Nascida em Piracicaba, interior de São Paulo, nossa bela musa Noelle Nogueira (@noellenogueiraa) enveredou pelo mundo da moda, sonho que nutre desde criança, e ganhou o mundo como modelo. Foi parar em Dubai, onde mora boa parte do ano. O desafio de início foi grande, mas essa gata de 25 anos, donas de dois belos olhos azuis, tem tirado de letra. Estudante de Negócios da Moda, ainda deseja voar mais alto e se aventurar em outras áreas como artes dramáticas. Entre São Paulo e Dubai, uma parada aqui na MENSCH para um bom papo e belas fotos.

E como surgiu o universo da moda para você? Algum olheiro de plantão? Sempre foi meu sonho desde de criança e meu pai, que é modelo e ator, me ajudou a entrar nesse mundo da moda e me acompanhava nos castings desde nova.

A vida de modelo já te levou a morar em lugares como Paris e Dubai. Imaginava isso no passado? Como foi no início para se acostumar? Ainda estou me acostumando, eu tenho um apartamento de base em São Paulo com minhas coisas e meus gatos moram lá mas no futuro pretendo trazê-los pra Dubai. O mais difícil é a comida, e o jetlag, mas é questão de acostumar. Sou muito grata a todas as oportunidades e por eu conhecer lugares tão incríveis. 

O que é mais difícil quando se está em um outro país para trabalhar como modelo? A língua com certeza, o Google Tradutor te salva quando você precisa.

Muita gente acha que vida de modelo é só glamour. O que é mais difícil nessa profissão? As cobranças, rejeições e assumir responsabilidades muito cedo. 

Trabalhar com mundo fashion te influenciou em que em matéria de moda e beleza? Eu sempre amei moda e todo esse universo, por isso acabei indo fazer faculdade de Negócios da Moda. Sempre quis trabalhar em alguma revista, como a Vogue.

Na hora da paquera o quanto a imagem é importante para você? O que te atrai? O que mais me atrai é a forma que sou tratada, e o que tem no coração.

A beleza não é importante para mim. Ela pode ser construída, é possível comprar roupas bonitas e ir num bom dermatologista mas não é possível mudar um coração ruim. 

Como é seu nível de vaidade? Como lida com o espelho? Eu sou bem vaidosa e bem perfeccionista, esse lado acabou até aumentando por causa da profissão, que exige um padrão muito alto.

O que te coloca um sorriso no rosto? E o que te tira do sério? Ajudar os gatinhos abandonados, eu ainda não tenho uma ONG mas pretendo ter no futuro. Eu adoro ajudar os animais e as crianças, todo mundo tem um projeto que se identifica mais, se todo mundo fizesse sua parte o mundo seria melhor. O que me tira do sério é injustiça, e também não consigo ver notícias, jornais, esse tipo de conteúdo me deixa muito sensibilizada e frustrada então prefiro focar nas coisas boas e na parte que eu posso ajudar os outros.

O que te diverte nas horas vagas? Estar com a família, meus gatos, viajar. E eu adoro meu trabalho. 

Soubemos que você tirou esse ano para cuidar da carreira de atriz. Como estão os planos? O que podemos esperar por ai? Eu estou focada na carreira de modelo e em consolidar meu nome no mercado internacional. A pandemia ainda não acabou e o mercado está mais devagar, mas são muitos projetos de vida e eu nunca desisto até alcançar. Então podem esperar serem surpreendidos, e que vão ver meu nome e rosto por ai, (risos). 

Não resiste a um… Sou viciada no meu celular (risos). Só desligo para dormir quando eu deixo no modo avião. Porque meu sono é sagrado. 

Como seria um final de semana perfeito? A companhia perfeita é o mais importante. Mas eu morro de vontade de conhecer Maldivas.

Para conquistar Noelle basta… Me tratar muito bem, é o mais importante!

Maquiador e fotógrafo @euvictormotta