O fotógrafo Gabriel Wickbold lançou seu primeiro livro durante a SP-Arte. É uma edição de colecionador que apresenta ao longo de suas 264 páginas uma galeria de seus 12 anos de fotografia. São cinco capas diferentes, cada uma com apenas 200 cópias numeradas de uma das séries do artista: Sexual Colors, Sans Tache, Naïve, I am on line e I am light. No verso das sobrecapas há um pôster de 83cm x 63cm com a imagem equivalente a cada capa. O miolo é igual para todos os livros.

Desde 2006, Gabriel vem tentando ressignificar diversos conflitos do homem contemporâneo. O artista utiliza a fotografia para falar sobre o corpo, a natureza, o envelhecimento, a conectividade e a luz. “Com certeza a grande surpresa desse projeto foi minha série Sans Tache, de 2014. O livro vai mostrar novas imagens desse ensaio que discute a relação do homem com as marcas do corpo”, diz Gabriel. Para lançar o livro, Gabriel não contou com nenhuma lei de incentivo. Ele criou o GW Books – selo próprio que no futuro vai publicar outros livros sobre arte – e venderá as cópias apenas pelo site www.gwbooks.com.br. O livro já está em pré-venda. O valor é R$ 289.