Procurar a harmonização é buscar o equilíbrio entre um bom vinho e o prato. Esse casamento deve ser sutil e tênue para que nada se sobressaia. Mas mesmo assim, é possível definir algumas regras que guiam essa combinação para não haver erros. Para isso se faz necessário analisar alguns fatores da composição do vinho e da comida — o que pode fazer com que eles combinem ou não. Já é comum se harmonizar frutos do mar com um bom vinho branco. Mas qual é o vinho ideal para se tomar com carnes diante de tantas opções? É preciso levar em conta não só o modo de preparo das carnes, mas também o tipo de carne e os temperos utilizados. Quem costuma tomar vinhos sabe bem que a harmonização mais comum para carnes vermelhas é o vinho tinto, mas o importante é buscar um equilíbrio entre eles. E para carnes brancas, qual o mais indicado? Confira 6 dicas de tipos de vinhos para harmonizar com carnes e boa refeição, (com muito mais sabor!).

  1. PINOT NOIR

Uma das mais conhecidas em harmonização, ela é uma uva muito comum na região da Borgonha, na França. Por ter um sabor intenso ela combina muito bem combina com filé bem passado e embutidos como: salames, salsichas e presuntos com teor de gordura mais altos. Carnes com molho de cogumelo ou creme de leite também são uma ótima pedida. Assim também como uma boa costela, que é uma carne muito peculiar, de sabor forte e marcante, além de um alto teor de gordura. Aqui você tem duas opções: harmonizá-la com um vinho suave, para respeitar o sabor da carne ou com um vinho igualmente marcante, que vai complementar essa experiência. A carne de frango também pede uma harmonização com uvas igualmente leves, como a Pinot Noir ou Merlot.

  1. MALBEC

Outro vinho marcante, muito comum na Argentina, o Malbec é uma uva fina e tinta, perfeita para combinar com carnes vermelhas, em especial com carnes próximas ao osso, como costelas. Churrasco de forma geral, assim como carne de cordeiro e carnes grelhadas com sabor mais forte.

  1. CABERNET SAUVIGNON

Uva muito comum na região de Bordeaux, de fácil cultivo e de adaptação em quase todas as regiões, daí vem a fama de ser a “Rainha das uvas”. Se você tem um churrasco com diferentes peças, vale a pena investir em uma garrafa de Cabernet Sauvignon. Ela é mais equilibrada e fácil de harmonizar com os vários sabores que saem da gralha. Propícia para harmonizar com carnes de caça, contrafilé, carne de cordeiro, carnes para churrasco em geral, carnes próximas ao osso, carnes com sabores mais fortes e carnes com molho vermelho. Carnes de porco também harmonizam muito bem com esses vinhos. O ideal é valorizar com vinhos de taninos mais suaves, porque são peças delicadas e que podem ter seu sabor comprometido com uvas mais fortes.

  1. SYRAH OU SHIRAZ

Essa é a uva é considerada uma das mais antigas que existem e é cultivada em várias partes do mundo. Combina muito bem com carne de cordeiro assada, contrafilé, molhos mais gordurosos, carnes com molho apimentado, vermelhos ou suculentos. Frango servidos com queijo ou molho de queijo também cai bem se acompanhados por uma boa taça de Syrah, por conta do sabor mais forte do prato.

  1. CARMÉNÈRE

Vinda do Chile, essa uva é considerada uma uva emblemática e produz vinhos excelentes com sabor marcante. É perfeito para combinar com carnes vermelhas magras, cordeiro, e carnes de caça, como carne de javali e coelho.

  1. MERLOT

A terceira uva mais cultivada na França e uma das mais populares no mundo por conta do seu cultivo. Ela possui um sabor leve e sedoso, ideal para combinar com carnes bem passadas, hambúrgueres, salames, carne assada e carnes com molho de frutas. Carnes de frango com molhos leves também harmonizam muito bem por se tratar de uvas mais leves.

Lembra-se de que essas não são necessariamente, uma regra. Tudo vai depender muito do paladar de cada um. Aqui são apenas alguns direcionamentos que trazem uma harmonização agradável ao paladar de modo geral. Já testado e aprovado por diversos chefs. Um detalhe importante é tomar cuidado com o sal, assim você aproveitará melhor o sabor do seu prato!