Algumas pessoas, desde muito novas, já é nítido o bom gosto em escolher o que usar, como usar e como criar uma imagem única. Não importa a idade, no caso de Alexandre Taleb, nascido em São Paulo, casado e pai de duas filhas, isso já era nítido aos 10 anos já. Ao longo da vida ele foi acumulando experiências e informações, formou-se em Administração de Empresas, cuidou dos negócios da família (uma loja de tecidos), foi aos poucos formando seu estilo até que formou-se em imagem corporativa e executiva. E hoje, dentre suas inúmeras ocupações, atua como personal shopper e stylist nos melhores shoppings de São Paulo, segue com sua consultoria e ainda dá aulas em 5 faculdades com a matéria “Consultoria de Imagem”. No meio disso tudo ainda arrumou tempo para colocar em prática um desejo antigo, lançar um livro que deixasse a informação mais perto do homem atual. Disso surgiu a ideia do livro “Imagem Masculina – Guia prático para o homem contemporâneo”.

Quando se descobriu como um homem de estilo? Aos 10 anos de idade costumava observar o que as pessoas estavam vestindo, sem nenhum preconceito e sem visão apurada, eu ficava pensando quais peças e acessórios aquelas pessoas poderiam usar ou mudar… Quando tinha entre 15 e 17 anos de idade, meu irmão mais velho que tem 3 anos a mais que eu, sempre perguntava se a roupa dele estava boa para sair e algumas pessoas sempre falavam que eu me vestia muito bem para a idade.

Estilo e bom gosto se aprende ou não tem jeito se não nasceu com isso? O homem brasileiro é muito carente de informações, ele erra por não ter o conhecimento. Quando lancei meu livro Imagem Masculina em agosto de 2016, essa era minha preocupação – levar informação sobre imagem pessoal aos homens. Lembrando que meu livro não é de moda, e sim de imagem. Então essa é a resposta, não precisa nascer com estilo e sim, pode aprender.

O que é estilo para você? Uma pessoa quando é vista pela primeira vez, ela transmite uma imagem. Se for positiva, isso é ótimo pois sempre será lembrada com bons olhos. Se for negativa, de recusa, com certeza, não terá uma segunda chance para transmitir uma nova imagem. Isso é estilo, quando você se veste de acordo com seu estilo pessoal, seu biótipo, por onde anda e trabalha, você passa exatamente a imagem real. Isso é estilo.

Tudo isso vai além do que se veste? O quanto isso influencia? Exatamente o que falei acima, a imagem que você transmite aos outros. Você influencia por onde passa, pois quando temos uma imagem segura, não temos medo de nada e os outros percebem isso em você! Influenciar os outros, é passar uma imagem de poder e segurança.

É possível ser elegante sem gastar muito? Como? Alguma dica? Lógico que sim! Quem falou que roupa cara é o que importa?! Exemplo: você vai em uma marca tal e compra o tal costume (terno) que está na moda e paga caríssimo, veste a roupa e não fica bem. Aí, você vai em uma loja mais barata e compra um costume em uma cor neutra que fica bem no seu corpo. Nesse caso é assim, a roupa boa é aquela que fica boa em seu corpo, respeita o seu estilo pessoal. Enfim, o caimento, é tudo.

O homem brasileiro, em geral, tem mudado nesse sentido? Está mais ligado em moda? Muito mais. Como eu sei disso… Dou aula em 5 faculdades sobre a matéria “Consultoria de Imagem” (se as faculdades estão chamando, é porque tem demanda e os homens estão mais ativos nesse quesito). Cada semana que passa, sou mais chamado para dar palestra sobre dress code pessoal e postura nas empresas, estão vendo como isso é importante. Os homens estão cada vez mais lendo revistas e artigos sobre moda, porque querem informações.

O que é básico para um homem de estilo? O que não pode faltar no guarda-roupa dele? Um paletó (blazer) azul marinho, um par de sapatos brogue marrom café, um relógio bacana, um costume (terno) bem alinhado e feito sob medida nas cores cinza chumbo ou azul marinho. Camisa branca, manga longa feita em camiseiro ou alfaiate no seu corpo, calça jeans escura e lisa, e um tênis branco liso, de couro. Investir em peças lisas é melhor para combinar, e, menos chance de errar.

Como você definiria seu estilo? Sou um cara elegante/tradicional com um pouco de ousadia nos acessórios.

Até onde vai sua vaidade e começa o negócio na área de estilo? Já fui mais vaidoso ao ponto de não abraçar ninguém para não amassar a camisa, mas isso passou, ufa! Com a idade vamos ficando mais maduro e essas “besteiras”, não existem mais. Hoje, me visto para mim, tenho meu próprio estilo e gosto de estar bem vestido em todos os ambientes. Desde acordar no domingo, ir na padaria comprar um pão, com uma camiseta em ordem e shorts bem cortado. Até ir em uma festa black tié, com um smoking bem cortado.

Como surgiu a ideia do livro Imagem Masculina? O que te inspirou? Então, minha personal branding Patricia Dalpra foi a maior incentivadora para eu lançar o livro, pois no mercado muitas pessoas queriam uma consultoria comigo e não podiam pagar ou moram longe. Então, saiu do papel a ideia de chegar por um preço muito mais baixo do que uma consultoria, trazer informação aos homens desse Brasil todo. Hoje, o mais engraçado, é o número de mulheres que compram o livro para ajudar seus maridos, amigos, filhos e familiares. Tenho muitas mensagens de RH de empresas que escrevem que querem comprar o livro para passar às empresas. A ideia de fazer, pela Editora Senac, para chegar a todas as escolas Senac do Brasil, também.

O quanto a autoestima e estilo, influenciam no sucesso? Tudo!!!! Quando você tem uma imagem melhor, sua autoestima sobe nas nuvens. Quando você tem uma autoestima elevada com uma nova imagem pessoal de estilo, o sucesso é garantido. Um homem bem vestido, tem mais créditos e é melhor visto pelo mercado.

Que resultados tem colhido através do livro? Os homens estão falando mais de estilo e vaidade? Muito. Cada dia que passa, recebo vários feedbacks de leitores, falando que suas vidas mudaram através da informação do livro, que agora, conseguem ter uma imagem melhor por onde passam.

Celso Ieiri, Alexandre Taleb e Arlindo Namour

Quais fatores influenciam pessoas para uma imagem pessoal de sucesso? Nada adianta se ter uma excelente imagem, se a postura está errada. Saber dar um cartão de visitas, ter uma rede social correta, saber abrir uma porta para uma mulher, pegar nos talheres corretamente em um almoço de negócios…são esses alguns dos fatores que fazem um homem de sucesso junto com uma boa imagem de roupas.

Que conselho daria aos leitores para ter uma boa imagem? Leiam meu livro (risos)! Saiam da “caixinha”, achando que isso não é papo de homem, pois nos dias atuais, o homem com uma imagem adequada, tem papel de destaque no mercado corporativo, e fora dele.