A trajetória de superação da atriz Amandha Lee nos levou até essa matéria de capa. A bela morena de 1,71 sempre chamou muita atenção em seus trabalhos na TV, começando com “A Indomada” (na Globo em 1997) até chegarmos em “Chamas da Vida” (na Record em 2011). Até que teve que sair de cena para seu papel principal, ser mãe de dois filhos. Período recluso que fisicamente lhe rendeu alguns quilos à mais, chegou a pesar 90 kg, mas sem paranoia. Passado esse momento Amandha deu um reboot em sua vida, procurou nutricionista, reeducação alimentar e por fim se descobriu uma atleta de triatlo. Com o apoio do marido, o ex-jogador de vôlei Nalbert, e muita determinação, eliminou mais de 30 kg e chegou a 1000 metros de nado livre em Copacabana. Corpo e mente em sintonia, Amandha voltou aos palcos ano passado com a peça “Agora e na hora”, encerrando temporada em fevereiro passado, e segue cheia de novos projetos para esse ano. E claro, está mais linda do que nunca como você já viu nessas fotos.

Amandha, nesses últimos anos como conseguiu conciliar maternidade e carreira? A maternidade chegou na minha vida por acaso, aprendi no susto o que era ser mãe. No início achei que não conseguiria administrar, carreira, filhos, marido, casa… Me tornaria um exemplo real, diariamente, de uma pessoa que dependeria de mim por muitos e muitos anos. Fui seguindo o meu instinto de filha, mulher e mãe … aos poucos foi percebendo que tudo ia se encaixando. Com o nascimento do meu segundo filho, e alguns acontecimentos, precisei parar. Olhar mais pra mim, me conectar com o meu eu e ir em busca do que realmente eu queria, que até aquele momento não sabia muito bem. A maternidade me colocou num outro lugar de cuidado comigo, atenções nas minhas ações e redirecionamento. Hoje digo que sim, consigo conciliar tudo que quero fazer em paralelo com a maternidade. Até por que preciso estar feliz comigo para estar 100% com eles.

Soubemos que você perdeu 30 kg e virou uma referência fitness hoje em dia. Como aconteceu tudo isso? Por conta das minhas duas gestações, eu dei uma relaxada e vivi intensamente meu momento grávida. Me permiti! Sem peso algum na consciência. Me sentia a mulher mais linda do mundo mesmo com 30 kg a mais. No fundo, no fundo eu sabia que voltaria a minha forma original. Acreditava na memória do meu corpo! Quando o Vitor completou um ano e eu parei de amamentar decidi cuidar de mim. A maternidade faz com que a gente se doe mais pro outro do que pra si mesma. Pelo menos, aconteceu assim comigo! Uma amiga me indicou uma nutricionista, a Dra. Patricia Davidson, que continua me acompanhando até hoje. Ela me ajudou a mudar o meu olhar pra comida, me ajudou a achar minha autoestima novamente e o principal, me ajudou a achar o caminho do equilíbrio. Nunca esqueço o primeiro dia em que fui ao consultório dela com minha blusa listrada, fragilizada e com 90 kg. Tenho certeza que ela também não! Foi onde tudo começou! As crianças já não dependiam exclusivamente de mim, eu precisava tomar coragem e me revisitar, entrar em contato comigo. Olhar pra dentro sabe? Foi um trabalho duro, nenhum pouco fácil, mas libertador. Aos poucos fui descobrindo a força de vontade que tinha dentro de mim.

Se olhar no espelho de verdade dói, mas é necessário pro amadurecimento. Fui mudando meus pensamentos, meus hábitos, lentamente. Seguindo à risca minha alimentação, os exercícios e aos poucos percebendo que ia eliminando aquele outro ser que estava em mim. Por que vamos combinar? 30 kg são uma outra pessoa que eu carregava. (risos) Não acho que sou uma referência fitness mas tenho a certeza que estou ajudando muitas mulheres, inclusive amigas minhas, a encontrar essa força que há dentro de todos nós, basta querer se conectar com isso.

Ser casada com um ex-atleta ajudou nesse processo? O quanto de cumplicidade houve (e há) entre vocês? Sem dúvida nenhuma o Nalbert me ajudou muito. É o maior exemplo de superação que tenho em casa. Aprendo todos os dias com ele. Meu companheiro de vida. Admiração, respeito e amor fortalecem a nossa cumplicidade!

Qual sua rotina de exercícios e alimentação? Há um ano, descobri o triathlon na minha vida. Treino 6x por semana e tenho uma alimentação regrada para eu conseguir fazer as atividades de alto rendimento.

O que é fundamental para o bem-estar? Você ser feliz com você. Mas não é a felicidade com as conquistas materiais, por que isso na maioria das vezes faz parte do ego, e sim a felicidade pelo simples fato de existir. Poder acordar todos os dias e se sentir bem, independentemente das dificuldades que temos que enfrentar muitas vezes.

Como lida com redes sociais? Quanto de seu tempo livre e de trabalho é direcionado para isso? Não vivo em função das redes sociais, uso de uma forma natural, até por que sou atriz e nesse mundo virtual que vivemos hoje em dia, precisamos dela para divulgar nosso trabalho. Eu estava em cartaz desde outubro do ano passado, precisava divulgar a peça, por exemplo.

Você é mais do dia ou da noite? Mais do dia. Adoro acordar cedo, fazer minhas atividades enquanto todos aqui em casa dormem e voltar cheia de endorfina e amor para tomarmos café, todos juntos!!!

Nas horas vagas o que curte para se distrair? Algumas coisas gosto muito de fazer, como ir ao cinema, teatro, praia, ler um bom livro, a noite ler estorinhas para as crianças dormirem, sair pra jantar, ver uma boa série…

 

O que os homens precisam aprender com as mulheres e o que inveja neles? Acho que ambos precisam aprender um com outro. Homem e mulher se complementam. Achar esse equilíbrio entre os sexos que é o mais difícil. Nos dias de hoje, as pessoas estão muito polarizadas e a flor da pele, está faltando um pouco de bom senso e equilíbrio. Acho que todos merecem respeito, mas pra que isso aconteça, precisamos respeitar primeiro quem está perto da gente, no nosso dia a dia. O que adianta exigir se não fizer por onde?

Curte homem vaidoso? Até que ponto? Do que o cara não pode descuidar? Vaidade é necessário na vida, é sinônimo de cuidado. Quando passa do ponto já foge do que é ser vaidoso.

Quais os projetos para esse ano? No final do ano passado, resolvi voltar a trabalhar. Fiz a peça “Agora e na Hora”, que acabou a temporada no Teatro Folha no final de fevereiro. Estou super motivada com minha volta ao trabalho, farei outro espetáculo, tenho um documentário muito bacana que estou fazendo com uma amiga, produzindo um ciclo de leituras, cheia de saudades de fazer TV… enfim… 2018 promete!

Para te conquistar basta… Ser de verdade!

 

Fotos Vinícius Mochizuki

Assistente Rodrigo Rodrigues

Beleza Vinícius Mochizuki

Produção de moda Samantha Szczerb

 

Amandha veste: Look branco: body Duloren; Look vestido preto DTA, pulseira Fiszpan; Look preto: lingerie Duloren