, devido ao tanque de combustível é feito em alumínio, partes do motor são de titânio, e diversas peças da carenagem usam fibra de carbono. Serão fabricadas 1,5 mil unidades em todo mundo, onde o interessado deverá realizar um depósito no valor de R$ 50 mil.