Por Wilson Weigl (@homemnoespelho)

Muitos homens não conseguem manter em casa o mesmo ritmo de treino que tinham na academia simplesmente por falta de motivação. Sim, isso mesmo! Pouca motivação é a explicação por trás de todos os outros empecilhos que supostamente impedem a gente de treinar em casa: falta de disciplina, dificuldade de conciliar horários, falta de equipamentos, preguiça ou qualquer outra justificativa.

Numa enquete feita pelo Homem No Espelho no Instagram, 78% dos seguidores estão impedidos de treinar porque as academias estavam fechadas; 64% não conseguem treinar em casa porque não conseguem se organizar; 41% sentem dificuldade de fazer exercício aeróbico em casa (pela falta de esteira e bike) e 80% acha difícil treinar hipertrofia em casa por não ter barras e halteres.

Com certeza treinar em casa é mais complicado que na academia, principalmente pela falta de equipamentos. Mas não dá para desanimar! Primeiramente, é preciso se motivar lembrando que treinar não é só questão de estética, mas de manutenção da saúde (primordial nestes tempos de pandemia). “A atividade física e mental fortalece o sistema imunológico e ajuda a combater diversas doenças causadas ou agravadas pelo sedentarismo”, explica Vanessa Furstenberger, personal trainer, pós-graduanda em Nutrição Esportiva e corredora amadora que já lançou uma série de treinos com exercícios de hipertrofia, emagrecimento e funcionais que podem ser feitos em 30 minutos em casa. @va.personal Para perseverar nos treinos fora da academia, é preciso não apenas ânimo, mas também disciplina e constância. “Só assim consegue-se ver resultados”.

Mas existem táticas para perseverar no treino doméstico até para deixá-lo mais divertido e menos solitário. Confira 5 dicas de Vanessa Furstenberger para obter os melhores resultados com o treino em casa e não perder a motivação.

✔  ESTABELEÇA UM HORÁRIO: 

Nada de deixar para “quando tiver um tempinho”. Deixe reservado esse tempo na sua agenda, antes ou depois de cumprir o expediente no home office. Assim como na academia, estabeleça horários para treinar em casa. Nada de deixar para “quando tiver um tempinho”. Deixe reservado esse tempo na sua agenda, antes ou depois de cumprir o expediente no home office, por exemplo. Ter disciplina ajuda a manter o hábito de se exercitar. “Comprometa-se com você mesmo, trace metas para que se sinta estimulado a cumprir os treinos da semana”, diz a personal trainer.

✔  PREPARE O ESPAÇO (E VOCÊ): 

Tendo o horário definido, arrume a casa e também se arrume para treinar. Afaste os móveis para ter um espaço adequado e disponha os equipamentos, caso tenha halteres, elásticos etc. Nada de treinar de pijamão! “Vista-se como se fosse para a academia. Isso te dará mais conforto e até segurança no treino em casa”, afirma a personal trainer. Coloque calção, camiseta e tênis (lembre-se de que usar um tênis adequado ajuda a reduzir impactos; é melhor do que treinar descalço).

✔  CAPRICHE NA PLAYLIST: 

Por elevar a oxitocina (substância cerebral ligada à sensação de bem-estar), a música melhora o desempenho e distrai a mente do esforço. Varie as playlists: tenha listas de músicas voltadas para os treino de força e outras para o aeróbico. Tem mais: a música diminui o nível do cortisol (hormônio do estresse, que atrapalha a hipertrofia muscular) e estimula a motivação e o entusiasmo. Na escolha do gênero musical – pop, pagode, ópera, sertanejo, rock, dance – o melhor é aquele de que você gosta.

✔  ACOMPANHE OS RESULTADOS: 

Ver a evolução dos treinos é outra forma de se manter motivado. Diversos aplicativos fitness oferecem funções como medir a IMC (Índice de Massa Corporal) etc. Avalie constantemente seus resultados, meça os músculos com fita métrica, suba na balança. O espelho também é um grande aliado, apesar de insuficiente para a gente ter perfeita noção dos resultados alcançados, especialmente no começo.

Uma sugestão de Vanessa é tirar fotos e acompanhar as mudanças nas imagens. Tire fotos do seu corpo e compare com as antigas. As mudanças visíveis são excelentes fontes de motivação. Constatar avanços, seja para ganhar músculos ou perder peso, ajuda a perseverar em sua meta. Mas caso não perceba muita diferença no seu corpo, não desanime. Ao contrário, treine mais e melhor.

✔  TREINE COM AMIGOS (ONLINE):

Uma boa ideia para deixar o treino mais animado e motivador é combinar o horário de treino com um ou mais amigos por aplicativo. Sempre é mais animador treinar com outras pessoas. Da mesma forma que você marca e faz reuniões pelo computador ou whatsapp, reúna seus camaradas e treinem juntos. Vocês podem escolher um treino de aplicativo ou de um treinador do Instagram ou o mais “veterano” pode bolar o treino do dia. Questão de combinar e se organizar. O treino vai ficar mais focado e divertido e, também, menos solitário.

Para finalizar, Vanessa reforça a importância de ter o apoio e acompanhamento de um educador físico capacitado, “com certeza ele vai encontrar uma maneira de tornar esse treino mais produtivo. Hoje os profissionais de educação física oferecem treinos online opções para todos os bolsos”, completa a personal trainer.