Nessa época de quarentena e academias fechadas, nada de sedentarismo ou perder o ritmo.  A saída é bolar uma rotina de treinos para fazer em casa. Sabemos que em casa não é a mesma coisa que praticar numa academia, mas pode render ótimo resultados e você ainda ocupa seu tempo trazendo benefícios para seu corpo. Se você nunca se exercitou, a comodidade de ter uma academia em casa será motivadora para a prática regular de atividade física. O importante é saber que, atualmente, existem muitos tipos diferentes de aparelhos com vários modelos que permitem total adequação as suas necessidades. Detalhe, você ainda pode comprar pela internet, já que não se pode sair de casa.

Desde um extensor que pode ser guardado na gaveta do seu armário até esteiras dobráveis que ocupam pouquíssimo espaço, passando pelas bicicletas ergométricas e aparelhos multifitness que necessitam de um recinto maior, que em geral é bem comum em academia de prédio. Lembrando também que caso você não queira gastar comprando equipamento, você pode adaptar com o que tem em casa.

Se você não estiver disposto a gastar para comprar equipamentos como banco de supino, rack de agachamento, barra fixa, uma barra normal e uma quantidade de peso considerável (lembre-se que você vai progredir e por consequência, precisar de mais carga para conseguir bons resultados) o seu treino será limitado, sendo assim seus resultados também serão, e ainda por cima, se você não souber treinar, montar o seu treino e executar perfeitamente seis exercícios, os resultados serão prejudicados e ainda você pode sofrer alguma lesão. Nesse caso a consultoria com algum personal é bem indicado.

 

Outro fator importante antes de iniciar sua malhação é a velha e boa série de alongamentos antes e depois do treino e se manter bem hidratado. Com tudo isso em ordem, somado à privacidade, o conforto e liberdade para se exercitar a qualquer hora, são motivos de sobra para montar sua academia em casa nesse período ou permanente. Escolha um local bem iluminado e arejado, coloque uma música agitada e correr atrás do prejuízo.

SUGESTÃO DE TREINO

Depois de realizar um aquecimento aeróbico, que pode ser corda, corrida ou bicicleta, com intensidade moderada e apenas por 10 minutos, pois a intenção é apenas de aquecer o corpo e não queimar energia que será usada durante o treino.

1º EXERCÍCIO: VARIAÇÕES DA FLEXÃO – A flexão de braço comum recruta com ênfase o peitoral maior, porém variando a posição dos braços você pode dar ênfase em outros grupos musculares como o deltoide ou tríceps. Realizando a flexão com os braços mais fechados, o tríceps será mais recrutado, fazendo com os braços mais afastados, o deltoide entra em cena. Você pode variar as flexões para gerar mais estímulos e assim ter maiores ganhos de massa muscular.

2º EXERCÍCIO: TRÍCEPS BANCO – Apontado como um dos melhores e mais completos exercícios para tríceps. Onde você consegue estimular todas as cabeças do tríceps, o peitoral e a cabeça anterior do deltoide. Desta forma temos o tríceps braquial atuando de forma concêntrica na subida enquanto o peitoral e o deltoide anterior atuam de forma excêntrica, na descida os papeis se invertem, o que faz do movimento muito eficiente para estimular os músculos do tronco como um todo.

3º EXERCÍCIO: BARRA FIXA – Existem vários tipos de barra fixa, o mais comum você já conhece, mas você pode fazer outros tipos para gerar diferentes estímulos e trabalhar as costas de uma maneira muito mais completa. Para começar você pode variar a distância da pegada na barra, uma pegada mais longa ou mais curta trabalhará diferentes regiões das costas, você também pode fazer uma pegada com as palmas viradas para você e curta, dessa forma você também trabalhará uma área diferente das costas e ainda dará ênfase ao bíceps.

 

E VEJA AQUI UM TREINO PARA ABDÔMEN IMPERDÍVEL