Um desfrute para os amantes de automóveis antigos, e raros, é a exposição da coleção pessoal do estilista Ralph Lauren no Museu de Artes Decorativas de Paris que teve abertura dia 28 de abril e vai até 28 de agosto. É a exposição “The art of the automobile: masterpieces from the Ralph Lauren collection”. A coleção do estilista Ralf Lauren, uma das mais prestigiosas do mundo, com 17 modelos esportivos lançados entre 1929 e 1996 (muitos deles usados em pistas de corrida), é exibida pela primeira vez na Europa.

Os visitantes podem olhar para a frente para ver um quarteto de metais que inclui um incrível Ferrari 250 LM (1964), um Ferrari 250 GT SWB Berlinetta Scaglietti (1960), um Jaguar XKS (1956/1958) e Alfa Romeo 8C 2300 Monza (1931). Além dessas incríveis máquinas, um total de outros 13 veículos de Lauren estarão em exposição. Estas incluem dois dos mais caros veículos do mundo: a Ferrari 250 GTO (1962) e Bugatti 57 SC Atlantic Coupe (1938). Ambas as peças tem um valor estimado em US$ 30 à US$ 40 milhões cada.

A variedade de veículos e fabricantes é bem diversificada. Nomes clássicos como Bentley, Alfa Romeo, Bugatti, Mercedes-Benz, Jaguar, Porsche, McLaren e, claro, Ferrari. As “obras de arte motorizadas” italianas, com seu vermelho característico, têm sido as mais populares até o momento. Entre os destaques estão o Bentley Blower (1929), o Mercedes-Benz SSk “Comte Trossi” (1930), o Bugatti 57 SC Atlantic (1938), a Ferrari 375 Plus (1954), o Jaguar XKD (1955), o Mercedes-Benz 300 SL Gullwing Coupé (1955) e a Ferrari 250 Testa Rossa (1958).

POR DENTRO DA GARAGEM DE RALF
Ralph Lauren, possui cerca de 60 dos mais raros, valiosos carros mais no mundo, incluindo um cupê Bugatti 1938, um 1938 Alfa Romeo Mille roadster Miglia, eo mundo só 1930 Mercedes-Benz SSK “Contagem Trossi roadster”, todos em condições ideais para ir para as ruas dirigidos pelo próprio designer. Essa galeria particular de raridades, que é a garagem de Ralph Lauren, é carinhosamente chamada de “DAD Garage”, ou “garagem pai”, localizado perto de Atlanta, num prédio discreto e ao contrário de muitos museus de automóveis, tudo é mantido em perfeito estado de funcionamento.
Alguns exemplares foram restaurados à perfeição, chegando a serem retocados de maneira minunciosa com pintura bem próxima do original e troca de couro dos bancos para chegar o mais próximo possível do original. Durante alguns anos, sua coleção permaneceu espalhada por suas propriedades em Westchester, a casa de praia em Montauk e seu rancho em Telluride. Até que Lauren resolveu criar seu pequeno moseu-garagem, pensou em fazer isso no subterrâneo de sua casa em Westchester.
Até que o gerente e curador, técnico em automobilística, Mark Reinwald encontrou o prédio que antes foi uma concessionária de carros de luxo, onde hoje está o “DAD Garage” com suas relíquias automobilísticas. Esse prédio consta de um lobby de entrada, biblioteca e um armário negro em aço inoxidável onde são guardados dossiers completos sobre cada carro. São documentos pertinetes ao carro, faturas originais para reparos, artigos de jornais e revistas. Além de uma oficina particular. Toda a história e seus raros exemplares de carros colecionados por Ralph Lauren ao longo desses anos se encontra no livro lançado juntamente com a exposição, é o “SPEED, STYLE AND BEAUTY”.
E para quem tem a oportunidade, o Museu de Artes Decorativas de Paris fica no número 107 da Rue de Rivoli e funciona das 11h às 18h às terças, quartas, sextas, sábados e domingos, e de 11h a 21h às quintas. As entradas custam 9 euros. Mais informações nos sites www.ralphlaurencarcollection.com e http://www.lesartsdecoratifs.fr/

E pra quem não tem a oportunidade de ir até Paris conferir a exposição, confira esse vídeo que dá uma visão geral de todo o evendo. Entre no Museu de Artes Decorativas de Paris:

Texto: André Porto
Fotos: Michael Furman
Fonte: www.ralphlaurencarcollection.com , Revista Vanity Fair, O Globo