Convidamos a graduada em nutrição, digital influencer, advogada e palestrante Jade Soller para compartilhar com nossos leitores quais os benefícios da dieta carnívora para a saúde do homem. Jade, que se tornou embaixadora da dieta carnívora no Brasil, falou com exclusividade para MENSCH e o resultado vai deixar muita gente desejando uma boa picanha ou saborear uma suculenta maminha na brasa. Com a palavra, Jade:

Desde o início de 2018 a minha alimentação é toda baseada em alimentos de origem animal e de lá pra cá eu fiz surgir uma grande comunidade carnívora em nosso país! Hoje são milhares de pessoas que decidiram mudar o estilo alimentar e contrariando todos os dogmas ultrapassados sobre nutrição e saúde, em dieta carnívora estão mais saudáveis do que nunca.

Eu mesma consegui resolver 100% dos problemas de saúde que tinha: acne, aftas recorrentes, alergias, candidíase de repetição, dor de cabeça, distúrbios gastrointestinais, sangramento de gengiva etc.

SOBRE A DIETA CARNÍVORA

A dieta carnívora é uma tendência cada vez mais popular na comunidade de baixo teor de carboidratos e incentiva você a comer apenas carnes, ovos, vísceras e laticínios, evitando todos os outros alimentos, como frutas e vegetais. Comer só carne e alimentos de origem animal e zero carboidratos pode melhorar sua saúde? É bem provável que sim!

Enquanto outras dietas com baixo teor de carboidratos são centradas na redução dos carboidratos, o objetivo dos carnívoros é uma dieta que seja baseada exclusivamente em alimentos de origem animal.

Tanto as dietas low carb e cetogênica, quanto a carnívora permitem gordura e proteína, enquanto reduzem o consumo de carboidratos. Mas a dieta carnívora vai um passo além, eliminando todos os alimentos de origem vegetal. Assim, tudo o que você precisa fazer na dieta carnívora é comer alimentos de origem animal e evitar alimentos que vêm de plantas.

É perfeitamente viável funcionar com gordura e proteína sem comer carboidratos. Você pode obter os poucos carboidratos de que precisa com a gliconeogênese – seu corpo converterá proteínas em açúcar para abastecer processos que requerem carboidratos.

1. Ganho de massa magra

Os músculos são feitos principalmente de proteína. A alta ingestão de proteínas em uma dieta carnívora pode ajudá-lo a ganhar massa muscular e força.

O que você come é tão importante quanto o que levanta de peso. Uma revisão sistemática analisando 49 estudos com 1863 participantes mostrou que a suplementação proteica melhora significativamente a força e o tamanho muscular. (*)

É importante comer proteína suficiente se você quiser ganhar e/ou manter os músculos. A maioria dos estudos sugere algo em torno de 1,6 – 2,2 gramas por kg.

As melhores fontes de proteína são carnes, peixes, ovos e laticínios, pois contêm todos os aminoácidos essenciais de que seu corpo necessita.

A carne vermelha é um dos melhores alimentos para construção muscular. Um bife contém cerca de 3 gramas de leucina em 170 gramas. A leucina é o aminoácido chave de que seu corpo precisa para estimular a síntese de proteína muscular e adicionar novo tecido muscular. (*

Além disso, as carnes vermelhas são uma das melhores fontes naturais de creatina na dieta, que é possivelmente o melhor suplemento de fortalecimento muscular do mundo. (*)

A dieta incentiva o consumo de vísceras como o fígado bovino, rico em vitamina A. Este nutriente é essencial para a construção muscular e pode ser a arma mais potente de quem quer atingir o físico de um fisiculturista. A vitamina A é necessária para a utilização da proteína e a produção de testosterona e outros fatores de crescimento. 

Os exercícios que provocam uma alta demanda de testosterona, como agachamento e levantamento terra, são frequentemente recomendados para o crescimento muscular, mas sem a vitamina A o corpo não pode atender a essa demanda por testosterona. 

É hora de os atletas esquecerem os mantras modernos e relembrarem a sabedoria dietética do passado, alcançando um físico magro e musculoso por meio de alimentos tradicionais como fígado, gema de ovo e manteiga.

Considere escolher cortes mais gordurosos, que fornecem mais calorias do que carnes mais magras, ajudando você a ingerir calorias extras e aumentar seu peso.

02. Melhor composição corporal

Ter uma proporção saudável de massa muscular e gordura corporal pode melhorar sua saúde enquanto diminui o risco das doenças crônicas, como diabetes, câncer e doenças cardíacas.

Uma vez que a proteína pode ajudar na perda de peso e promover a massa muscular, dietas com alto teor de proteína podem ajudar a melhorar a composição corporal. Por exemplo, um ensaio clínico randomizado de 12 meses com 130 participantes examinou uma dieta rica em proteínas versus um plano rico em carboidratos. Este estudo demonstrou que as dietas ricas em proteínas reduzem mais eficazmente a gordura corporal do que as dietas ricas em carboidratos. Além disso, essa maior perda de gordura foi especialmente significativa na região mais perigosa do tronco. (*)

Cortar alimentos processados ​​e aumentar a ingestão de proteínas são as melhores maneiras de perder gordura enquanto você preserva e ganha massa muscular.

03. Emagrecimento efetivo

Para uma perda de peso sustentável a longo prazo, é vital que você encontre uma dieta que possa desfrutar e seguir. A evidência mostra claramente que dietas com alto teor de proteína melhoram a saciedade. Se nos sentirmos satisfeitos com os alimentos que ingerimos, isso dará à nossa dieta escolhida maior chance de sucesso.

Por essas razões, as dietas que enfatizam um foco maior nas proteínas costumam ter uma taxa de adesão mais alta. Aqui estão alguns (de muitos) estudos recentes de alta qualidade que examinaram o potencial das dietas ricas em proteínas para perda de peso:

Um ensaio clínico randomizado com 105 participantes descobriu que os indivíduos em uma dieta rica em proteínas perderam mais peso (7 kg) do que aqueles em uma dieta padrão de proteína (5,1 kg) em uma intervenção de 6 meses. (*)

Uma revisão sistemática de vinte ensaios clínicos randomizados descobriu que os participantes que consumiram dietas com alto teor de proteína perderam mais gordura corporal enquanto, simultaneamente, retinham mais massa magra. (*)

Os dados são abrangentes; dietas com alto teor de proteína, como a carnívora, são benéficas para perder peso.

04. Aumento dos níveis de testosterona

A testosterona é um hormônio que desempenha um papel importante na saúde do homem. É responsável por manter o desejo sexual, bem como a força muscular e óssea. Dietas com alto teor de gordura e baixo teor de carboidratos podem aumentar seus níveis de testosterona. 

Ainda, comer proteína suficiente pode ajudar a manter níveis saudáveis ​​e ajudar na perda de gordura, que também está associada à sua testosterona. (*) A pesquisa também demonstra que gorduras saudáveis ​​suficientes são benéficas para a testosterona e a saúde. (*)

Um estudo descobriu que os homens que adotaram uma dieta pobre em fibras e rica em gordura por dois meses tiveram uma testosterona 13% mais alta e 12-28% menos estrogênio do que os participantes que seguiram uma dieta pobre em gordura (*).

A testosterona é absolutamente crucial para muitos aspectos da saúde e da composição corporal e mudanças no estilo alimentar podem ser o que você precisa para aumentar sua testosterona naturalmente.

05. Excelente para a libido

Como a dieta carnívora pode afetar seu desejo sexual? Alimentos com alto teor de gordura tendem a promover a produção natural de hormônios sexuais. Um estudo constatou que as excreções de testosterona à base de urina eram 13% mais altas em indivíduos com dieta rica em gordura. (*)

Uma dieta carnívora fará com que você consuma mais gorduras do que consumia antes. Foi demonstrado que essa gordura resulta em níveis aumentados de estrogênio e testosterona, o que naturalmente significa ter um desejo sexual maior. (*)

06. Sistema imunológico reforçado

Tomar medidas para fortalecer seu sistema imunológico é uma estratégia sábia, pois um sistema imunológico forte é a sua principal defesa. Notavelmente, a proteína aumenta o sistema imunológico humano, e aminoácidos específicos, como arginina, cisteína e glutamina, desempenham um papel fundamental na resposta imune. (*)

Em total contraste, a desnutrição proteica – uma deficiência de proteína na dieta – demonstrou aumentar o risco de vários problemas de saúde. A insuficiência de proteínas torna os humanos mais suscetíveis a doenças infecciosas. (**) Por isso, uma ingestão suficiente de proteína dietética é importante para a função imunológica ideal.

A presença de bastante carne na dieta dá um impulso extra, graças ao conteúdo de todos os elementos essenciais para um sistema imunológico forte e eficiente.

07. Acelera seu metabolismo

Certos alimentos podem ajudar a aumentar ligeiramente o seu metabolismo. Portanto, consumi-los pode ajudá-lo a perder peso e mantê-lo a longo prazo.

A dieta carnívora estimula o consumo de proteína e gordura. A proteína tem um efeito térmico muito maior do que carboidratos ou gorduras.

Enquanto o efeito térmico dos carboidratos ou gorduras dietéticos atinge o máximo em cerca de 10%, os pesquisadores estimam que o efeito térmico da proteína seja de cerca de 20-30%.  (**)

Colocando de outra forma, consumir proteína requer o uso de energia equivalente a cerca de 25% de suas calorias para digeri-la. Como resultado, consumir maiores quantidades de proteína (como carnes, ovos, queijos, vísceras) leva a um maior gasto de energia do que dietas com menos proteína.

08. Eficaz contra a depressão

Às vezes, quando estão deprimidas, as pessoas comem para ajudá-las a lidar com a situação ou para se sentirem melhor. Infelizmente, os alimentos que as pessoas recorrem têm o efeito oposto. Comer junk food quando está deprimido pode fazer você se sentir ainda pior.

Seu cérebro, como outros órgãos, responde ao que você come e bebe. Ele precisa de várias vitaminas, minerais e outros nutrientes para se manter saudável. Se você priva seu cérebro desses nutrientes essenciais, ele não pode funcionar corretamente. Isso pode aumentar o risco de problemas de saúde mental.

Deficiências nesses nutrientes estão associadas à depressão:

(*):Zinco, DHA, Vitamina B12, Folato, Vitamina D, Ferro e Creatina

Uma das principais razões pelas quais as pessoas são deficientes nessas vitaminas e minerais é porque temem o consumo da carne — o alimento mais alto nelas. Os vegetais têm pouco ou nenhum zinco, ferro heme, folato e não fornecem B12. Eles também são baixos em creatina, taurina e carnosina.

Se a intenção é atacar a causa raiz, para muitas pessoas isso significa olhar com atenção para a dieta. Uma alimentação saudável é importante não apenas para a sua saúde física, mas também para o seu bem-estar mental. Incorporar carne bovina, suína e de aves, peixes e frutos do mar, ovos, vísceras e laticínios em sua dieta pode ajudá-lo a se manter saudável e com energia. Além de praticar exercícios regularmente e dormir o suficiente, uma dieta bem carnívora pode fazer maravilhas para o seu bem-estar mental.

09. Cabelo e pele saudáveis

Níveis ideais de ferro e outros nutrientes são essenciais para uma boa saúde geral, bem como para o crescimento saudável do cabelo. Proteína, vitamina D e a ingestão adequada de outras vitaminas da dieta também são importantes para manter o cabelo saudável. A deficiência de um ou mais desses nutrientes pode fazer com que você perca mais cabelo do que o normal.

Um estudo que investigou quais deficiências de nutrientes eram responsáveis ​​pela queda de cabelo descobriu que o subconsumo de proteínas eram um dos principais fatores responsáveis ​​pela queda de cabelo. (*)

Os aminoácidos contribuem para a formação e estrutura da nossa pele e cabelo, sendo o principal componente de uma proteína estrutural chamada queratina. Como resultado, manter uma ingestão suficiente de proteínas é benéfico para promover cabelos, unhas e pele saudáveis. (*)

Seguir um plano alimentar carnívoro garantirá que você mantenha o cabelo e sua pele saudáveis.

10. Simplifica sua dieta

Comer não precisa ser complicado. A maioria das dietas exigem um doutorado em “tornar alimentos com gosto ruim em bom”, sugando nosso tempo e energia. Ao contrário de dietas complicadas, a carnívora é muito fácil de implementar, pois não há ingredientes ou alimentos sofisticados que você precise adquirir.

O único alimento que você precisa é de carne ou de outros de origem animal. Não há estresse sobre planejar ou fazer compras de comida em uma dieta carnívora e isso, aliado ao fato dos alimentos permitidos serem saborosos, faz que com as pessoas realmente queiram seguir a dieta.

Enfim… Como você pode ver, existem inúmeras mudanças positivas que a dieta dos carnívoros trará seu corpo e sua vida em geral. Então comece a experimentar e veja o que funciona para você. Faça uma mudança na sua dieta e continue se exercitando – estes são os principais pilares para uma vida saudável!