Um dos subgêneros pioneiros do rock and roll (surgido nos Estados Unidos no começo da década de 1950), o rockabilly definitivamente ganha seu lugar de destaque na já tão vasta diversidade sonora da música pernambucana com o lançamento de um trabalho marcado pela perspicácia e a autenticidade. Já está disponível nas plataformas musicais digitais On the Road, álbum de estreia da Allycats, a banda mais genuinamente rockabilly do Estado em todos os tempos.

Em quase três décadas acompanhando a música de Pernambuco não raro sempre me perguntam o que faz essa cena diferente. A resposta é simples. Enquanto, ao longo da história, em qualquer lugar do mundo, sempre que surge um artista, grupo ou estilo de tocar que faz sucesso, imediatamente dezenas, centenas ou milhares passam a copiar aquela pegada que deu certo. A música autoral em Pernambuco parece ser marcada por um constante cisma – em todos os sentidos, mas sempre com um propósito maior, que é o de não copiar o outro, do desafio de sintetizar sonoridades diferentes, nunca ouvidas antes, não de determinado jeito.

Bandas e discos, os autênticos, surgem de sonhos e de estilo de vida. Ginger Baker, baterista do célebre power trio britânico Cream (1966-1969), afirmou uma vez que uma banda de verdade surge a partir de músicos que convivem juntos, tanto ao ponto de quererem estar o tempo todo conectados por meio da música. A Allycats (lê-se: alicates) surgiu de um sonho de dois amigos apaixonados por motocicletas custom e pelo estilo rockabilly. De acordo com Daniel Diniz (guitarra, lap steel, violão e voz), Allycats já existia antes mesmo de a banda surgir. Apaixonado pelo som de Elvis Presley, Chuck Berry, Johnny Cash e, mais contemporaneamente, Stray Cats, entre tantos outros, Daniboy (como também é conhecido o guitarrista), batizou com esse nome seu motoclube.

Junto com os irmãos, customizava motocicletas ao som de rockabilly. Até que, em 2015, o baterista Carlos Cajueiro – também adepto das culturas rockabilly e biker – abraçou o projeto de dar início a uma banda do gênero. O nome Allycats deriva da expressão em inglês alley cats, muito utilizada no meio rockabilly, que significa gatos de rua ou gatos de beco (viralatas). Com uma letra “e” suprimida e aportuguesada, transforma-se em alicates, ferramenta sempre utilizada pelos integrantes na customização de motos e ponto inicial de tudo.

Alicates servem para extrair, assim como para ajustar, fixar, deixar tudo certo no lugar. Assim é o som da Allycats. Nesses quatro anos de existência, Daniboy e Cajueiro extraíram tudo o que puderam do universo rockabilly, em shows que foram muito além das fronteiras do Recife – quase sempre montados sobre suas possantes Harley-Davidson. Músicos experientes e talentosos, não demoraram para transformarem canções contemporâneas em temas rockabillies e, consequentemente, comporem suas próprias músicas, que formam agora o álbum On the Road. A autenticidade faz parte do dia a dia da Allycats. Quem encontra Daniboy e Cajueiro testemunha que os caras vivenciam as culturas rockabilly e biker. Harley-Davidson, topetes, jeans, jaquetas de couro, viagens, estradas… Esse é o cotidiano da Allycats. E é disso que fala On the Road.

O disco traz oito canções assinadas por Daniel Diniz e Carlos Cajueiro, algumas em conjunto da dupla. As gravações, como não poderia ser diferente, obedecem à linha de autenticidade da banda. Para manter a fidelidade ao conceito, a dupla pegou a estrada, até Caruaru, no Agreste pernambucano, onde fica o estúdio Di Fagner, referência em gravações do gênero no Estado.

A indicação foi do músico Joanatan Richard, dono de um dos selos mais respeitados no País dentro do universo rockabilly e que, obviamente, assina a produção de On the Road – e ainda os backing vocals. A gravação e mixagem é de Heverton Fagner. No mesmo padrão, o contrabaixo – uma das marcas do estilo rockabilly – ficou às mãos de um dos maiores talentos locais do instrumento na nova geração, Jean Elton, músico versátil que dispensa apresentações.

Com tudo em sintonia, rolou o match perfeito para a concretização de On the Road, que já está disponível em compact disc (CD) e, mais para a frente, sairá também em formato long play (LP).

ON THE ROAD – FAIXA A FAIXA

Baby Please – A faixa que abre o disco é uma parceria de Daniel Diniz com Carlos Cajueiro, mistura de rockabilly com surf music. Foi escolhida como música de trabalho.

Rock on Saturday Night – Composição de Daniel Diniz, um neo rockabilly a la Stray Cats com uma levada animada.

A Estrada – Música de Carlos Cajueiro, com letra em português, uma levada mais puxada para a folk music e uma temática biker evidente.

Surfin’ – Também de Cajueiro, como o próprio nome já diz, é uma surf music rasgada, daquelas para colocar para tocar na praia e usar bermudas floridas.

Rock It – Canção de Daniel, primeira música autoral tocada pela Allycats. A princípio foi feito um vídeo, apenas com o tema instrumental, que foi utilizado nas redes sociais digitais. Rockabilly mais clássico que depois a banda resolveu colocar uma letra.

Taken by the River – Mais uma de Daniel, traz toda a influência de Johnny Cash à tona, com levada marcante.

Detachment – Outra música de Cajueiro que tem tudo a ver com a cultura biker. Suave e agradável aos ouvidos, com harmonia gostosa. A princípio seria composta com letra em português, mas ficou em inglês visando a uma divulgação internacional do álbum.

Walking – Composição de Daniel, a mais pesada do disco e mais puxada para o psychobilly.

SERVIÇO:

bandallycats@gmail.com

instagram.com/allycatsband

facebbok.com/allycatsband

youtube.com/allycatsband

CDS A VENDA PELO https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-1321792553-on-the-road-cd-dos-allycats-_JM#redirectedFromSimilar

E NAS LOJAS:

LET IT BEAT

@letitbeatstore

GALERIA JOANA D’ARC – Av. Herculano Bandeira, 513, Recife / PE – 51110-131

PASSADISCO 

Localizado em: Galeria – Hora Center – da Hora, 345 – Espinheiro, Recife / PE, 52020-010