O ano começou aqui na MENSCH trazendo nossa musa Fernanda D´Avila, que chega com alto astral e muita energia. Para quem não lembra, Fernanda passou 8 anos no programa Domingão do Faustão, começou como bailarina e aos poucos foi ganhando espaço e maturidade profissional para alçar novos projetos. Hoje ela possui formação profissional em coaching e tem transformado o estilo de vida de muita gente que busca uma vida mais saudável e um corpo em forma. Se o verão 2021 já tem uma musa como a nossa, só desejamos ótimas energias e “…uma boa praia com sol da tarde, vento e uma música rolando”, como concluiu nossa querida Fernanda.

Fernanda indo para o início, como você chegou ao “Domingão do Faustão”? Fiz o teste através de indicação de uma amiga, apesar de trabalhar com dança, nunca havia passado na minha cabeça a ideia de ser do balé. Até porque sempre achei que seria muito difícil fazer parte do time, pois eram as melhores bailarinas da TV Brasileira. Tudo aconteceu super rápido, fui no 1º dia de teste e não aconteceu devido atraso por ser dia de um programa gravado, era final de ano. Eles informaram se poderia voltar no dia seguinte e é claro que fui. Nesse momento estava decidida e tinha confiança que poderia entrar para o time. No mesmo dia recebi a reposta que havia passado e a partir daí minha vida mudou da noite para o dia. Mudança de cidade, finalização da faculdade que ficava há 3h do minha nova casa, dedicação e ensaio para decorar mais de 60 coreografias em 15 dias e por aí vai…

Qual a importância de ter passado pelo Domingão? Que lições e aprendizados ficaram? Fazer parte do Domingão durante oito anos foi essencial para minha carreira e para as minhas conquistas. Eu não aprendi somente coreografias. A cada reunião, quadros, melhores do ano, eu aprendia sobre iluminação, tecnologia, direção, organização, trabalho em equipe, sempre observando os bastidores, pois sou curiosa e gostava muito de aprender sobre tudo. E todo esse aprendizado serviu para que hoje eu pudesse ter total entendimento do meu posicionamento de câmeras, de luz, fotografia, postura, desenvoltura ao falar, entre vários outros detalhes que fizeram com que eu desenvolvesse cada vez mais o meu lado profissional.

As oportunidades de entrevistar e de estar ao lado de grandes nomes da TV brasileira, fizeram com que eu tivesse mais segurança e credibilidade por onde eu passasse. Tenho muito orgulho de dizer que fui bailarina do Faustão! A minha experiência dentro do Domingão serviu também para que eu pudesse ser apresentadora de grandes espetáculos, como Carnaval e réveillon de Salvador, além de ter sido apresentadora de um dos grandes eventos do cantor Wesley Safadão. Muitas horas de transmissão ao vivo para internet, durante a minha jornada como apresentadora.

Lá você ficou conhecida como a musa da cinturinha fina. Sempre foi assim? Meu crescimento no programa veio atrelado a minha personalidade forte e também pelo meu estilo de vida. Entrei em 2008 e em 2010/2011 mudei completamente meus hábitos e acabei me tornando a mais fitness do grupo. Logo em seguida comecei a ficar ainda mais conhecida no mercado fitness realizando muitas campanhas publicitárias e sendo embaixadora de uma grande marca de suplementação. E com toda a repercussão a minha cintura fina começou a ser cobiçada e questionada também, (risos) Era muito magrinha, definida com uma cintura bem fina e os veículos de comunicação sempre publicavam minhas fotos com esse título, “Musa da cinturinha fina”.

Quando você olha pra trás e lembra do tempo como bailarina do Faustão, quais aprendizados levou para a sua vida depois de sair do Balé? A oportunidade que eu tive no Faustão foi única. Sou muito grata por todo o aprendizado e momentos incríveis ao lado do Faustão. A cada Domingão, ao vivo ou gravado, adquiri uma experiência nova, venci barreiras sobre timidez e, a cada ano fui crescendo, tanto no âmbito pessoal quanto profissional. O Faustão é uma pessoa que sabe reconhecer e enaltecer todo o trabalho desenvolvido. Sou muito grata por todo carinho, atenção e exposição que o Domingão do Faustão me proporcionou.

Dentro do programa, participei de muitos quadros. Já ganhei um carro no quadro chamado ‘Sufoco’, participei da “Dança dos Famosos” com o modelo Paulo Zulu, fui repórter do site do Faustão e da plateia. Encerrei minha carreira no Domingão dividindo palco com o Faustão apresentando ações comercias ao vivo. Ele foi um grande patrão e sou muito grata por todas as oportunidades. Ele sempre será meu ídolo! Ele é fera no que faz, me ajudou a descobrir um talento que nem eu sabia que seria capaz. Nunca imaginei que poderia um dia ser apresentadora e muito menos estar dividindo placo ao lado do melhor apresentador do Brasil. Sou grata e fã.

Você sempre foi ligada à dança? Como isso entrou na sua vida? A dança surgiu na vida para perder a timidez! Era a última da fila e aos poucos fui indo para a primeira fileira. A dança transforma vidas!

Hoje, depois dos 30 anos como se sente (fisicamente e como mulher)? Como lida com idade? Tenho 35 anos, sou casada e me sinto cada vez melhor. Minha versão aos 35 é bem melhor que aos 20 anos. Cada vez mais madura para entender várias questões, inseguranças que atormentam quando se é mais jovem. Não tenho problema com idade, pois a cada dia me sinto mais forte, segura e preparada para qualquer situação.

Passou por algum tipo de preconceito por conta de ser uma mulher bonita e vistosa? Nunca passei por nenhuma situação muito constrangedora, graças à Deus. Mas é claro que por chamar atenção, alguns vezes acabei passando por situações do dia a dia como cantadas sem graça e agressivas. Mas a reposta era imediata, nunca fique calada. Respeito é bom e todo mundo gosta!

Vimos que durante o período de isolamento social você se dedicou muito em ficar na sua melhor forma. Como foi isso? Apesar de ser conhecida como “musa da cinturinha fina”, após a minha saída do “Domingão do Faustão” comecei a viajar o mundo com meu projeto de viagens Leve a Vida e acabei saindo da rotina. Já não treinava como antes e a alimentação já estava bem mudada. Em cada país eu comia algo diferente e também não tinha tanta constância nos treinos. Eu já tinha aumentado o peso de uns três anos pra cá. Quando começou a quarentena minha ansiedade aumentou e comia toda hora. A fome não parava e hoje entendo que era tudo psicológico.

O que mudou para atingir suas metas? Como resolveu trabalhar isso para o público? Fiz toda estratégia de emagrecimento em casa e em 7 dias perdi 4,7kg, em um mês perdi quase 8kg. E estou mantendo até hoje com as estratégias de manutenção. Fiquei muito feliz com o resultado e agora sei como é estar do outro lado. Não podemos comparar a balança do vizinho com a sua, pois cada um tem sua dor. Seja com muitos ou poucos kg extra! Muitas pessoas sofrem por engordarem por ansiedade, querem muito emagrecer e não sabem por onde começar. Não é fácil, mas precisamos abrir mão de algumas coisas para conseguirmos os resultados.

A partir daí comecei a receber ainda mais mensagens de pessoas que precisavam de ajuda, me envolvi tanto ao ponto de estudar, fazer cursos para me aprofundar na mente que quem está passando por essa dificuldade. Hoje sou CEO de um Programa de Emagrecimento rápido e estratégico, no qual desenvolvi um método juntamente com minha equipe multidisciplinar (nutricionistas e educadores físicos) e que, por meio de um acompanhamento diferenciado, já consegui ajudar centenas de pessoas a emagrecerem.

Antigamente, somente publicava fotos mostrando os meus resultados. Atualmente, ajudo a transformar vidas. Sou formada em fisioterapia e estou realizando uma formação profissional em coaching para que, em breve, possa continuar ajudando ainda mais pessoas. Na minha jornada, aprendi que não dá para mostrar somente o resultado através de fotos ou vídeos. Hoje, entendo que o meu principal objetivo/propósito é mostrar o caminho para que as pessoas também possam chegar lá. É por isso que venho trazendo muito conteúdo direcionado nas minhas redes sociais.

Falando nisso, como lidou com as limitações da quarentena? Pandemia = a propósito. Descobri meu propósito de vida que é ajudar pessoas a emagrecerem definitivamente e recuperem a autoestima. Tentei lidar da melhor maneira possível, sempre respeitando as limitações do momento. Um dos meus refúgios sempre foi viajar e com a pandemia recorri ao aluguel de casas para temporada, assim eu e minha família conseguimos curtir sem preocupação.

É muito vaidosa? Do que não abre mão? já fui muito mais vaidosa na época do balé, mas continuo me cuidando e tendo os rituais diários. Cuidado com cabelos, pele e corpo! O que não pode faltar para sair de casa é uma maquiagem básica! (risos)

Na época de solteira, na hora da paquera o que “armas” usava? Não paquerei muito, pois tive poucos namorados e logo em seguida casei. A arma principal foi não foi o visual e sim a personalidade.

O que te diverte? Viajar, música, dança, filme, séries…

O que ensinar aos homens? E o que aprender com eles? Ensinar que cada mulher tem o seu momento, que não somos iguais e que o respeito tem que estar presente em todos os momentos. Somos fortes, podemos sim ter nosso espaço em qualquer cargo e podemos fazer o que quisermos.

Na hora de relaxar um bom/boa… Na hora de relaxar uma boa praia com sol da tarde, vento e uma música rolando.

Quais os planos de trabalho daqui em diante? E na vida pessoal, o que deseja para esse início de ano? Me preocupo cada vez mais em gerar um conteúdo de valor, tanto através da minha rede principal, como também pelos outros perfis que possuo (viagem, programa de emagrecimento…). Consigo trabalhar com o que me faz feliz de qualquer lugar do mundo. Além disso, todo o conteúdo gerado na minha rede social pode ser alcançado por muito mais pessoas. Com isso, tenho seguidores e alunas do mundo inteiro.

Com a pandemia, fiquei impossibilitada de viajar. Já estava com planos de morar em Miami, mas o cenário atual me fez adiar esses planos. Porém, será um futuro próximo. Assim que tudo isso passar, já estarei alinhando para mais uma mudança na minha vida. Hoje, sou empresária, além de continuar trabalhando com moda fitness, beleza e saúde. Mas foco principal é ajudar cada vez mais pessoas a emagrecerem definitivamente, tendo resultados rápidos e fazer a ampliação do meu programa de emagrecimento 6K7D.

Qual seu pecado favorito e por que? Minha perdição se chama frutos do mar. (risos)

E para conquistar Fernanda basta… Pra conquistar a minha atenção basta ser de verdade. Eu sinto de longe a falsidade! (risos)

Fotos Marcio Farias (@marciofariasfoto)

Make Fernando Tofaneli (@fernandotofaneli)

Hair Jotta Almeida (@jottaalmeidamakeup)

Assistente de fotografia Célio Carvalho (@celiocarvalhofotografia)