Por André Lima / Fotos Divulgação

Se passar horas num belo bar transado, repleto de gatas ao som de uma boa música já é um programa perfeito para uma noite de balada. O que diremos de certos lugares que de tão incríveis chamam tanta atenção quantos suas frequentadoras?! Garanto que às vezes você já se pegou perguntando que lugares pelo mundo esconde os bares (boates) mais incríveis no mundo? Nós também fizemos essa pergunta e fomos à caça dos bares mais incríveis pelo mundo. Para começar nossa viagem, selecionamos três lugares fantásticos, em três cidades incríveis. O resultado você vê aqui abaixo. E quem sabe, programe-se para conhecer um deles qualquer dia desses.

Yucca Lounge – Shanghai

O Yucca é na verdade um pequeno lounge, aberto recentemente, ideal para um happy hour ou para se tomar algumas bebidas diferentes. O local escolhido foi o terceiro andar da mansão 26F, no bairro das Mansões Sinan, em Shanghai, que já possui três restaurantes do chef Yucca.

O local é uma atração a parte, mistura elementos sensuais, rústicos, místicos, de influências mexicanas, dos templos antigos, religiosas, ou seja, uma mistura de tudo. O idealizador Davis Laris procurou recriar o estilo contemporâneo do México. A intenção foi tornar tudo um pouco louco e moderno, segundo os proprietários, estar no Yucca evoca pensamentos de Salvador Dali, Diego Rivera e Frida Kahlo.
O bar principal fica numa grande laje central. O local já é conhecido internacionalmente pela grande variedade de coquetéis. O rum e a tequila só esquentam o ambiente, que por sinal é sempre lotado. Depois de viajar no local, é só adicionar um martini de maracujá, servido por mulheres sexys, à mistura e você terá uma noite bastante intensa!
Site oficial: www.yuccashanghai.com

 

 

Juliet Supperclub – New York
O Juliet Supperclub foi inaugurado ano passado na 539 West, 21st Street , oeste de Nova Iorque. O local consegue ser ao mesmo tempo um bom restaurante e uma excelente boate. Ideal para àqueles que procuram um local e um atendimento de alto nível.

A cozinha é definida como “global influences” da Ásia, Mediterrâneo, América Latina e Oriente Médio, dirigida por um dos chefs mais importantes do mundo, Todd English. Há inclusive uma entrada feita com a nossa lingüiça brasileira, e também, um prato com o tradicional churrasco, chamado de “Brazilian style BBQ”. Já os drinks costumam ser fortes e exóticos, variando em torno de cinqüenta dólares cada.

 

Sem dúvida a concepção do local é muito original, a começar com uma porta preta em um trecho abandonado de Nova York com um acervo de seguranças na frente. Por dentro é tudo azul e espelhado, o interessante é que além da pista de dança, há um amplo espaço para curtir o som em volta das mesas.
O local se tornou conhecido pela freqüência constante dos milionários de Nova York e de modelos badaladas, alguém duvida que esta mistura poderia dar errado? Além disso, entrar no local é basicamente impossível, pois é preciso ter seu nome na lista de convidados ou ser influente, o que torna o local meio “pretensioso” ou seletivo, talvez confortável para bilionários russos ou playboys do Oriente Médio.

Sound Phuket – Thailand

A cidade de Phuket, na Tailândia, não foi mais a mesma desde a inauguração do club Sound Phuket. A casa fica dentro do Resort Patong, mas precisamente no terceiro andar, recebendo em média 700 pessoas por noite. O local é muito futurista, foi concebido pelo Estúdio de Design de Bangkok, Londres e Tóquio.  A idéia foi reproduzir o ouvido humano em todas as áreas, logo, tudo é arredondado, curvo e tubular, além disso, possui alguns efeitos especiais, tornando uma ida ao “bar” numa experiência surreal.
A musica eletrônica tocada é protegida pelo sistema de acústica mais moderno do mundo. Sem dúvida, uma das atrações é o bar iluminado por uma tela de LED de medidor de 19 equalizadores gráficos, que sincroniza com o ritmo das musicas. O Sound Phuket recebe os melhores Djs da cena eletrônica e é freqüentado pelos famosos tailandeses como Tata Young, Navinta, Matthew Dean, Helen Pratumrat e Mark Kingpayom.
Cada noite tem um som diferente: na segunda-feira toca hits antigos, a partir da década de 70; terça-feira é Kinky Beats; quarta-feira é o Jet-set, que é Hip-hop, R & B; quinta-feira é Samba Loca, musica latina;  sexta-feira é Ultra-som – house; sábado é “This is Sound” – com DJs internacionais convidados, e domingo é remixes. Ou seja, lá todo dia é dia.
Site oficial: www.soundphunket.com