Um safari totalmente privê, exclusivo para 10 pessoas com hospedagem cinco estrelas e voo em um jatinho de luxo. Essa é a proposta do primeiro ROAR AFRICA Emirates Executive Private Jet Safari que vai acontecer em setembro deste ano. Uma experiência super exclusiva com somente 10 participantes e passará por 4 países africanos – Ruanda, Quênia, Botsuana e Zimbabwe – e todo o transporte será fornecido pela Emirates Executive, o serviço de jatos particulares da Emirates (a primeira vez que a Emirates faz uma parceria com uma agência de experiências).

Além de ser extremamente exclusiva, o foco da viagem é a conservação ambiental, o trabalho humanitário e a educação e desenvolvimento econômico na África e turismo responsável. Consciente de que voar no novo jato executivo, A319 cria uma pegada de carbono significativa. Além disso a ROAR AFRICA fará uma doação substancial à The Great Plains Foundation, que irá diretamente para programas de educação em conservação para jovens que vivem nas áreas visitadas e nas proximidades.

O primeiro ROAR AFRICA Emirates Executive Private Jet Safari é uma extraordinária experiência de viagem, projetada para preservar e apoiar a natureza africana e as comunidades da África. É a primeira vez que a Emirates Executive faz uma parceria com um especialista em viagens para criar uma experiência épica, com um etos enraizado na humanidade, visando a sustentabilidade e a conservação ambiental e social.

Com guias especializados e experientes e líderes renomados em uma variedade de campos guiarão a experiência e apresentarão sua visão e insights ao longo da jornada. O safári de 12 dias custa US$ 125.000 por pessoa, com uma parcela da receita beneficiando a Great Plains Foundation.

“Nunca foi tão importante quanto agora desenvolver experiências que facilitem a compreensão de como o mundo natural funciona e por que e como devemos ajudar”, diz Deborah Calmeyer, CEO e fundadora do especialista em viagens de ultra luxo na África ROAR AFRICA. “Selecionamos cuidadosamente os destinos surpreendentes e as descobertas íntimas da natureza africana para revelar o que deve ser feito para garantir que as pessoas, a natureza e os animais da África sobrevivam e prosperem no futuro. O tempo um recurso não renovável e os participantes desta viagem incrível apreciarão a exclusividade absoluta e a facilidade de viagem sem paralelo que experimentarão. Essa experiência autêntica não apenas estabelece um novo paradigma em turismo de ultra luxo nas viagens sustentáveis, mas é um catalisador robusto para a mudança, facilitando a participação ativa e o diálogo perspicaz entre viajantes conscientes e informados e as comunidades locais. Nosso objetivo é mudar a filosofia e a visão de mundo dos líderes, e eu acredito que esta viagem será a melhor e mais impactante experiência de safári do mundo”, acrescenta Calmeyer.

EMIRATES A319 EXECUTIVE PRIVATE JET

Fornecendo o único meio de transporte internacional durante toda a viagem (de Dubai à África e de e para os quatro países africanos visitados), o jato particular Emirates A319 foi criado para viajantes que desejam ir “além da primeira classe” e reflete o glamour de um época passada, quando as viagens aéreas eram exclusivas e um aspecto integral das experiências de viagens de luxo. O jato possui 10 suítes privativas, spa privativo com chuveiro e lavabo, um amplo lounge que funciona como espaço para reuniões ou como um restaurante e uma tripulação de cabine comprometida em fornecer os mais altos níveis de serviço personalizado. Os viajantes também podem assistir documentários reconhecidos sobre a África feitos por personalidades como o historiador David Attenborough, conservacionistas Dereck e Beverly Joubert e ambientalista e cineasta Craig Foster.

O ITINERÁRIO

O itinerário de um safári transformador inclui os mais incríveis pontos turísticos da África incluindo as Cataratas Vitória do Zimbabwe (uma das Sete Maravilhas Naturais do Mundo), o Delta do rio Okavango em Botsuana (o maior delta interior do mundo), a Grande Migração do Quênia e a observa os raríssimos gorilas-das-montanhas nas florestas de Ruanda.

Os viajantes se hospedarão em propriedades estelares, escolhidas a dedo por causa de sua visão e compromisso de criar um futuro melhor, combinado com o charme e a hospitalidade de suas comunidades e residentes locais.

22 de setembro – Burj Al Arab Jumeirah, Dubai, Emirados Árabes Unidos

23, 24 de setembro – Mpala Jena Camp, Cataratas Vitória, Zimbábue

25, 26 e 27 de setembro – Duba Plains, Delta do rio Okavango

28, 29 e 30 de setembro Mara Plains Camp, Maasai Mara, Quênia

1, 2 e 3 de outubro Singita Kwitonda, Parque Nacional dos Vulcões, Ruanda

TURISMO RESPONSÁVEL

A doação à The Great Plains Foundation, que irá diretamente para programas de educação em conservação para jovens que vivem nas áreas visitadas e nas proximidades. Os hóspedes experimentarão uma conexão íntima com o local onde o dinheiro é gasto e observar seu impacto positivo. Os hospedes terão a oportunidade de conhecer a equipe que administra e gerencia esses programas, analisando, em primeira mão, as iniciativas e programas que foram financiados com essa doação direta. Consciente de que voar no novo jato executivo A319 cria uma pegada de carbono significativa, a ROAR AFRICA está garantindo que toda a viagem (voos e emissões no solo) seja neutra em carbono com compensações de alta qualidade.

ANFITRIÕES, GUIAS E ESPECIALISTAS

Uma equipe de especialistas altamente qualificados acompanhará os hóspedes nesta aventura de safári africano.  Os guias especializados que vão acompanhar o grupo incluem Deborah Calmeyer, CEO da ROAR Africa e uma premiada especialista em safari africano comprometida com a conservação ambiental e o empoderamento das mulheres; Humphrey Gumbo, guia especializado com quase 20 anos de experiência profissional em vários países africanos; e o Dr. Ian McCallum, renomado poeta, conservacionista e psiquiatra, que é um dos embaixadores mais eloquentes para a preservação de animais silvestres e o meio ambiente.

Os hóspedes também terão a oportunidade de conhecer e falar com outros profissionais experientes com amplo conhecimento de sua terra natal africana. Entre os participantes notáveis que compartilharão fatos fascinantes e ideias perspicazes sobre as regiões visitadas está a zoóloga Dra. Lucy King, que falará sobre seu trabalho com a conservação de elefantes, abelhas e trabalho social com aldeias africanas.