Esperado por muitos, o ator Tom Hardy retorna às telonas como o protetor letal Venom, um dos maiores e mais complexos personagens do universo MARVEL. Dirigido por Andy Serkis, com roteiro de Kelly Marcel e história escrita por Tom Hardy e Marcel, o filme também traz no elenco Michelle Williams, Naomie Harris e Woody Harrelson no papel do vilão Cletus Kasady / Carnificina, que promete muita ação.

Em “Venom – Tempo de Carnificina”, Hardy marca sua primeira continuação, reprisando o papel de Eddie Brock, repórter que torna-se hospedeiro de um simbionte alienígena com apetite para devorar cabeças. O primeiro filme, de 2018, baseado no personagem criado nas histórias em quadrinhos do Homem-Aranha, chegou a faturar quase U$ 900 milhões, porém a resposta da crítica e dos fãs foi desastrosa, o que talvez tenha sido a pior na carreira de Hardy, que já estrelou sucessos como Mad Max e Batman.

“Eu assinei para fazer três filmes, então por contrato eu tive de voltar”, comentou o ator num momento de sinceridade. “Essa é a verdade! Tudo dependia do sucesso, e ele será julgado”. “Algumas pessoas, os críticos não gostaram, e tudo bem. Já o público gostou, o que foi incrível”, continua. “Então decidimos ver o que funcionou, por que essas coisas funcionaram, o que deu errado e como fazer melhor. Porque o segundo filme ia acontecer de todo jeito!”.

ERROS E ACERTOS EM QUESTÃO

O projeto, entretanto, precisava de um novo diretor, já que Ruben Fleischer, responsável pelo primeiro “Venom”, estava envolvido com o projeto “Zumbilândia: Atire Duas Vezes” e com a pré-produção da adaptação do videogame “Uncharted”. Foi aí que veio a ideia de convidar o ator Andy Serkis, que se dedicado a trabalhos atrás das câmeras. “Eu queria desenvolver Eddie e Venom como um casal simbiótico de verdade”, comentou Serkis. “Com todas as falhas e as glórias de um relacionamento complexo.” Esse relacionamento é abalado com a chegada de Carnificina, um simbionte com instinto assassino interpretado por Woody Harrelson.

Além dessa estreia de Andy Serkis, pela primeira vez Tom Hardy assina o crédito da história de um filme. Em que escreveu juntamente com a roteirista Kelly Marcel. O filme mal estreou e já vem quebrando recordes no mercado internacional, já tendo acumulado mais de 90 milhões de dólares em sua estreia nos Estados Unidos. Com distribuição da Sony Pictures o filme chega aos cinemas do Brasil nesta quinta-feira, 7 de outubro. O filme também traz no elenco Michelle Williams, Naomie Harris e Woody Harrelson no papel do vilão Cletus Kasady / Carnificina. 

“Tom é uma força criativa com uma mente brilhante para criar ideias, então colaborar com ele na história de ‘Venom – Tempo de Carnificina’ foi muito divertido e animador, tudo parecia possível para esses personagens que a gente gosta cada vez mais”, conclui Kelly Marcel. “O Tom trabalhou muito para fazer essa história ganhar vida tanto no desenvolvimento quanto no set. Todos nós sabemos o quão talentoso ele é na telona, mas agora estou empolgada para que todos vejam o quanto ele é brilhante também nos bastidores”. 

VENDA ANTECIPADA

A venda de ingressos para “Venom – Tempo de Carnificina” já está disponível. Pensando no consumidor, o filme ganha diferentes experiências para garantir a melhor maneira de conferir o lançamento nas telonas do cinema. O PicPay e a Velox Tickets, por exemplo, se unem para oferecer o benefício de cashback para o consumidor que adquirir seu ingresso antecipado. A promoção é válida até às 23h59 do dia 6 de outubro, véspera da estreia do filme. O consumidor também tem a opção da Spoiler Night, uma pré-estreia paga feita dois dias antes da estreia, em 16 cinemas da rede Cinemark. O filme também ganha sessões antecipadas na véspera, a famosa sessão noturna, nos principais cinemas do país.

Além das sessões especiais, o consumidor pode já garantir o ingresso para qualquer sessão para a semana de estreia do filme. O link para compra dos ingressos é: https://venomtempodecarnificina.sonypictures.com.br/

Assista entrevista de Tom Hardy e Andy Serkis sobre o novo filme:

E veja trailer: